Busca

Categoria: Mesa da Câmara


10:50 · 08.12.2012 / atualizado às 10:50 · 08.12.2012 por

Ontem, mesmo sem a realização de sessão ordinária na Câmara Municipal, o movimento foi intenso, naquela Casa, ainda na parte da manhã, depois do anúncio, não confirmado, por qualquer das partes, de que o prefeito eleito Roberto Cláudio já teria acertado com alguns vereadores que o presidente do Legislativo municipal, a ser eleito no dia 1º de janeiro, seria o vereador Valter Cavalcante, da bancada do PMDB. O gabinete do atual presidente, vereador Acrísio Sena, foi o ponto mais visitado na manhã passada, com vereadores, inclusive da base aliada de Roberto Cláudio, oferecendo apoio para que ele postulasse a reeleição.
Segundo os comentários, na Câmara, a escolha do nome do vereador Valter Cavalcante teria ocorrido à noite da última quinta-feira, depois de reuniões de Roberto Cláudio com o senador Eunício Oliveira, presidente estadual do PMDB, e posteriormente do prefeito eleito com os vereadores José do Carmo (PSL), Elpídio Nogueira e Salmito Filho, ambos do PSB, todos pretensos candidatos à presidência do Legislativo municipal. A assessoria do futuro prefeito e os vereadores citados não confirmam esse quadro.
Toda movimentação dos vereadores sobre a eleição da futura Mesa Diretora estaria ocorrendo, ontem, depois de o vereador Elpídio Nogueira ter comunicado ao PT que não aceitaria a indicação do nome de Valter Cavalcante para a presidência da Casa e o assessor político da prefeita, Waldemir Catanho ter feito várias ligações para vereadores pedindo voto para um outro candidato, que tanto poderia ser o atual presidente, Acrísio Sena, quanto o próprio Elpídio Nogueira. Nas ligações telefônicas Catanho citava também o nome do vereador José do Carmo como um outro dissidente da base do novo prefeito.
O grupo político da prefeita Luizianne Lins, coordenado por Catanho, diz contar com nove votos para a eleição da Mesa Diretora da Câmara. Algumas reuniões já chegaram a acontecer, inclusive com a participação de Elpídio Nogueira, embora não esteja na relação dos apoiadores de Luizianne. Elpídio já disputou a presidência da Câmara pelo grupo de Luizianne, concorrendo com Salmito Filho, o principal adversário da prefeita na Câmara Municipal.
Interesses
A eleição para a presidência da Câmara Municipal de Fortaleza, nos últimos tempos, tem sido desafio para os prefeitos. Juraci Magalhães, no alto da sua popularidade chegou a ter candidatos seus derrotados na Câmara. Luizianne também foi derrotado, após uma brilhante vitória em 2008. Diferente do processo eleitoral na Assembleia, os vereadores de Fortaleza colocam seus interesses pessoais acima dos políticos e partidários e por isso contrariam os prefeitos.
Ontem, nos corredores da Câmara, integrantes da oposição ao futuro Governo lembravam todas as últimas disputas pela presidência da Câmara ao contestarem o nome do vereador Valter Cavalcante, e em defesa da candidatura à reeleição do atual presidente, vereador Acrísio Sena. Valter não esteve na Câmara e evitou contatos com jornalistas. Segundo ele, até o início da próxima semana será conhecida a chapa de consenso para a Mesa da Câmara, com o aval de Roberto Cláudio.
Elpídio Nogueira também evitou contato com a imprensa. Alguns dos seus colegas, que disseram ter conversado com ele, confirmaram sua disposição de ir para a disputa com o vereador Valter Cavalcante. Salmito Filho, o outro nome apontado como candidato à sucessão de Acrísio Sena e José do Carmo, também interessado na presidência da Câmara buscavam desculpas sempre quando eram abordados sobre a questão.