Edison Silva

Categoria: PCdoB e DEM


09:54 · 19.01.2017 / atualizado às 09:54 · 19.01.2017 por

 

Chico Lopes (PCdoB) defende que a reeleição do deputado Rodrigo Maia, do DEM, alegando que ele faz uma boa administração na presidência da Câmara Federal Foto: Agência Câmara
Chico Lopes (PCdoB) defende que a reeleição do deputado Rodrigo Maia, do DEM, alegando que ele faz uma boa administração na presidência da Câmara Federal Foto: Agência Câmara

Na edição de hoje do jornal Folha de S.Paulo, o deputado federal cearense  Chico Lopes, justifica a adesão dos deputados federais do PCdoB à reeleição do deputado Rodrigo Maia, do DEM do Rio de Janeiro, para a presidência da Câmara dos Deputados, no início dos trabalhos daquela Casa legislativa em fevereiro.

Leia a informação:

A bancada do PC do B decidiu apoiar a candidatura à reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a presidência da Câmara. O martelo foi batido após reunião nesta quarta-feira (18), em São Paulo.

Segundo integrantes da legenda, houve divergência entre os 12 deputados que representam a sigla na Casa, mas o apoio a Maia convenceu a maioria. “Nós vamos fechar com o Rodrigo Maia. Achamos que a formação da Mesa da Câmara não é uma disputa partidária. Entendemos que ele tem feito uma administração correta e que vai respeitar a proporcionalidade”, afirmou o deputado Chico Lopes (Pc do B-CE).

A maioria dos integrantes da legenda já havia apoiado a eleição de Maia, em julho do ano passado, para o mandato tampão de seis meses, após a renúncia do ex-deputado Eduardo Cunha.

A sinalização de que a sigla irá novamente com o deputado cria embaraço para parte de seus integrantes. O PC do B foi um dos partidos mais críticos ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Seus líderes tratam o afastamento da petista como um “golpe”. Maia, por sua vez, foi linha de frente da articulação da cassação de Dilma e é aliado de Temer e do PMDB.

“O que queremos é uma gestão administrativa correta da Câmara. Sabemos que ele é ligado ao presidente da República, mas achamos que ele teve um comportamento de um bom dirigente da Casa. Votamos nele sem a esperança de que vai fazer pauta comunista, ou de esquerda. Mas esperando que ele continue agindo como vem fazendo, respeitando a proporcionalidade, colocando a Câmara num patamar mais elevado”, finalizou Chico.

A decisão do PC do B é um revés para a candidatura do deputado André Figueiredo (PDT-CE), que nasceu como representante da oposição na Casa. Ele ainda torce para ter o apoio formal do PT, segunda maior bancada da Câmara, com 57 deputados. A sinalização, porém, ainda não veio e parte dos parlamentares da sigla admite preferência por Maia.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs