Edison Silva

Categoria: Metrô


09:39 · 24.03.2018 / atualizado às 09:39 · 24.03.2018 por

 

Eudoro Santana foi um dos palestrantes do evento internacional promovido pela Prefeitura de Fortaleza, no Centro de Eventos, hoje, 23 de março de 2018

Eudoro Santana, Superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), em palestra proferida na manhã de ontem  no 2º Seminário Internacional de Política Públicas Inovadoras Para Cidades, disse que no momento Fortaleza não precisa de ter um metrô, como o que está planejado, ao custo de R$ 8 bilhões.

Segundo Eudoro, esse dinheiro, seria muito melhor empregado se fosse destinado a implementação de obras públicas municipais, na periferia da Capital cearense, para diminuir as desigualdades, consideradas muito grandes.

A manifestação de Eudoro, após provocação sobre quando a Capital cearense precisaria desse sistema de transporte, foi corroborada pelo americano Robert Cervero, especialista em Planejamento de Transportes Sustentáveis, também palestrante do evento. Segundo ele, hoje, em Fortaleza, o metrô não seria sustentável.

11:59 · 08.12.2013 / atualizado às 11:59 · 08.12.2013 por

Da coluna Diário do Poder, assinada pelo jornalista Cláudio Humberto, neste domingo:

Licitação do Metrô de Fortaleza sob suspeita

O Ministério Público e o Tribunal de Contas da União emitiram pareceres contrários ao vencedor da licitação de R$ 2,49 bilhões para a linha leste do Metrô de Fortaleza. O edital bilionário exige da empresa concorrente e do profissional encarregado experiência na construção de túneis e capital de 10% do valor da obra. As empresas do consórcio Cetenco-Acciona, que venceu, não se encaixariam nos pré-requisitos.

19:20 · 02.09.2013 / atualizado às 19:20 · 02.09.2013 por

Por Igor Gadeelha

O governador, na manhã passada, comentou  as investigações do Tribunal de Contas da União (TCU) acerca do suposto superfaturamento triplo das obras da linha sul do Metrô de Fortaleza entre 1999 e 2013 é assunto “absolutamente superado”. De acordo com ele, o sobrepreço inicial investigado de 23% já foi reduzido para 4%, após o Tribunal ouvir as justificativas das empresas. Ele também fez questão de ressaltar que a licitação não foi feita durante seu Governo.
Apesar de elogiar o trabalho do TCU, Cid cogitou que funcionários podem ter se enganado ao avaliar os contratos da licitação. “O TCU é feito por pessoas, não tem nenhum gênio. São técnicos muito bem preparados. O Concurso do Tribunal é muito rigoroso. São pessoas, como regra, sérias, bem intencionadas, mas são humanas. Quando examinam um contrato, vêm com a meta de procurar superfaturamento, procurar coisa errada”.
Na parte da tarde, após a entrevista concedida por Cid, o TCU, no entanto, divulgou nota informando que nova fiscalização do Tribunal nas obras de implantação da linha sul aponta que não foram adotadas medidas para correção das irregularidades identificadas anteriormente. Segundo o ministro-relator do caso, Raimundo Carreiro, a empresa responsável pelos serviços “persiste” no desrespeito aos limites relativos a supressões e acréscimos de serviços estabelecidos em contrato.

11:29 · 02.06.2013 / atualizado às 11:30 · 02.06.2013 por

Nota na Coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, deste domingo, diz que empresas paulistas e cariocas vão contestar a licitação feita pelo Governo do Ceará, para a construção da linha Leste do metrô, em razão do modelo do certame e sobre a qualificação de uma das empresas que formaram o consórcio vencedor.  Leia a íntegra das notas:

 

“Reação o 1 Empresas do eixo São Paulo-Rio estudam ir à Justiça contra a licitação da Linha Leste do metrô de Fortaleza, orçada em R$ 2,5 bilhões. Questionam o modelo de um lote só para a obra.

Reação 2 Além disso, as empresas argumentam que a construtora Marquise, que integra um dos cinco consórcios que disputam a obra, em parceria com Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, não tem qualificação para o projeto.

Memória A Marquise construiu o hospital de Sobral, cuja fachada desabou em fevereiro, semanas depois de um show de inauguração com Ivete Sangalo que custou R$ 650 mil ao Estado”.

17:38 · 14.06.2012 / atualizado às 17:38 · 14.06.2012 por

O governador Cid Gomes permaneceu o dia de ontem ainda despachando de casa por estar se recuperando de uma gripe. O seu Gabinete, no entanto, comandado agora por Danilo Serpa, em substituição a Ivo Gomes, que voltou para a Assembleia Legislativa, passou o dia ultimando os preparativos para a inauguração de parte do Metrô de Fortaleza, a acontecer na tarde de amanhã, sexta-feira, com a saída do primeiro trem de Maracanaú para a estação em Parangaba, na Capital cearense.

O governador viaja logo cedo, amanhã, para participar de um evento em Brasília, juntamente com outros governadores de estados brasileiros com a presidente Dilma Rousseff. Ele sairá de lá na hora do almoço para chegar às 15 horas em Maracanaú.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs