Busca

Categoria: Humoristas


09:27 · 14.01.2013 / atualizado às 09:27 · 14.01.2013 por

Três humoristas cearenses poderão ser encontrados diariamente na Câmara Municipal de Fortaleza, a partir dessa nova legislatura que se inicia. É que o humorista e agora vereador Paulo Diógenes (PSD) terá dois assessores que também trabalham com humor: Lailton Melo, o “Laitinho Brega”, e Ciro Santos. De acordo com o parlamentar, os dois colegas de profissão vão auxiliá-lo no desenvolvimento de projetos nas três áreas que pretende focar seu trabalho: humor, cultura e combate e tratamento contra a dependência química.
A escolha dos dois humoristas, segundo o vereador, se deu pela confiança construída ao longo dos 25 anos de amizade entre eles e pelo próprio fato de trabalharem com humor. “São pessoas que trabalharam comigo na campanha inteira, que acreditaram no meu sonho”, acrescenta. Laitinho e Ciro Santos foram os dois coordenadores da campanha de Paulo Diógenes. Além deles, o ator Carri Costa e o psicólogo Tauma Gonçalves de Morais também vão assessorar o parlamentar. “Quis fazer um gabinete para atender todas as pessoas no trabalho que me propus a fazer”, explica.
Paulo Diógenes, no entanto, ressalta que, assim como ele, Ciro e Lailton não estarão na Casa Legislativa como humoristas, mas como cidadãos. “As pessoas imaginam a gente como sendo só humorista na vida, mas nós temos outras facetas. Além do Paulo Diógenes humorista, existe o Paulo cidadão. Um Paulo Diógenes que, há 14 anos, estava na dependência química. Um Paulo que, há quatro anos, montou uma instituição para (tratamento de) dependentes químicos. Nós temos um outro lado, e isso que as pessoas têm que enxergar”, destaca.
Na área dos dependentes químicos, Paulo Diógenes diz que, como vereador, vai lutar pela criação de mais clínicas de internamento em Fortaleza. O parlamentar afirma que também vai sugerir projetos de ressocialização, por meio de cursos e de oportunidades de trabalho. “Não adianta tratar por seis meses dentro de uma clínica, e ele voltar para o mesmo lugar, com aquele vazio, sem meta, sem perspectiva de vida”, justifica. O humorista disse que vai defender ainda trabalhos de assistência social com as famílias dos dependentes, “que também adoecem com eles”.
Na avaliação de Paulo Diógenes, as drogas são problemas bem antigos, mas que só agora os governantes estão se dando conta das graves consequências causadas por ela na sociedade. “As pessoas estão começando a perceber que é uma pandemia”, ressalta. Prova disso, lembra, é que só recentemente o Governo do Estado criou a Assessoria Especial de Políticas Públicas sobre as Drogas – presidida pela ex-procuradora geral do Estado, Socorro França – e o prefeito Roberto Cláudio, a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas, que será presidida por Maria Juliana Sena.
Outro objetivo do parlamentar é propôr ações educacionais por meio de vários tipos de arte. Segundo Laitinho Brega, um dos projetos é o das lonas culturais, por meio do qual a população de vários bairros terá acesso a apresentações artísticas. “A grande ideia é seduzir a droga por meio da arte, do humor e da cultura. Dizem que ela é sedutora, mas nada é mais sedutora do que a arte”, afirmou o assessor parlamentar, acrescentando que ele, Ciro e Paulo Diógenes estão estudando as leis do Município e o regimento interno da Câmara, para que o mandato consiga aprovar muitos projetos.
Para conseguir desenvolver o máximo de ações sem onerar o orçamento do Município, Paulo Diógenes afirma que toda a equipe dele pretende trabalhar com muita criatividade no desenvolvimento dos projetos a serem sugeridos. “Vou fazer aqui a mesma coisa que fiz na minha campanha, que foi sem dinheiro, mas com muita criatividade”, informa. Ele afirma ainda que tanto ele como Laitinho e Ciro Santos vão continuar trabalhando, paralelamente, como humoristas em outros horários. “No meu caso, só vou trabalhar com humor no fim de semana”, finalizou.