Edison Silva

Categoria: Reforma Po9lítica


20:28 · 31.03.2013 / atualizado às 20:28 · 31.03.2013 por

Pelo compromisso do novo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, a partir da próxima semana os deputados voltarão a discutir a proposta de Reforma Política, tema recorrente nos anos que  antecedem eleições no território nacional. E pela antecipação dos debates, fora do plenário daquela Casa do Congresso Nacional, sem dúvida vai ser mais uma tentativa frustrante, essa de votar a Reforma. Quando muito, pode ser aprovado uns dois ou três tópicos que digam respeito direto e imediato aos interresses dos atuais congressistas e seus partidos.

O grande tema em discussão, o financiamento público de campanha, divide os dois partidos com maior representação na Câmara: PT e PMDB. O primeiro quer o financiamento público integral. O segundo é contra. Por isso, tudo indica que as únicas mudanças que acontecerão na legislação atual dirão respeito a fixação de nova  data de posse dos eleitos em outubro do próximo ano, e na fixação do prazo de mudança de partido sem a perda de mandato para os deputados, senadores e vereadores. O projeto de Reforma que foi aprovado no Senado, já há algum tempo, nem se fala mais nele. E assim, o que se diz ser muito importante para a política nacional,  vai continuar apenas no campo das discussões.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs