Edison Silva

Categoria: Periferia


08:59 · 24.10.2017 / atualizado às 08:59 · 24.10.2017 por

Por Renato Sousa

O segundo vice-presidente da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), Didi Mangueira (PDT), criticou, em entrevista ao Diário do Nordeste, a iniciativa da Caixa Econômica Federal de transferir a agência do bairro Bom Jardim. De acordo com o parlamentar, não é aceitável “que um bairro do tamanho do Bom Jardim fique sem um agência bancária”.

De acordo com o parlamentar, a ideia é transferir a agência para a Av. Osório de Paiva, nas proximidades do terminal do Siqueira. Ele declara que representantes do banco informaram-no que a nova sede manteria o nome de “Agência Grande Bom Jardim”. Para o trabalhista, isso não passaria de um “prêmio de consolação”, já que o novo endereço seria no bairro Vila Peri.

O parlamentar declara que deve ir a Brasília esta semana para tentar reunir-se com os senadores Tasso Jereissati (PSDB) e Eunício Oliveira (PMDB) para que eles ajudem a pressionar o banco estatal a reverter a decisão. Ele diz que focará o diálogo nos dois por terem maior interlocução com o governo federal. O terceiro senador cearense, José Pimentel (PT), é integrante da oposição ao Planalto. Ele espera contar com o apoio tanto da CMFor quanto da Prefeitura no esforço pela manutenção do equipamento.

Em nota, a Caixa Econômica confirmou a transferência. De acordo com o banco, o atual prédio tornou-se pequeno para a demanda. “A unidade atual, que fica na avenida Oscar Araripe, 300, tem uma área de 420m² e não possui estacionamento. O novo prédio fica na avenida General Osório de Paiva, 2.441, a 1,5 km de distância, possui uma área de atendimento de 660m², estacionamento amplo e é bem perto do terminal de ônibus, permitindo mais comodidade, conforto e segurança para a população”, declara o texto.

Segundo o banco, a transferência não teria impacto nos usuários, que não teriam suas contas automaticamente transferidas para a nova sede. “Todos os clientes estão sendo informados da mudança. O esforço da Caixa é para aprimorar as condições de atendimento e conforto à clientela da região”, finaliza o texto. Entretanto, para Mangueira, os impactos são evidentes. Ele declara, inclusive, que há um movimento entre os comerciantes da região para encerrar suas contas caso a agência seja de fato levada para uma nova sede. O vereador pede que seja dado um prazo de seis meses para que se encontre um terreno no bairro que possa receber uma agência maior do banco.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs