Edison Silva

Categoria: Influência


12:21 · 02.08.2018 / atualizado às 12:23 · 02.08.2018 por

O deputado estadual Ferreira Aragão (PDT) alertou para o impacto que o crime organizado pode ter nas eleições deste ano. Em discurso proferido na manhã desta quinta, 2, na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE), o parlamentar afirmou que, em diversas comunidades, não é possível fazer campanha.

“Se você for pedir voto, é assassinado”, declara. De acordo com ele, os criminosos não aceitam a presença de pessoas desconhecidas nas comunidades nas quais atuam, com pessoas correndo o risco de serem mortas por serem confundidas com integrantes de organizações rivais. “É preciso ser muito macho para entrar (nessas comunidades). É preciso não ter medo de morrer”, diz.

Para o parlamentar, o governo federal já deveria ter assumido um maior protagonismo no tema, já que a articulação das facções há muito superou as divisas estaduais.

Em aparte, Manoel Santana (PT) também reconheceu a influência que a criminalidade terá sobre o processo eleitoral. De acordo com ele, não se trata apenas de criminosos impedindo campanhas, mas mesmo apoiando nomes nas disputas para defender seus interesses. “São narcopolíticos que querem apropriar-se dos votos dos pobres”, explica.

Capitão Wagner (Pros), em discurso, afirmou que o País caminha para uma “mexicanização”, com criminosos tendo ampla influência nas eleições, inclusive assassinando candidatos que se contraponham a eles. Entretanto, o parlamentar responsabiliza o governo estadual pela crise da segurança.

 

10:47 · 13.03.2018 / atualizado às 10:47 · 13.03.2018 por

Em artigo na edição do jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira, o jornalista Bruno Boghassian escreveu sobre a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República o seguinte artigo:

Sem aliança forte, Ciro pode ser engolido pelo poder de Lula

Presidenciável atrai voto lulista, mas falta de estrutura política ameaça campanha

Ciro Gomes durante o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência da República
Ciro Gomes durante o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência da República – Sergio Lima/AFP

Ainda que Lula fique de fora da corrida presidencial, a eleição deste ano será marcada por uma dose significativa de lulocentrismo. A migração dos votos do ex-presidente deve definir o candidato que irá ao segundo turno pela esquerda, sob a forma de uma lista tríplice em que despontam Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e, provavelmente,Fernando Haddad (PT).

O virtual sumiço de Marina e o teatro da indecisão petista sobre seu plano B deram fôlego extra a Ciro na largada. O ex-ministro começou a atrair parte dos eleitores fiéis de Lula —incluindo aqueles que apontam o PT como partido de preferência e dizem que votariam no candidato indicado pelo ex-presidente.

Ciente de que não deve obter o apoio formal dos petistas, Ciro decidiu correr por fora: reforçou o discurso para tentar se transformar em herdeiro natural do espólio de Lula.

O presidenciável passou a divulgar uma plataforma econômica que pode atrair empresários órfãos das políticas de incentivo à indústria implantadas pelos petistas, além de sindicatos e trabalhadores do setor.
O ex-ministro tem potencial para se consolidar como alternativa viável a Lula na esquerda, mas precisará reverter sua falta de estrutura partidária e seus recentes atritos com o PT.

Depois de meses de ataques aos petistas, Ciro acentuou suas críticas aos processos judiciais contra Lula, em um esforço claro de alinhamento a seu eleitorado. O pedetista tem 7% das intenções de voto entre aqueles que concordam com a condenação do ex-presidente e 14% no grupo que considera a decisão injusta.

Falta o mais difícil: força política. O PDT é um partido relativamente pequeno, com direito a apenas 33 segundos na propaganda eleitoral e poucos recursos para financiar campanhas —enquanto o PT tem quase o triplo dessa estrutura. Sem alianças, Ciro pode ser engolido pelopoder de influência de Lula e ver um poste do ex-presidente tirar de suas mãos uma vaga no segundo turno.

Bruno Boghossian
Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs