Busca

Categoria: Propaganda na TV


10:10 · 23.09.2012 / atualizado às 10:10 · 23.09.2012 por

Os dez candidatos a prefeito de Fortaleza começam a apostar em novos temas durante horário eleitoral gratuito na televisão. Se saúde e educação eram temas predominantes nas propostas dos postulantes, agora, outras temáticas têm vindo à tona na Capital.
O candidato Roberto Cláudio (PSB), por exemplo, priorizou, na última semana, ações voltadas à juventude. Ele garante que irá criar centros de qualificação para 10 mil jovens e 25 mil vagas no cursinho Pró-Enem. Além disso, prometeu ampliar as áreas de lazer nos bairros de Fortaleza. Roberto Cláudio também continua afirmando que dará continuidade à construção dos Cucas, já iniciada pela Prefeitura de Fortaleza.
Já Elmano de Freitas (PT) focou os investimentos em educação e repetiu as propostas de duplicar o número de creches, ampliar a educação integral, criar centros de formação dos professores e promover inclusão digital. A presidente Dilma Rousseff apareceu, nesta semana, pela primeira vez em vídeo no horário eleitoral do petista, mas a gravação não faz referência direta a Elmano, e sim um pronunciamento da presidente.
O discurso de Heitor Férrer (PDT) tem sido direcionado à disputa entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo de Fortaleza. Com isso, o pedetista tem ressaltado a importância do “voto independente”. Inácio Arruda (PCdoB) alfinetou os candidatos “da máquina” ao afirmar que Dilma, Lula e Cid não sentarão na cadeira de prefeito. Ele também prometeu a criação de seis centros de tratamentos de dependência química e valorização do servidor público.
O postulante do PSDB, Marcos Cals, disse, em seu programa eleitoral, que criará o cartão Vida Melhor, que dará um complemento, além do Bolsa Família, para as famílias que vivem na extrema pobreza. O valor seria de R$ 70 por pessoa. Já o pleiteante André Ramos (PPL) promete criar uma companhia 100% pública do município para gerenciar a distribuição de água e esgoto, já que, segundo ele, a Cagece não dá conta dessas tarefas na cidade.
Moroni Torgan (DEM) continua investindo no tema da segurança, garantindo que criará a Guarda Comunitária, com cinco mil profissionais, sendo responsável pela vigilância 24h. Conforme o candidato declarou, o investimento necessário para a implementação dessa ação está orçado em R$ 40 milhões por ano. Moroni também garantiu a criação de seis clínicas de especialidades médicas e uma de fisioterapia próximas aos terminais de ônibus.
O candidato do PRTB, Valdeci Cunha, atacou a prefeitura, pela falta de celeridade na execução das obras, mas elogiou o Governo do Estado, enaltecendo a rapidez da obra do estádio Castelão. Francisco Gonzaga (PSTU) tem investido na proposição de conselhos populares para fazer auditorias nas ações executadas pela Prefeitura de Fortaleza.
Sempre com o discurso de uma “nova política”, Renato Roseno (PSOL) aposta no ataque mais direto a algumas ações da prefeitura e do governo estadual, como as remoções por conta da Copa do Mundo, construção do Acquário e áreas sem saneamento básico. O candidato também apresentou um vídeo da última greve dos professores da rede estadual, que ocuparam a Assembleia Legislativa com palavras de ordem contra o governador Cid Gomes.

14:46 · 22.08.2012 / atualizado às 14:46 · 22.08.2012 por

A primeira aparição dos dez candidatos à Prefeitura de Fortaleza, na propaganda eleitoral gratuita, na televisão, aconteceu agora à pouco. Seguindo a ordem definida no sorteio feito pelo juiz da propaganda eleitoral, o candidato Valdeci Cunha (PRTB) foi o primeiro a falar e a fazer críticas à administração da prefeita Luizianne Lins. Renato Roseno (PSOL) e Francisco Gonzaga (PSTU), também criticaram diretamente à administração municipal. Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio fizeram um programa contando suas trejetórias de vida e foram saudados pelas principais lideranças que os apoiam: Luizianne Lins, Ciro e Cid Gomes.  Elmano chegou a mostrar uma série de fotos e em uma delas ele aparece cumprimentando o ex-presidente Lula.

Moroni Torgan (DEM) também falou dele próprio e de seu desejo de ser prefeito da Capital, sendo esta a quarta vez que disputa a Prefeitura. Marcos Cals (PSDB) enfatizou sua posição de verdadeiro oposicionista e fez promessas para um seu futuro Governo. André Ramos (PPL) também apresentou-se ao eleitorado. Inácio Arruda (PCdoB), enfatizou a necessidade de mudança e Heitor Férrer (PDT) prometeu criar a Secretaria Municipal de Segurança. 

Os programas da televisão repetiram todas as falas dos programas que os candidatos apresentaram no rádio.