Busca

Categoria: Mamografia


15:02 · 22.08.2013 / atualizado às 15:02 · 22.08.2013 por

Uma representante do  Ministério Público federal, Lívia Maria de Sousa,  recomendou   aos médicos   do Programa  de Saúde da Família em  Juazeiro do Norte, que  peçam exames de mamografia para todas as mulheres acima de 40 anos, por ter constatado que o equipamento para tais exames, no Hospital Regional do Cariri, está  subutilizado.

Alguns médicos, no exercício do mandato de deputado estadual, ontem, ao tomarem conhecimento  da recomendação da procuradora, ficaram duvidando da veracidade da providência, por considerarem  absurda, uma intromissão indevida, por interferir no trabalho do profissional de medicina a quem cabe decidir se há ou não necessidade de pedir esse ou aquele exame.

Um deles falou na possibilidade de acionar as instituições médicas para protestar contra a indevida interferência no exercício profissional da medicina, sem médico ser.

A Assessoria da Procuradoria da República no Ceará, quarta-feira, encaminhou nota às redações, dando conta da recomendação feita pela procuradora Lívia Maria Sousa. Na íntegra, leia a informação:

“OBRIGATORIEDADE
MPF recomenda que médicos do PSF solicitem mamografia de pacientes com mais de 40 anos
A recomendação foi encaminhada pelo MPF em Juazeiro do Norte à Secretaria de Saúde do Município

 
O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) enviou recomendação à Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, nesta quarta-feira, 21, para que comunique aos médicos que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF) sobre a obrigatoriedade da solicitação do exame de mamografia para todas as pacientes atendidas que tenham idade superior a 40 anos.
 
A procuradora da República Lívia Maria de Sousa, que assina a recomendação, pontua que a Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará realizou inspeção no Hospital Regional do Cariri verificando que o aparelho para realização de mamografia, mesmo estando em excelente estado e apto para uso, está sem utilização.
 
O MPF constatou, a partir de informação prestada pela Central de Regulação do Sistema Único de Saúde, a ausência de fila de espera para realização de mamografia e considera que a provável causa para falta de demanda para o uso do aparelho deve-se ao não encaminhamento dos pacientes da Atenção Básica para a realização de exames preventivos, que deveriam ser solicitados pelos médicos do Programa Saúde da Família.
 
Na recomendação, o MPF requer também que sejam entregues cópias deste documento para todas as Unidades de Saúde da Família de Juazeiro do Norte, devendo a Secretaria de Saúde informar as medidas administrativas adotadas no prazo de 20 dias.
 
Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Ceará
fone: (85) 3266.7457 / 3266.7458
ascom@prce.mpf.gov.br
Twitter.com/mpf_ce”