Edison Silva

Categoria: Notícia falsa


14:26 · 25.04.2018 / atualizado às 14:26 · 25.04.2018 por

Denúncia levada à tribuna, ontem, pelo deputado Capitão Wagner (PROS), de que a Prefeitura de Acarape havia, supostamente, nomeado para o cargo de assessor da administração, um criminoso, ligado à facções criminosas, foi contestada, hoje, pelo deputado Evandro Leitão (PDT).

O líder do Governo na Casa disse que o documento levado à tribuna e que se espalhou nas redes sociais, trata-se de uma “fake news”, ou seja, uma notícia falsa. Segundo Evandro, a portaria publicada no Diário Oficial do Município se trata, na verdade, da nomeação do secretário municipal de segurança.

“A portaria falsa é produto de acirramento político, a Prefeitura de Acarape jamais nomeou nenhum sujeito, chamado Rafael Fininho, isso é uma mentira da oposição. Essa fraude tosca foi replicada aqui por um parlamentar, que não quis verificar a veracidade, embora tenha afirmado que o fez. Querem usar uma estratégia para se capitalizar, eleitoralmente. Será que um pleito eleitoral pode tudo”, questionou.

Segundo Evandro, foi feita uma “montagem grosseira” com a Portaria e que está baseado em “informações, em dados. A própria Prefeitura publicizou uma nota de esclarecimento”, defendeu. Ele disse que se a informação fosse verdade, não teria ido à tribuna. Evandro Leitão é votado em Acarape.

12:40 · 29.11.2017 / atualizado às 12:55 · 29.11.2017 por

Um dia depois de deputados aliados ao prefeito Ivo Gomes (PDT) – cujo mandato foi cassado por suposta compra de voto durante a eleição de 2016 – terem saído em defesa dele na Assembleia Legislativa, apontando “erros” do juiz que proferiu a decisão, o deputado Capitão Wagner (PR) disse hoje na tribuna da Casa, que essa é uma “tentativa de fazer com que a opinião pública considere ser uma perseguição” contra Ivo. Para o parlamentar, o juiz foi benevolente em sua decisão.

Durante seu discurso, Wagner reproduziu uma suposta publicação do ex-governador Cid Gomes (PDT) no Twitter, irmão de Ivo, apontando que o juiz que proferiu a decisão era ligado ao senador Eunício Oliveira (PMDB), até então adversário político de seu grupo. No entanto, o deputado Danniel Oliveira (PMDB), nesse momento, fez questão de esclarecer o episódio e dizer que aquela publicação é, na verdade, um “fake news” e que o perfil em questão não pertence a Cid Gomes. Distante do microfono, Daniel disse ter conversado com Cid Gomes, sobre o assunto, nesta manhã de quarta-feira.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs