Busca

Categoria: Ivo Gomes


09:24 · 03.06.2013 / atualizado às 09:24 · 03.06.2013 por
prefeitura
Os projetos, provavelmente, serão  encaminhados para o Legislativo Municipal até a próxima quinta-feira. FOTO: JL ROSA

A princípio parecia um repeteco desnecessário, mas quando do anúncio de sua indicação para a pasta da Educação em Fortaleza, feita em dezembro do ano passado, o secretário Municipal de Educação, Ivo Gomes, não parava de repetir, ao questionado sobre suas iniciativas para a área, que em primeiro lugar iria se dedicar à leitura, em segundo lugar à leitura, e em terceiro lugar, à leitura.

Passado pouco mais de cinco meses à frente da Secretaria, o gestor já enfrentou muitas dores de cabeça e percebeu o quanto é complicado, e cheio de surpresas, o sistema educacional da quinta maior cidade do País. Apesar dos percalços que têm enfrentado, Ivo Gomes, que se orgulha de ser citado como o salvador da Educação em Sobral, afirma aos quatro cantos, para quem quiser ouvir, que não sai da pasta enquanto não resolver a situação do ensino de Fortaleza, que em recente avaliação do Spaece-Alfa, ficou na penúltima colocação, estando atrás apenas de Parambu. Ele diz que não aguenta uma semana sem trabalhar, por isso até férias tem dispensado.

Aquilo foi um golpe para a gestão da ex-prefeita Luizianne Lins e por consequência, do então Secretário de Educação, Elmano de Freitas, candidato petista derrotado nas urnas no dia 28 de outubro de 2012. E parece ainda que a Prefeitura de Fortaleza está em constante consonância com o que acontece no Governo do Estado, tanto que, passados dois dias do anúncio de concurso para o preenchimento de 3 mil vagas para a Secretaria da Educação do Estado (Seduc), agora é a vez do Município de Fortaleza preparar o seu concurso.

Isso porque o líder do Governo na Câmara Municipal de Fortaleza, Evaldo Lima (PCdoB), deve levar para a Casa até o fim dessa semana, duas mensagens tratando da contratação de pessoal para a Educação. Os dois projetos ainda serão entregues ao presidente do Poder, Walter Cavalcante (PMDB), mas este já anunciou que logo que receba as propostas em sua sala, irá encaminhar imediatamente para apresentação em plenário e, em seguida, para tramitação nas comissões de Legislação e Justiça e de Orçamento.

Se essa mensagem tiver chegado na sexta-feira ou se chegar nesta segunda-feira, eu coloco logo em pauta. Essas mensagens criando condições para que o Município traga o bem para a educação e para as comunidades, nós temos o maior interesse em apressar suas tramitações”, disse ele, afirmando ainda que irá convidar o secretário Ivo Gomes, para que este apresente a proposta aos 43 vereadores da Casa Legislativa.

Para essa semana na Câmara são esperados alguns secretários, além do responsável pela Educação; como a coordenadora de políticas sobre drogas, Maria Juliana Sena; o secretário extraordinário da Copa, Domingos Neto; e a secretária de Saúde, que deverá se dirigir à comissão de Seguridade e da Família, para tratar de alguns temas propostos pelo colegiado. “É importante que o gestor explique à Câmara, como funciona suas pastas, o que não aconteceu na gestão da Luizianne Lins, que não deixava ninguém ir à Câmara”, alfinetou o peemedebista.

ivoA Prefeitura, através de seu concurso irá ofertar 800 vagas para auxiliares de creche que entrarão na vaga dos chamados auxiliares de educação infantil, que atualmente, são todos terceirizados. Já a função de coordenador pedagógico e coordenadores de Centros de Educação Infantil, passará por uma seleção pública, visando o preenchimento de mil vagas. Esses, hoje, também são de terceirizados. Ivo Gomes vai percebendo que além da leitura, é importante também (e como é) trabalhar e modificar, urgentemente, o quadro de pessoal da pasta.

Também está sendo elaborado para breve, um concurso para professores de Educação Física, conforme apurou o blog de política do Diário. Como dito logo acima, a pasta é uma das maiores da atual gestão, visto que abrange um universo de 12 mil professores e 143.031 alunos e aos poucos, o secretário vai “investigando” para saber se determinado cargo existe ou se vai precisar criar algum. A proposta iria ser apresentada pelo próprio Ivo Gomes, que faz questão de ir à Câmara Municipal apresentá-la aos vereadores. Mas por fim, será mesmo entregue pelo líder do Governo.

Com esse concurso e seleção pública, o secretário irá tentar por fim aos inúmeros terceirizados que estão atualmente lotados em diversas unidades de ensino apenas por indicação política, principalmente ocupando cargos de direção de escola e coordenação pedagógica. Por bem ou por mal, o ensino básico em Fortaleza vai passar por uma transformação e terá que entrar nos eixos. Infelizmente, a educação só é preocupação das pessoas na retórica, pois poucos, efetivamente, estão preocupados com as mudanças no modo de ensino, ou pelo menos, acham que o discutir melhorias é algo apenas daqueles responsáveis, de acordo com a Constituição. No entanto, lá diz que a Educação é direito de todos e dever do Estado e da família. Portanto, temos nossa pontinha de culpa estando ela mau das pernas.

Muitos professores, em média, estão interessados apenas em sinecuras e dinheiro, deixando de lado o mais importante que é o ato do educar. Há, evidentemente, aqueles idealistas, que lutam bravamente para mudar tal situação e são esses que irão ajudar a melhorar a situação em que nos encontramos.

Para Ivo, além dos desafios do dia a dia, lhe resta ainda combater a onda de boatarias que frequentemente tem surgido contra ele e a pasta. O mais recente é o de que o concurso público e seleção foram propostos para se tirar o professor do ensino médio da rede Municipal de Ensino, o que é, no mínimo estranho. Aqueles vereadores que têm seus indicados em creches de Fortaleza também irão espernear e brigar muito. Cabe ao secretário ter pulso firme para bater de frente. Isso se quiser, realmente, mudar a realidade da Educação local.

09:24 · 04.06.2012 / atualizado às 09:24 · 04.06.2012 por
Ivo criticou a área de atuação de Elmano de Freitas na Prefeitura. FOTO: TUNO VIEIRA

Depois que o nome do secretário de Educação, Elmano de Freitas, foi escolhido como o candidato do Partido dos Trabalhadores à sucessão de Luizianne Lins, os ataques começaram nas redes sociais. Depois de algumas semanas calado diante à manutenção ou não da aliança PT/PSB, o irmão do governador Cid Gomes, e secretário de Gabinete do Governo do Estado, Ivo Gomes, alfinetou a área em que o escolhido do PT tem administrado desde setembro do ano passado.

Questionando a gestão atual, Ivo afirmou em seu perfil no Facebook, que sete anos da administração petista em Fortaleza, equivalem a apenas seis de aula. Ainda, de acordo com ele, as crianças da Capital perderam um ano inteiro, possivelmente, por conta das paralisações dos professores da rede municipal de ensino.

“Você sabia que se juntarmos os últimos 7 anos na rede pública municipal de educação de Fortaleza, só dá 6 de aula? 1 ano inteiro perdido para as crianças pobres da 5ª Capital do País! Vc acha q isso deve continuar?”, questionou o secretário na rede social.