Edison Silva

Categoria: Juros


11:39 · 06.12.2017 / atualizado às 11:39 · 06.12.2017 por

A Reforma da Previdência voltou a ser debatida, hoje, no Plenário 13 de Maio, da Assembleia Legislativa. O deputado Carlos Felipe (PCdoB) usou a tribuna para alertar que grande parte dos recursos arrecadados pela União, que deveriam ser destinadas para a seguridade social, está sendo utilizada para pagamento dos juros da dívida externa e sendo responsável pelo aumento no déficit previdenciário. Para Carlos Felipe, o problema não está no quadro de servidores públicos.

“Todas as receitas da União que vão para a previdência, assistência social e saúde, uma parte dela é retirada para pagar os juros da especulação financeira dos bancos. O Governo Federal, antes, retirava 20% (da arrecadação para pagamento dos juros da dívida) e passou a retirar, em 2015, 30%. O próprio TCU (Tribunal de Contas da União), só de fraude e sonegação, detectou uma perda de R$ 56 bilhões, só de isenção fiscal, quando o Bradesco adquiriu o Santander, naquela transação, foi de R$ 29 bilhões. Nós, trabalhadores, trabalhamos para pagar os juros de banco privado.”

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs