Edison Silva

Categoria: Lançamento


14:02 · 15.03.2018 / atualizado às 14:02 · 15.03.2018 por

Após ter sido anunciado o arquivamento do pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o narcotráfico no Estado, o deputado Roberto Mesquita (PSD), criticou, hoje, a decisão ao achar que o atual momento de violência é propício para fazer a investigação.

“Estamos vivendo a ditadura da maioria, que impõe à Assembleia, que se esconde debaixo de uma saia de não sei quem e (quer) que não instale a CPI do narcotráfico. O Estado está tomado pelo narcotráfico, cada cidadão em qualquer canto, está a cinco minutos de uma boca de fumo”, sustentou.

Ao responder às críticas de Mesquita, o deputado Tin Gomes (PHS), defendeu que a CPI não se torna mais “essencial”, com o lançamento, hoje, do Centro Regional de Inteligência da Polícia Federal, no Ceará. Ele negou fala de Mesquita e de outros deputados da oposição de que a decisão pelo arquivamento da CPI seja “covardia” por parte dos parlamentares.

“A CPI era essencial, no primeiro momento, agora, que tá sendo lançado o Centro Integrado de Inteligência, para descobrir onde estão os focos, que a Assembleia ia fazer com uma simples CPI? Se a gente não te condição de prender?! Não é medo, é coerência, todos nós somos deputados corajosos, cada um tem as suas delimitações”.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs