Edison Silva

Categoria: Ordem de serviço


10:18 · 02.10.2013 / atualizado às 10:18 · 02.10.2013 por

Por Miguel Martins

A assinatura da ordem de serviço para início das obras do último trecho do projeto de integração do Rio São Francisco foi o tema abordado em sessão ordinária, ontem, pelo deputado Dedé Teixeira (PT), na Assembleia Legislativa. Segundo disse, os investimentos da ordem de R$ 580 milhões garantirão a conclusão de todas as etapas até o ano de 2015.
“Dessa forma teremos água do rio alimentando todas as bacias do projeto de interligação no Ceará, proporcionando ao Estado, com o cinturão das águas, uma reserva hídrica para os próximos 100 anos”, declarou o petista.
Conforme informou, o Nordeste tem capacidade de armazenamento de 37 milhões de metros cúbicos de água, e ainda assim enfrenta problemas com a estiagem. “Nós sabemos da importância desse projeto para o Estado do Ceará. O Nordeste é a região de semiárido mais açudada do mundo e apesar disso ainda existem muitos problemas”, disse.
O parlamentar lembrou ainda que a geração de mais de 8 500 empregos até o ano 2015 colocam a proposta como uma das mais importantes para desenvolvimento do Estado. Ele ressaltou ainda que o empreendimento garantirá benefício para mais de 12 milhões de pessoas no Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba. “Esse projeto é uma das ações mais importantes como obra estruturante no âmbito da política nacional de recursos hídricos, tendo como meta melhorar a condição daqueles estados que vivem em seca”, ressaltou.
Segundo o deputado, a decisão de Cid Gomes de iniciar as obras do Cinturão das Águas, com o objetivo de interligar todos os rios do Estado foi um ponto positivo para o Governo do Estado. O petista também criticou a atitude de alguns opositores que criticam as ações do Governo Federal, tentando passar a informação de que as obras não serão concluídas.
O deputado Leonardo Pinheiro disse que é “extremamente lamentável” que os motivos para as águas não estarem abastecendo os estados do Nordeste são baseados apenas na burocracia. “Esse é um projeto de uma engenharia extremamente moderna e essa água irá garantir o consumo humano que está prejudicado. Vai garantir o consumo dos animais e a diversificação das cadeias produtivas do Interior. É uma obra que vai causar um impacto no Estado do Ceará”.
O Projeto de Integração do Rio São Francisco, conforme relatou Teixeira, faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. Com conclusão prevista para 2015, o empreendimento pretende garantir a segurança hídrica de mais de 390 municípios, localizados nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs