Busca

Categoria: Petista exonerado


14:21 · 12.06.2012 / atualizado às 14:21 · 12.06.2012 por
Cid Gomes não atendeu as ligações de Antônio Carlos que enviou mensagem informando sua saída da secretaria. FOTO: JOSE LEOMAR

Até parece que o governador  Cid Gomes (PSB), realmente, não gosta de atender ligações de petistas. Durante alguns dias a prefeita Luizianne Lins (PT) reclamou que ligava para o governador, mandava mensagens no seu celular e ele não a atendia.

Na manhã desta terça-feira, depois de tentar por sete vezes falar ao telefone com o governador, o ex-deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa, Antônio Carlos, anunciou ao governador, através de mensagem de celular, que estava saindo da Secretaria de Cultura do Estado, nomeado na última terça-feira, substituindo o Professor Pinheiro que estava de volta para a Assembleia a fim de não se tornar inelegível para a disputa municipal deste ano, quando se cogitou que ele poderia ser um nome para unir o PT e o PSB.

Mal assumiu a Secult e já entregou o cargo. Segundo ele, a decisão tomada se deu, devido a posição do Partido Socialista Brasileiro (PSB), de lançar candidatura própria, rompendo assim, com o processo que, de acordo com Antônio Carlos, estava sendo construído para manutenção da aliança PSB/PT.

“Fiquei em uma situação difícil de permanecer na secretario do Governo. Fui líder do Governo e secretário sustentado nessa aliança polítca, então fica estranho continuar”, afirmou o petista, salientando ainda que agradeceu à Cid pela oportunidade de ter trabalhado por uma semana como gestor da pasta da Cultura.

No entanto, Cid Gomes  não respondeu à mensagem de Antônio Carlos, ainda que o petista garanta que a sua decisão é irrevogável, que não tem mais volta. O ex-líder do Governo, que também é vice-presidente do PT estadual, poderia ser o nome de consenso entre PT e PSB, uma vez que esteve interligando as duas legendas na Assembleia. Mas não foi dessa vez.

O ex-parlamentar disse estar à disposição de Luizianne Lins para qualquer coisa. E esse qualquer coisa, poderá ser a Secretaria Municipal de Educação, no lugar deixado pelo candidato do PT à eleição, Elmano de Freitas.