Edison Silva

Categoria: Penitenciárias


12:16 · 04.04.2018 / atualizado às 12:16 · 04.04.2018 por

O terceiro vice-presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Paulo Martins (PRTB), foi à tribuna da Casa na manhã desta quarta, 4, para defender que o Supremo Tribunal Federal (STF) negue habeas corpus ao ex-presidente Lula da Silva (PT), na sessão dos integrantes daquela Corte que acontecerá na tarde de hoje. “A gente espera que, mais tarde, o Brasil não passe novamente por essa decepção”, diz. De acordo com ele, a decisão concedendo um salvo conduto ao ex-presidente “seria um grande retrocesso para o Judiciário, com uma repercussão extremamente negativa. São anos e mais anos para que um réu possa cumprir a pena”, diz.

O parlamentar afirma que o Judiciário é um dos poderes que ainda preserva alguma credibilidade junto à população, apesar de reconhecer que há também irregularidades envolvendo magistrados. De acordo com o vereador, o julgamento desta quarta “é um momento que realmente coloca em xeque o Judiciário”. Ele afirma que, caso o STF reforme o entendimento sobre a execução da pena, criminosos violentos que ainda pudessem apresentar recursos também acabariam voltando para as ruas. “Vamos ter que abrir a porta das cadeias públicas e penitenciárias”, diz.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs