Edison Silva

Categoria: Irregulares


10:13 · 14.11.2012 / atualizado às 10:13 · 14.11.2012 por

O diretor da Guarda Municipal, Arimá Rocha, insatisfeito com a decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que em mais de uma oportunidade considerou irregulares as contas de sua gestão no ano de 2005, o primeiro da administração da prefeita Luizianne Lins, recorreu à Justiça para que o juiz desconstitua a decisão do TCM e cancele a mulga que lhe foi aplicada pelas irregularidades constatadas naquela prestação de contas.

Da primeita decisão sobre a irregularidade das contas dele em 2005, Arimá Rocha entrou com um pedido de reconsideração e o Tribunal de Contas manteve a desaprovação das contas embora tenha reduzido a multa que havia aplicado para R$ 2.128,20. Insatisfeito, ele foi à Justiça e a Procuradoria Geral do Estado está fazendo a defesa da decisão do TCM.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs