Edison Silva

Categoria: Prejuízos


12:38 · 19.06.2018 / atualizado às 12:38 · 19.06.2018 por

O vereador Iraguassú Filho (PDT) foi à tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza, na manhã passada, para criticar a decisão do governo federal de destinar recursos que originalmente iriam para os ministérios da Cultura e do Esporte para o recém-criado Fundo Nacional de Segurança Pública. De acordo com o parlamentar, o governo age certo ao puxar para si mais responsabilidade na área de segurança pública, mas é inaceitável que isso seja feito às custas das duas áreas. “Foi designado dinheiro para a repressão, que atua na consequência, quando a Cultura e o Esporte trabalham na prevenção”, diz o parlamentar.

Os recursos que abastecerão  o fundo – e que costumavam ir para Cultura e Esporte – sairão primordialmente das loterias federais. Estimativas apontam que, na área do esporte, a perda para a pasta federal pode chegar a R$300 milhões e outros R$200 milhões para as secretarias estaduais. O parlamentar lembra que o próprio Ministro da Cultura, Sérgio Leitão, fez críticas e diz que ele pode deixar o cargo. Iraguassú afirma que a medida soma-se a outras do governo federal que ele considera nocivas, sem citar exemplos. “Não vou me calar diante de tanta irregularidade e ações que vem trazendo prejuízos para a população de Fortaleza”, diz.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs