Edison Silva

Categoria: Inclusão


12:20 · 27.03.2018 / atualizado às 12:20 · 27.03.2018 por

A deputada Rachel Marques (PT) foi à tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, repudiar as declarações da desembargadora, Marília Castro Neves, do Rio de Janeiro, que questionou o que professores com Síndrome de Down podem ensinar a alguém.

Ela é a mesma magistrada que publicou notícias falsas sobre a vereadora, Marielle Franco, assassinada no Rio há duas semanas. Rachel lembra que neste mês de março celebramos o Dia Internacional da Síndrome de Down e defendeu a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

“Essa declaração é muito triste, primeiro, porque ela vem de alguém que tem autoridade e poderia utilizar essa autoridade para levar algo bom para a sociedade e utilizar essa autoridade para proteger o cidadão, resguardar os seus direitos e não agir com preconceito, com ódio. Essas declarações só disseminam mais o ódio que a gente tem visto”, critica.

 

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs