Edison Silva

Categoria: Participativo


09:39 · 08.12.2014 / atualizado às 09:39 · 08.12.2014 por

Não rendeu, o que esperavam os aliados do governador eleito Camilo Santana, o encontro deste com os presidentes de partidos envolvidos na sua eleição, porquanto não avançou na parte referente à participação de cada um deles na futura gestão.

Foi menos genérico do que a reunião coletiva, anteriormente feita com esses mesmos personagens. Camilo insiste na promessa de governar com os partidos, com os deputados e com a sociedade civil, a ser representada por um conselho posteriormente definido. Seria um Governo participativo.

Um sonho que a realidade política brasileira ainda não permitiu que viesse a ser concretizado. Muitos discursos já proferidos, ao longo dos últimos anos, sempre em inícios de administrações municipais, estaduais e até a nacional, estabelecendo esse diálogo como uma prioridade dos governantes, mesmo sabendo que os aliados, quase sem exceção, só estejam interessados mesmo é na divisão dos cargos e outros benefícios que lhes permitam mostrar importância perante o eleitorado, pouco importando, no fundo, com o sucesso da gestão em termos de resultados, o inverso do que almeja o chefe daquele Executivo.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs