Busca

Categoria: PPP


09:09 · 27.02.2015 / atualizado às 09:14 · 27.02.2015 por

A construção do hospital da Região Metropolitana de Fortaleza anunciada, há algum tempo por representantes do Governo do Estado, e reafirmada pelo governador Camilo Santana, nos muitos pronunciamentos que fez no curso da campanha eleitoral do ano passado, vai ficar sob a responsabilidade de um consórcio de empresas integrado pela Construtora Marquise, PB Construções e Vivante.

A Parceria Público Privada foi anunciada pela assessoria da Construtora Marquisa, na publicação que encaminha para jornalistas e outras personalidades da área de atuação da empresa. Segundo o anúncio, o consórcio “será o responsável pela construção, aquisição de equipamentos médicos de imagem e operação do Hospital Regional Metropolitano do Ceará”, que ficará localizado em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Diz ainda o informativo da Marquisa que “a planta prevê uma moderna estrutura com 37 mil m² de área construída, e um total de 432 leitos que beneficiarão cerca de cinco milhões de pessoas”.

Esse modelo de Parceria Público Privado para a construção do Hospital Regional Metropolitano é o primeiro que o Estado faz depois de ter construído três outros hospitais regionais ao longo do Governo Cid Gomes, encerrado no último dia do ano passado.

Cid construiu, por administração direta do Estado, os hospitais regionais de Juazeiro do Norte, de Sobral e de Quixeramobim  A administração desses equipamentos também é direta, estando a cargo da Secretaria de Saúde.

Não há mais detalhes, até agora, sobre a Parceria Público Privada para construir e administrar o hospital estadual em Maracanaú.