Edison Silva

Categoria: Ignorar


11:52 · 08.02.2018 / atualizado às 11:52 · 08.02.2018 por

A Segurança Pública segue no centro das discussões no Plenário da Assembleia, na manhã de hoje. Diante da escalada nos homicídios no Estado, o deputado Carlos Matos (PSDB) disse que está “trabalhando” na elaboração de cinco projetos de lei sobre o tema. Para o tucano, “antes de ter um plano é preciso ter um programa e, antes de ter um programa, é preciso ter uma política”.”Acho que devemos potencializar as ações do bem, precisamos buscar maior integração com os municípios. Dar ocupação aos jovens, temos 50% de evasão no Ensino Médio, toda essa comemoração que o Estado está fazendo é no Ensino Fundamental. Fortalecer a inteligência policial. No Orçamento de 2018, tinha R$ 500 mil para a inteligência da Polícia Civil, eu coloquei uma emenda de R$ 10 milhões e não foi aceita”, reclamou.

Em seguida, ao subir à tribuna, o deputado governista, Ferreira Aragão (PDT), ignorou as cobranças de parlamentares da oposição e disse que não vê “uma coisa nova, só choro e lamúria”. Ele voltou a afirmar que “tudo” o que o governador podia fazer para combater a violência no Estado já foi feito.

“Ele faz o dever de casa, a oposição tem que reconhecer isso. Enquanto o Congresso Nacional não se mobilizar pra endurecer as lei, não vamos resolver nada. Falar por falar, sem trazer uma mísera sugestão… Quem tiver o seu plano de segurança entregue ao Camilo, pode ser que traga uma novidade, mas os que estão falando aqui são café requintado, mesma batidinha de cacau”, minimizou.

 

 

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs