Busca

Categoria: Irregulares


10:13 · 14.11.2012 / atualizado às 10:13 · 14.11.2012 por

O diretor da Guarda Municipal, Arimá Rocha, insatisfeito com a decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que em mais de uma oportunidade considerou irregulares as contas de sua gestão no ano de 2005, o primeiro da administração da prefeita Luizianne Lins, recorreu à Justiça para que o juiz desconstitua a decisão do TCM e cancele a mulga que lhe foi aplicada pelas irregularidades constatadas naquela prestação de contas.

Da primeita decisão sobre a irregularidade das contas dele em 2005, Arimá Rocha entrou com um pedido de reconsideração e o Tribunal de Contas manteve a desaprovação das contas embora tenha reduzido a multa que havia aplicado para R$ 2.128,20. Insatisfeito, ele foi à Justiça e a Procuradoria Geral do Estado está fazendo a defesa da decisão do TCM.