Busca

Categoria: Secretariado


10:31 · 03.12.2016 / atualizado às 10:31 · 03.12.2016 por

 

Deputado Osmar Baquit (PSD) está de volta ao secretariado estadual, depois da eleição da Mesa Diretora da Assembleia, onde teve posição que desagradou ao seu partido e a outros deputados Foto: Viviane Pinheiro
Deputado Osmar Baquit (PSD) está de volta ao secretariado estadual, depois da eleição da Mesa Diretora da Assembleia, onde teve posição que desagradou ao seu partido e a outros deputados Foto: Viviane Pinheiro

O deputado estadual Osmar Baquit (PSD) já é o titular da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará, nomeado que foi pelo governador Camilo Santana (PT), na última sexta-feira.

Osmar já foi o secretaria dessa mesma Pasta. Saiu de lá para que o seu colega deputado, e mais próximo do que ele era ao Conselheiro Domingos Filho, Odilon Aguiar (PSD) assumisse o cargo.

Odilon pediu para sair, no início desta semana, para poder votar no deputado Sérgio Aguiar (PDT) candidato a presidente da Assembleia, contra o candidato do Governo, deputado José Albuquerque (PDT), vitorioso na disputa.

Osmar era um ferrenho defensor da candidatura de Sérgio Aguiar, co-patrocinada pelo conselheiro Domingos Filho. Mudou de posição na véspera da eleição. Ficou sem condições de voltar para a Assembleia e ganhou a secretaria.

Também para votar na eleição de presidente da Assembleia, foram exonerados dos seus cargos no secretariado estadual, a deputada Miriam Sobreira e Jeová Mota, ambas do PDT. Ela da Secretaria Sobre Drogas já afirmou que não voltará por preferir ficar na Assembleia. Jeová Mota espera retornar, mas o seu ato ainda não saiu.

Leia o ato do governador Camilo Santana nomeando Osmar Batuit:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições que lhe conferem o inciso XVII do art.88 da Constituição do Estado do Ceará, de conformidade com o art.8º, combinado com o inciso III do art.17 da Lei nº9.826, de 14 de maio de 1974,

RESOLVE NOMEAR FRANCISCO OSMAR DIÓGENES BAQUIT, para exercer as funções do cargo de provimento em comissão de SECRETÁRIO DA AGRICULTURA, PESCA E AQUICULTURA, integrante da estrutura organizacional da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura, a partir de 02 de dezembro de 2016.

PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 01 de dezembro de 2016. Camilo Sobreira de Santana GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

17:37 · 19.04.2016 / atualizado às 17:37 · 19.04.2016 por

O governador Camilo Santana distribuiu uma nota, agora há pouco, anunciando a mudança na secretaria de Educação do Ceará, com a saída de Maurício Holanda, que está de volta ao seu cargo na Câmara dos Deputados. O novo titular da pasta da Educação é Idilvan Alencar.

No início do Governo, Camilo teve dificuldade de conseguir a liberação, da parte do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para que Maurício Holanda assumisse o cargo de secretário.

Cunha, além de inimigo de Cid Gomes, líder do grupo político que apoia Camilo Santana, também faz restrições a Camilo que não o recebeu, em Fortaleza, quando Cunha visitava os estados, em busca de apoio para se eleger presidente da Câmara.

Na nota do Governo do Estado, essa questão que deve ter motivado a saída do secretário para retornar ao seu emprego na Câmara dos Deputados, não é tratada, mas, coincidentemente, a saída de Holanda se dá 48 horas depois da votação do impeachment, onde o governador Camilo e Cid Gomes estavam diretamente envolvidos em favor de Dilma, a principal adversária de Dilma.

Leia a nota do Governo:

Idilvan Alencar é o novo Secretário da Educação do Ceará

O Governo do Estado do Ceará informa que o mestre em educação  Antonio Idilvan de Lima Alencar assumiu a Secretaria de Educação, nesta terça-feira (19), substituindo o Professor Maurício Holanda, que se ausenta do cargo após dois anos à frente da pasta.

Com mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Idilvan esteve, até início do mês abril, como presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Idilvan Alencar retorna à Secretaria de Educação onde já atuou como secretário executivo e adjunto, sempre tendo o diálogo como marca forte de sua atuação. No Governo do Ceará  já passou pelas Secretarias da Fazenda (Sefaz), como coordenador de arrecadação, e do Planejamento (Seplag), colaborando na reestruturação de processo das secretarias estaduais.

É também especialista em engenharia de produção pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA/UFPB) e especialista em política e administração tributária e marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Agradecimento

O Governo do Estado agradece ao professor Maurício Holanda pelos dois anos à frente da pasta, tempo em que exerceu com sabedoria uma gestão dialogada com todos os setores e níveis da Educação, dando continuidade aos excelentes resultados pelos quais o Ceará já é reconhecido nacionalmente.

Maurício é Doutor em Políticas Públicas da Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC), consultor Legislativo de Educação, Cultura e Desporto da Câmara Federal e já foi secretário de Educação do município de Sobral. Já foi também secretário adjunto da Educação do Estado do Ceará, desde 2007, e assumiu a titularidade da Pasta em maio de 2014.

14:25 · 19.06.2015 / atualizado às 17:44 · 19.06.2015 por

 

Atualizada às 17:30

A assessoria do Governo do Estado confirmou agora há pouco a saída de Danilo Serpa da Secretaria de Relações Institucionais e sua nomeação para a Ceará Portos, como haviamos anunciado  um pouco antes.

Nelson Martins, que estava na Controladoria do Estado vai para o lugar de Danilo Serpa na Secretaria das Relações Institucionais. O Governo não fez referências ao titular da Secretaria da Saúde, nem quanto o substituto de Nelson Martins na Controladoria.

08:48 · 16.03.2015 / atualizado às 08:48 · 16.03.2015 por

O governador Camilo Santana nomeou, na última sexta-feira, o deputado estadual Jeova Mota para exercer o cargo de Secretario do Esporte, vago desde o mês passado, com a exoneração do também deputado estadual David Durand, que ficou pouco mais de um mês no posto.

Com a posse de Jeova Mota no secretariado estadual, a Assembleia Legislativa convoca para assumir o seu lugar a suplente Rachel Marques. Na sexta-feira, também, o governador deu posse no cargo de Secretária das Drogas a deputada estadual Mirian Sobreira.

Atualmente, são quatro os deputados estaduais que estão no secretariado do governador Camilo Santana: Ivo Gomes, Osmar Baquit, Mirian Sobreira e Jeova Mota. Em razão disse, estão na Assembleia os suplentes: Leonardo Pinheiro, Professor Teodoro, Fernando Hugo e Rachel Marques. Estes dois, serão empossados amanhã, na sessão ordinária da terça-feira.

Fernando Hugo, o terceiro suplente, já assumiu o mandato nesta legislatura, mas teve que sair após a exonerãção do ex-secretário do Esporte, David Durand. Rachel deve ser a segunda vice-líder do Governo, apesar de restrições de alguns integrantes da base aliada, nada contra ela, pessoamente, mas por entenderem que a liderança do Governo está precisando de ser mais forte para combater a oposição.

Ainda na sexta-feira, o governador Camilo Santana assinou atos oficializando algumas posições no primeiro escalão do Governo, e ainda nomeou o secretário Danilo Serpa, cuja função será mais política que administrativa.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições que lhe conferem o inciso XVII do art.88 da Constituição do Estado do Ceará, de conformidade com o art.8º, combinado com o inciso III do art.17 da Lei nº9.826, de 14 de maio de 1974, RESOLVE NOMEAR JOSÉ JEOVA SOUTO MOTA , para exercer as funções do cargo de provimento em comissão de SECRETÁRIO DO ESPORTE, integrante da estrutura organizacional da Secretaria do Esporte, a partir de 13 de março de 2015. PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 13 de março de 2015. Camilo Sobreira de Santana GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

 

10:41 · 03.02.2015 / atualizado às 10:45 · 03.02.2015 por

A decisão do deputado estadual David de Albuquerque Durand, de não reassumir a secretaria de Esportes, causou um verdadeiro constrangimento a alguns dos seus colegas e ao terceiro suplente Fernando Hugo.

Os deputados estaduais Osmar Baquit (PSD), Ivo Gomes (PROS) e David Durand (PRB) que já estavam no secretariado de Camilo Santana (PT) nas Pastas da Pesca, Cidades e Esportes desde 1º de janeiro deste ano tinham que estar fora do Governo, no dia 1º de fevereiro, para assumirem seus mandatos conquistados em outubro do ano passado, tiveram que ser exonerados na véspera.

O Diário Oficial, datado do dia 2 de fevereiro, registra os novos atos de nomeação dos três parlamentares que, ontem mesmo já deveriam estar nas suas respectivas secretarias.

Hoje, porém, como os dois outros primeiros suplentes (Leonardo Pinheiro e Professor Teodoro), Fernando Hugo (SD) aguarda assumir uma vaga de deputado e foi informado pelo presidente da Casa, deputado José Albuquerque (PROS), que Durand, como anteriormente havia ameaçado, não tinha se afastado do mandato para ser secretário de Esportes. Aí só os dois primeiros suplentes assumiram os mandatos.

Leia os atos assinados pelo governador Camilo Santana: 

“O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições que lhe conferem o inciso XVII do art.88 da Constituição do Estado do Ceará, de conformidade com o art.8º, combinado com o inciso III do art.17 da Lei nº9.826, de 14 de maio de 1974,

RESOLVE NOMEAR FRANCISCO OSMAR DIÓGENES BAQUIT , para exercer as funções do cargo de provimento em comissão de SECRETÁRIO DA PESCA E AQUICULTURA, integrante da estrutura organizacional da Secretaria da Pesca e Aquicultura, a partir de 02 de fevereiro de 2015.

PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 02 de fevereiro de 2015.

Camilo Sobreira de Santana

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

*** *** ***

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições que lhe conferem o inciso XVII do art.88 da Constituição do Estado do Ceará, de conformidade com o art.8º, combinado com o inciso III do art.17 da Lei nº9.826, de 14 de maio de 1974,

RESOLVE NOMEAR IVO FERREIRA GOMES , para exercer as funções do cargo de provimento em comissão de SECRETÁRIO DAS CIDADES, integrante da estrutura organizacional da Secretaria das Cidades, a partir de 02 de fevereiro de 2015.

PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 02 de fevereiro de 2015.

Camilo Sobreira de Santana

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

*** *** ***

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições que lhe conferem o inciso XVII do art.88 da Constituição do Estado do Ceará, de conformidade com o art.8º, combinado com o inciso III do art.17 da Lei nº9.826, de 14 de maio de 1974,

RESOLVE NOMEAR DAVID DE ALBUQUERQUE DURAND , para exercer as funções do cargo de provimento em comissão de SECRETÁRIO DO ESPORTE, integrante da estrutura organizacional da Secretaria do Esporte, a partir de 02 de fevereiro de 2015.

PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 02 de fevereiro de 2015.

Camilo Sobreira de Santana

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ”

 

15:22 · 29.12.2014 / atualizado às 15:22 · 29.12.2014 por

O governador Camilo Santana (PT) só fechou a relação dos secretários que administrarão o Estado do Ceará com ele, a partir do dia 1º de janeiro, agora há pouco. Ele decidiu que vai convocar quatro deputados estaduais o secretariado, contemplando os quatro peimeiros suplentes, dentre eles Fernando Hugo (SG), garantindo que o deputado Dedé Teixeira que ficou na quarta suplência da coligação seja convocado para o exercício do mandato parlamentar e seja indicado como líder do Governo, a partir de fevereiro próximo.

21:00 · 25.12.2014 / atualizado às 21:00 · 25.12.2014 por

Aliados do governador Camilo Santana, não filiados ao PT, estão certos de que na composição do novo secretariado estadual o Partido dos Trabalhadores ficará com três secretarias, a mesma quantidade de pastas que Cid Gomes destinou ao partido desde que assumiu o Governo, no início de 2007.

Assim como fez Cid Gomes, Camilo também poderá ter um petista, suplente de  deputado estadual, como o seu líder de Governo na Assembleia. As apostas são de que o líder será o deputado Dedé Teixeira, atualmente o quarto suplente da coligação que elegeu Camilo. No segundo mandato de Cid Gomes, o líder do Governo foi o suplente de deputado estadual Antônio Carlos, ligado ao grupo político de Luizianne Lins. Antônio Carlos disputou uma vaga na Assembleia, neste ano, mas ficou numa suplência bem distante.

No primeiro Governo de Cid, o líder do Governo na Assembleia foi também um petista, mas com mandato efetivo, Nelson Martins, hoje secretário do Desenvolvimento Agrário..

10:35 · 25.12.2014 / atualizado às 10:35 · 25.12.2014 por

No ambiente da equipe de transição do Governo é dado como certa a indicação do nome do atual chefe de Gabinete do governador Cid Gomes, Danilo Serpa, para a Casa Civil do novo Governo, assim como a permanência do atual secretário de Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, mesmo  que em oura secretaria. O atual chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho, não estaria nos planos do novo governador para ficar na equipe de primeiro escalão.

Danilo Serpa e Nelson Martins, além do trabalho que desenvolveram no Governo Cid, ao longo dos últimos oito anos, ainda tiveram importante participação na coordenação da campanha de Camilo. Danilo foi o coordenador geral e Nelson a pessoa do PT, partido do futuro governador, na articulação para, também, conter a rebeldia de petistas. Arialdo, segundo informações circulantes no Palácio da Abolição, está com projeto de passar quatro meses fora do Brasil e, no futuro poderia atuar como um gerente dos equipamentos do Governo ligados à área do Turismo.

11:47 · 12.12.2014 / atualizado às 11:50 · 12.12.2014 por

O governador Cid Gomes abriu a reunião do seu secretariado, nesta manhã,  com um discuro de agradecimento a todos eles. É o último encontro oficial da equipe. Após a fala, o governador foi aplaudido de pé. Está participando da reunião o governador eleito Camilo Santana, que até o início deste ano fazia parte do secretariado, nos dois períodos do Governo Cid Gomes, na secretaria de Desenvolvimento Agrário e secretaria das Cidades.

O governador Cid Gomes está ouvindo o relato de cada um dos auxiliares. O encontro vai até o fim da tarde. Oficialmente o Governo termina no dia 31 de dezembro. Até lá Cid ainda quer inaugurar algumas obras e deixar outras com soluções para as suas conclusões.

Cid tem um compromisso com o Banco Mundial de começar a trabalhar em Washington a partir do dia 15 de janeiro de 2015.

 

 

16:53 · 10.02.2014 / atualizado às 16:53 · 10.02.2014 por

 A assessoria do deputado federal Domingos Neto encaminhou nota às redações, agora há pouco, anunciando sua saída da equipe do prefeito Roberto Cláudio, para retomar suas atividades na Câmara dos Deputados.

15:48 · 09.09.2013 / atualizado às 15:48 · 09.09.2013 por

Inicialmente marcado para às 15h15min, já com uma boa platéia no Abolição, agora mesmo a assessoria do governador anunciou que foi alterado o horário do anúncio dos novos secretários. O governador agora só vai falar às 17h30min.

11:41 · 07.09.2013 / atualizado às 11:41 · 07.09.2013 por

Por Igor Gadelha

A notícia da mudança no secretariado anunciada pelo governador Cid Gomes (PSB) na noite dessa quinta-feira pegou muitos deputados de surpresa. Tanto os da base aliada quanto os da oposição disseram que não foram comunicados previamente das alterações. A maioria afirma ter tomado conhecimento da saída dos gestores pela imprensa. Antes do anúncio dos nomes, o semblante entre os deputados era de preocupação durante a sessão de ontem, na Assembleia Legislativa.
Logo no início da manhã, era possível ver grupos de deputados e servidores no plenário e nos corredores da Casa especulando quem seriam os possíveis secretários demitidos e quais suplentes iriam ter que deixar o mandato por conta disso. Apesar da surpresa, a maioria dos deputados, principalmente os oposicionistas, elogiaram a atitude do governador. Para eles, já estava na hora de Cid Gomes promover mudanças, sobretudo, em pastas que estavam passando por crises.
Reação diferente tiveram os suplentes. Dos quatro que tiveram que deixar o exercício do mandato, apenas Dra. Silvana (PMDB) e Mailson Cruz (PRB) compareceram ao plenário. Juntamente com Antônio Carlos (que achava que iria sair), os dois eram os que se mostravam mais abalados com a mudança. Mailson afirmou só ter tomado conhecimento da alteração pelas redes sociais. Já a peemedebista disse que só soube da saída no início da manhã, por meio dos jornais.
Até mesmo parlamentares mais ligados ao governador se disseram surpreendidos pelas mudanças. O líder do Governo, José Sarto (PSB), por exemplo, contou que jantou com o prefeito Roberto Cláudio (PSB) e com o secretário de Educação de Fortaleza, deputado licenciado Ivo Gomes (PSB), mas nenhum dos dois gestores sabiam das mudanças. De acordo com Sarto, até o fim do encontro, às 2h de ontem, tudo que eles sabiam era o que tinha saído na imprensa.
O 1º secretário da Assembleia, Sérgio Aguiar (PSB), afirmou que esteve no Palácio da Abolição das 17h às 19h da quinta-feira, mas nada soube antecipadamente. O pessebista afirma que notou uma “movimentação diferente” de pessoas na sede do governo estadual, mas não conseguiu nenhuma informação privilegiada. O 1º vice-presidente da Casa e primo do governador, Tin Gomes (PHS), também se disse surpreso com o anúncio de Cid Gomes nas redes sociais (Facebook), de que iria fazer mudanças.
Diferentemente do posicionamento crítico que costuma ter em relação ao governador, o deputado Heitor Férrer (PDT) elogiou a atitude do chefe do Executivo Estadual. O pedetista avaliou que já era algo esperado, pois Cid já teria deixado claro que iria mandar os secretários deputados de volta para a Assembleia. Para o parlamentar, o governador pensou corretamente ao substituir esses gestores. “Assim, ele vai manter essa nova equipe até o fim do mandato”, comentou.
O deputado João Jaime (PSDB) também elogiou a atitude de Cid Gomes. Na avaliação dele, essa foi uma medida político administrativa importante, principalmente porque vai acabar com o “notório uso da máquina pública para interesses políticos individuais” por parte dos secretários. “Só me estranha o (secretário do Desenvolvimento Agrário) Nelson Martins (PT) ter ficado, porque é uma das pastas mais políticas e usada para interesses políticos individuais”, questionou o tucano.

12:37 · 22.12.2012 / atualizado às 12:37 · 22.12.2012 por

Deputados estaduais com atuação política voltada para a capital avaliam como positiva a composição do secretariado de Fortaleza, anunciado na última quinta-feira pelo prefeito eleito Roberto Cláudio. Embora políticos, alguns com vários mandatos, acreditam que a escolha de técnicos principalmente para as secretarias regionais pode dar resposta às necessidades da cidade, mesmo reconhecendo que são muitos os desafios a serem vencidos.
Para o deputado Heitor Férrer (PDT), que participou da disputa pela prefeitura no primeiro turno de votação, o perfil técnico do secretariado não constitue surpresa porque era uma promessa de todos os candidatos durante a campanha eleitoral. “É por isso que a campanha, quando bem discutida, termina cobrando compromissos de outros candidatos”.
Ele diz que em todas as suas caminhadas, durante a campanha, ressaltava a necessidade de um secretariado com um perfil técnico e está vendo isso com Roberto Cláudio, o que é muito bom. Observa ainda que o desempenho de cada um será conhecido no dia a dia e isso será cobrado pela sociedade. “As promessas levadas em campanha eleitoral deverão ser e nós esperamos que sim e torcemos que sim, que sejam todas concretizadas ao longo dos quatro anos. Portanto, no primeiro plano, eu acho que a cidade de Fortaleza recebe com muita alegria esse novo secretariado”.
Fernando Hugo, que também participou da campanha como candidato a vice-prefeito pela legenda do PSDB e no segundo turno apoiou a candidatura de Roberto Cláudio, considera que muitas das indicações refletem o agir de Roberto Cláudio como presidente da Assembleia Legislativa e a sua formação acadêmica e técnica por excelência. Como conhece bem a realidade da cidade, principalmente da área de Messejana, tem mais é que aplaudir a escolha porque com esse grupamento técnico, comandado por Roberto Cláudio, “teremos condições de ter uma dinâmica diferentes dessa apatia que graças a Deus sai agora, sem deixar saudades de linda Lins e seus asseclas”. Também destaca que os nomes de políticos conhecidos da população que foram anunciados são nomes de pessoas que o acompanharam desde o início da campanha.
O deputado Ely Aguiar (PSDC) considera que o secretariado anunciado, com algumas exceções, é desconhecido do grande público e da mídia, mas confia nos nomes indicados por Roberto Cláudio porque ele deu preferência a um corpo técnico, vai saber conduzir a equipe e vai contar com uma grande maioria na Câmara Municipal. Também tem o apoio do governo estadual, da Assembleia e não deve ter dificuldades para obter recursos no governo federal. Portanto, está torcendo para que realize uma grande administração.
Ferreira Aragão (PDT) diz que, a primeira vista, a impressão que tem é de que é um bom secretariado, até porque as secretarias regionais serão ocupadas por técnicos. Para outros cargos houve a indicação de políticos e como há uma dosagem acha que tem tudo para dar certo.
O deputado Paulo Facó que foi vereador vários mandatos, confessou que não conhece nenhum dos indicados para as secretarias regionais. Para ele não é pelo fato de ser técnico que a pessoa é competente ou de ser político que é incompetente, mas como Roberto Cláudio, na sua carreira política, tem demonstrado competência, acha que ele sabe o que está fazendo, com as pessoas que está escolhendo. Ele faz questão de lembrar que durante a campanha eleitoral dizia que Fortaleza teria um grande prefeito, quer fosse eleito Elmano de Freitas que o apoiava, quer fosse eleito Roberto Cláudio. Ele acha que o prefeito eleito tem tudo para fazer uma grande administração até porque os secretários que conhece são competentes e sobre os que não conhece a competência será de Roberto Cláudio na escolha de bons nomes. Entende que a missão é muito difícil porque Fortaleza vem acumulando vários problemas ao longo dos anos, mas espera uma boa administração.
Com a experiência de quem foi vereador, vice-prefeito de Fortaleza, secretário da Regional VI (Messejana e adjacências) e ocupou outras funções de destaque na Prefeitura, o deputado Tin Gomes (PHS) diz que Roberto Cláudio procurou atender aos partidos políticos que o apoiaram, priorizando a questão técnica. Na questão das secretarias regionais a prioridade foi para pessoas da sua confiança e técnicos que possam fazer bem os serviços essenciais para a cidade.
Essas pessoas serão “os olhos do prefeito” nas regiões em que vão atuar porque vão cuidar da limpeza, dos buracos, das praças, etc. Observa o parlamentar, que atuou como um dos coordenadores da campanha do prefeito eleito, que essa foi a ideia divulgada por Roberto Cláudio. Ele aprova a ideia, mas adverte para a possibilidade de problemas a serem enfrentado por causa de alguns entraves de ordem legal e sugere até mesmo um contrato “guarda-chuva” para poder realizar pequenas obras, embora sejam de grande importância para a comunidade.
Com a experiência de quem foi titular da Secretaria Regional VI diz que é impraticável realizar uma licitação para tapar apenas um buraco em uma rua, embora aquela obra seja importante para a comunidade. Então, na prática, é preferível deixar a rua ficar esburacada para fazer uma licitação para recuperar aquela via. Problemas nessa natureza existem outros como pontos em que a comunidade costuma colocar lixo e é preciso uma alternativa para que a vontade de fazer do gestor possa ser cumprida, para o bem da cidade, sem que isso possa trazer problemas para o gestor na prestação de contas da administração.

