Busca

Categoria: Predial


08:59 · 17.08.2016 / atualizado às 08:59 · 17.08.2016 por

Por Suzane Saldanha

 

Vereador Acrísio Sena destaca, na sessão da Câmara Municipal, manchete do Diário do Nordeste, edição de ontem, sobre inspeção predial FOTO: JL Rosa
Vereador Acrísio Sena destaca, na sessão da Câmara Municipal, manchete do Diário do Nordeste, edição de ontem, sobre inspeção predial FOTO: JL Rosa

A informação de que mais de 90% dos imóveis na Capital não têm inspeção predial foi alvo de cobrança e críticas, ontem, na Câmara Municipal. Em pronunciamento, o vereador Acrísio Sena (PT) chamou atenção do Poder Executivo para a importância da implementação imediata da lei de inspeção predial, aprovada na Casa Legislativa e sancionada pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT).
Ressaltando matéria publicada no Diário do Nordeste ontem, Sena apontou que o alto número de imóveis de Fortaleza sem inspeção representa um risco para a população da cidade.
Conforme a publicação, a Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) apontou que, de janeiro a agosto deste ano, foram emitidos em Fortaleza somente 119 Certificados de Inspeção Predial (CIPs). “São cerca de 250 mil imóveis, dos quais apenas 119 possuem a documentação. E isso traz uma permanente preocupação”, apontou o vereador.
Para ele, a situação é mais agravada com a atitude da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de prorrogar os efeitos da lei e, consequentemente, a fiscalização para junho de 2017. “E até lá, se por ventura acontecer algum contratempo, como é que fica a população?”, questionou.
O vereador lembrou dos casos de desabamento na Capital em razão da ausência de manutenção preventiva ou por irregularidades nas obras. Sena lamentou o desabamento de uma loja de importados no Centro de Fortaleza que matou duas crianças e deixou outras quatro pessoas feridas há um ano. E o acidente, no Meireles, em que dois operários morreram e um ficou ferido em março de 2015.
Reforçando a cobrança para cumprimento da lei municipal, Acrísio Sena informou que está aguardando a realização de uma audiência pública com o chefe do Executivo para debater este assunto.
“Nós vamos continuar na luta cobrando que o Executivo faça essa fiscalização e coloque a lei em prática. Ela já está em vigência e precisa ser posta em prática, portanto defendemos a implementação imediata da lei de inspeção predial”, salientou.