Busca

Categoria: Lula no CE


10:35 · 03.08.2016 / atualizado às 10:35 · 03.08.2016 por

 

O governador Camilo Santana, foi aconselhado pelo ex-governador Cid Gomes a ser discreto no seu apoio a Roberto Cláudio, para não dar margem a que Luizianne venha a ser fazer de vítima.
O governador Camilo Santana, foi aconselhado pelo ex-governador Cid Gomes a ser discreto no seu apoio a Roberto Cláudio, para não dar margem a que Luizianne venha a ser fazer de vítima.

Integrantes da mesa do almoço oferecido ao ex-presidente Lula pelo governador Camilo Santana, na última segunda-feira, dentre eles os irmãos Ciro e Cid Gomes, disseram ter sido prazerosa a conversa que envolveu política nacional, a situação do próprio Lula em relação às ações judiciais e as ameaças contra ele e o PT, além da sucessão em Fortaleza. Esta parte foi a mais rápida e partiu do próprio Lula.

Embora não tenha havido qualquer gesto de satisfação de Camilo para Lula quanto à sua decisão de apoiar a campanha de reeleição do prefeito Roberto Cláudio, Lula começou a conversa dizendo compreender a decisão do governador de ficar com o aliado que o ajudou a se eleger governador, mas que também, tanto ele quanto Ciro e Cid deveriam entender a situação dele (Lula) em relação à candidatura de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza.

Lula disse lamentar não ter vindo ao Ceará, na campanha de Camilo, quando ele disputou o Governo com o senador Eunício Oliveira (PMDB), enfatizando sempre a relação de amizade dele (senador) com Lula e a presidente agora afastada Dilma Rousseff. Ciro e Cid Gomes entenderam essa manifestação do ex-presidente como uma satisfação, visto que sua não vinda ao Ceará gerou, naquela oportunidade, um certo desconforto, principalmente pelo fato de o candidato a governador ser um filiado do Partido do próprio Lula.

Sem mais conversa sobre a sucessão de Fortaleza, ficou claro, para os comensais, que Lula já cumpriu sua missão quanto à candidatura petista na Capital cearense e quer manter boa a relação com o governador Camilo Santana e os irmãos Ferreira Gomes.

Sobre a situação da política nacional e especialmente em relação ao PT, Lula reconhece estar sendo um momento muito difícil para ele e sua agremiação que também sofre, no seu sentir, por conta da ingratidão de alguns que se diziam seus amigos.