Busca

Categoria: Penitenciárias


12:16 · 04.04.2018 / atualizado às 12:16 · 04.04.2018 por

O terceiro vice-presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Paulo Martins (PRTB), foi à tribuna da Casa na manhã desta quarta, 4, para defender que o Supremo Tribunal Federal (STF) negue habeas corpus ao ex-presidente Lula da Silva (PT), na sessão dos integrantes daquela Corte que acontecerá na tarde de hoje. “A gente espera que, mais tarde, o Brasil não passe novamente por essa decepção”, diz. De acordo com ele, a decisão concedendo um salvo conduto ao ex-presidente “seria um grande retrocesso para o Judiciário, com uma repercussão extremamente negativa. São anos e mais anos para que um réu possa cumprir a pena”, diz.

O parlamentar afirma que o Judiciário é um dos poderes que ainda preserva alguma credibilidade junto à população, apesar de reconhecer que há também irregularidades envolvendo magistrados. De acordo com o vereador, o julgamento desta quarta “é um momento que realmente coloca em xeque o Judiciário”. Ele afirma que, caso o STF reforme o entendimento sobre a execução da pena, criminosos violentos que ainda pudessem apresentar recursos também acabariam voltando para as ruas. “Vamos ter que abrir a porta das cadeias públicas e penitenciárias”, diz.