Busca

Categoria: Rodovia


13:03 · 21.02.2013 / atualizado às 13:03 · 21.02.2013 por

A primeira votação do ano na Assembleia Legislativa do Ceará está sendo marcada por discussão entre os deputados. Tudo porque a deputada Fernanda Pessoa (PR) reclamou o fato de um projeto de sua autoria, nomeando a estrada da Tanguiera, que liga os municípios de Maranguape, Maracanaú e Pacatuba, ter sido deixado de lado pela comissão de Constituição e Justiça, enquanto outro, de autoria do deputado Lucilvio Girão (PMDB), com o mesmo teor foi aprovado.

A republicana nomeou a estrada com o nome dos índios Pitaguarys e o peemedebista quer denominmar o local como Luís Girão. Segundo ela informou na tribuna da Casa, o deputado Wellington Landim (PSB), relator de sua proposta, teria dito que não aprovou seu projeto devido a divergências com seu pai, o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), que teria afrontado seu filho, Guilherme Landim, em Brejo Santo. “O deputado Wellington Landim, como relator, rejeitou um Projeto que iria beneficiar uma população, por divergências pessoais e políticas.  Mas, senhor deputado, é inadmissível que o senhor confunda as coisas.  Pois, eu lhe digo, deputado Wellington Landim. Quem está aqui, nesta Casa, é a deputada Fernanda Pessoa”, apontou.

Os deputados discutiram quem tinha a razão na questão e, inclusive, utilizaram alguns artigos no Regimento Interno da Casa para tratarem do tema. Osmar Baquit (PSD), Lucilvio Girão (PMDB) e Carlomano Marques (PMDB) defenderam o nome Luis Girão, enquanto Eliane Novais (PSB) e Augustinho Moreira (PV) defenderam a proposta de Fernanda Pessoa.