Busca

Categoria: Poço profundo


14:54 · 05.06.2017 / atualizado às 15:26 · 05.06.2017 por

 

O governador Camilo Santana disse hoje que tem lugar, no Ceará, que se cava poço profundo e não tem água, e quando tem a água é salobra Foto: Kléber A. Gonçalves

O governador Camilo Santana, nesta segunda-feira (5), falou por 55 minutos de improviso (ele deixou de lado a palestra que a assessoria tinha preparado para ele) para uma plateia de centenas de prefeitos e secretários municipais, acompanhados de deputados estaduais e federais, no Centro de Eventos, em Fortaleza, no encontro de prefeitos, uma parceria do Diário do Nordeste com a Prática Eventos e outros parceiros.

Camilo começou falando sobre o problema Hídrico do Estado, em consequência de seguidos anos de seca e um inverno fraco em 2017, insuficiente para recarregar os principais açudes do Ceará, inclusive os responsáveis pelo abastecimento da população da Região Metropolitana de Fortaleza, superior a 3 milhões de habitantes.

Ele reclamou da paralisação e consequente atraso nas obras de Transposição de Águas do São Francisco, bem como da dificuldade atender as mínimas condições de abastecimentos de algumas populações interioranas.

Segundo o governador “tem Município (no Ceará) que cava poço profundo e não tem água. Quando tem a água e salobra. Enfim, tem que se buscar água distante dali”. Ele falou das suas ações para minimizar o sofrimento dessas populações.

Amanhã, Camilo novamente deve estar com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, tratando do problema hídrico no Ceará.  As obras da Transposição agora estão paradas por conta de uma ação judicial proposta por uma das empresas insatisfeita com o resultado da licitação da parte final da obra, exatamente a que interessa aos cearenses.