Busca

Categoria: Rombo


16:01 · 03.10.2017 / atualizado às 16:55 · 03.10.2017 por
O documento do Governo encaminhado à Assembleia pelo secretário da Fazenda, Mauro Filho, foi oficialmente apresentado aos deputados na sessão ordinária desta manhã Foto: José Leomar

O governador Camilo Santana comunicou, oficialmente, aos deputados estaduais cearenses, ter liberado do Tesouro estadual para cobrir o déficit da previdência, até o mês de agosto, a importância de R$ 1.027.477.528,20 ( um bilhão e vinte e sete milhões, quatrocentos e setenta e sete mil, quinhentos e vinte e oito reais e vinte centavos). Quando juntar os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, o rombo previdenciário nas contas do erário estadual chegará a R$ 1,5 bilhão.

Esses recursos saídos do Tesouro, segundo o governador, foram para “a cobertura da insuficiência financeira até agosto/2017, sendo: R$ 869.869.501,13 ( oitocentos e sessenta e nove milhões oitocentos e sessenta e nove mil e quinhentos e um reais e treze centavos) para o Fundo Financeiro FUNAPREV”, dos servidores civis. O restante, R$ 157.608.027,07 (cento e cinquenta e sete milhões, seiscentos e oito mil e vinte e sete reais e sete centavos) para o Fundo Financeiro PREVMILITAR” do grupo militar, envolvendo policiais e bombeiros.

O documento do Governo encaminhado à Assembleia pelo secretário da Fazenda, Mauro Filho, foi oficialmente apresentado aos deputados na sessão ordinária desta manhã. Essas informações sobre a arrecadação e os gastos da administração estadual são uma obrigação constitucional que o governante tem cumprir a cada dois meses.  O agora conhecido é referente ao quarto bimestre do ano.

 

14:46 · 08.05.2017 / atualizado às 14:46 · 08.05.2017 por

O Governo do Estado do Ceará, mesmo com as alterações já efetivadas no seu  Sistema Previdenciário, está prevendo para o próximo ano um  rombo de R$ 1.601.657.532,00, pouco mais de R$ 150.000,000,00 em relação a este ano, com o déficit projetado para R$ 1.444.397.850,00.

Os números apresentados aos deputados estaduais cearenses, no projeto sobre as Diretrizes Para a Elaboração da Lei Orçamentária Anual a ser executada em 2018. Segundo os dados oficiais, as receitas previdenciárias para 2018 são da ordem de R$ 1.276.675.796,00, para uma despesa de R% 2.878.333.328,00.

Segundo o documento do Governo cearense, “Tais despesas crescem na medida em que o grupo de aposentados aumenta, decrescendo posteriormente quando a mortalidade desse grupo se torna mais significativa, com a idade avançada, em relação ao surgimento de novos aposentados provenientes do grupo de ativos então decrescente”.