Busca

Categoria: Prisão


11:21 · 15.06.2012 / atualizado às 13:57 · 15.06.2012 por

O desembargador Darival Beserra Primo, relatou do processo crime contra o prefeito de Ipu, Sávio Pontes, no Tribunal de Justiça do Ceará, depois de algum tempo atendeu ao pedido do Ministério Público estadual, ontem, decretou a prisão do prefeito. Hoje, pela manhã, naquela cidade, o promotor Luiz Alcântara comandou, com policiais militares, o cumprimento da decisão que mandava prender, além do prefeito Sávio Pontes (PMDB) várias outras personalidades da administração daquele Município.

Sávio, no entender de promotores que trabalharam no caso, é um dos  implicados no caso de desvio de recursos do Estado para a construção de banheiros em residências pobres daquela cidade. Seu afastamento do cargo e a prisão preventiva havia sido pedido ao Tribunal de Justiça faz alguns meses. Até este momento os policiais ainda não conseguiram prendê-lo, mas prossegue a busca para alcançá-lo.

CONVENÇÃO

O prefeito Sávio Pontes, que continua sendo procurado por policiais militares, civis e promotores de Justiça do Ceará, deveria ter o seu nome hologado em convenção do PMDB, marcada para hoje, naquele Município, para ser candidato à reeleição.  Com certeza ele não irá comparecer, pois está escondido em algum lugar, dizem na Serra da Ibiapaba, de onde ele ia sair para chegar na convenção.

Nada impede de o seu nome, mesmo ele estando sendo procurado pela Polícia, por ter tido sua prisão preventiva decretada pelo desembargador Darival Beserra Primo, ser homologado como candidato novamente a prefeito de Ipu.