Busca

Categoria: Rádio e televi~são


09:24 · 13.08.2012 / atualizado às 09:24 · 13.08.2012 por

O juiz coordenador do comitê de fiscalização da propaganda eleitoral em Fortaleza, Sérgio Luiz Arruda Parente, adiou para esta segunda-feira, às 16h30min, a audiência pública que havia marcado para ontem, com o propósito de redistribuir o tempo da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Embora os representantes de vários partidos tenham comparecido a audiência foi adiada porque não foi possível acessar o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que faria a distribuição.
A audiência pública estava marcada para as 10 horas de domingo e depois de meia hora de espera e várias tentativas o juiz Sérgio Parente, sugeriu o adiamento para hoje, o que foi aceito pelos advogados dos partidos. Ontem terminava o prazo para os juízes fazerem a distribuição do tempo que cada partido ou coligação terá direito a utilizar na propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão para a eleição de prefeito e de vereador.
À imprensa ele explicou as razões de redistribuição do tempo que havia sido definido durante audiência pública realizada na última quinta-feira. Esclareceu que a audiência do dia nove foi realizada no expediente da manhã e à noite o TSE baixou uma resolução definindo a quantidade de deputados federais de cada partido para efeito da divisão do tempo de propaganda e dos recursos do Fundo Partidário.
De conformidade com a resolução do TSE houve alteração em algumas bancadas partidárias, principalmente na do Partido Socialista Democrático (PSD). Então, para dar cumprimento à lei, era necessário fazer uma nova distribuição.