Escrito por Josafá Venâncio

08:52 · 20.12.2012 / atualizado às 08:52 · 20.12.2012 por

O anúncio do secretariado do futuro prefeito da Capital, Roberto Cláudio, será anunciado dentro de pouco tempo, no  Hotel Marina. Até agora, só um vereador de Fortaleza tem o seu nome certo no secretariado, Salmito Filho, do PSB, abrindo vaga para o primeiro suplente da coligação que reúne ainda o PSL e PRB. Martins é do PSB.

Para alguns mais próximos do prefeito Roberto Cláudio, ele até gostaria de ter convocado mais algum vereador para o seu secretariado, como fez o governador Cid Gomes em relação à Assembleia Legislativa, mas o quadro de vereadores é realmente muito pobre.

14:38 · 11.12.2012 / atualizado às 14:38 · 11.12.2012 por

O prefeito eleito de Fortaleza está indo para Brasília, hoje, para tratar junto a alguns ministério do Governo Diloma Rousseff, sobre a efetivação de alguns convênios que estavam sendo celebrados pela Prefeitura de Fortaleza e que ficaram no meio do caminho. Alguns deles dizem respeito a obras importantes para a Capital cearense, praticamente inviabilizados por falta do compromisso da gestão municipal em garantir a contrapartida exigida para a liberação dos recursos. Na agenda do futuro prefeito da Capital tem audiências programadas desde a manhã de quarta-feira até o fim da tarde da próxima quinta-feira.

Em Brasília, ainda, Roberto Cláudio vai retomar as conversas com o senador Eunício Oliveira sobre a participação do PMDB no secretariado municipal. Ele também conversará com o senador Inácio Arruda, o Deputado José Linhares e outros. O futuro prefeito quer concluir todas as conversas com os aliados até o início da próxima semana. Depois dissso ele convidará os nomes que já definiu para compor a sua equipe sem vinculação política, os chamados técnicos. Entre os dias 20 e 21 próximos ele anunciará todo o seu secretariado

09:44 · 10.12.2012 / atualizado às 09:44 · 10.12.2012 por

Embora Roberto Cláudio,  futuro prefeito de Fortaleza, tenha afirmado que ainda não tratou da escolha do seu secretariado com os representantes do partidos aliados, é grande a especulação quanto a nomes da equipe que assumirá a Prefeitura a partir do dia 1º de janeiro. A última dá conta de que o deputado federal Domingos Neto (PSB) será o próximo secretário de Turismo, pasta que foi ocupada pela sua mãe, a prefeita eleita de Tauá, Patrícia Aguiar e continua sob o comando do grupo político do vice-governador Domingos Filho, em razão de lá continuar o secretário deixado por Patrícia, um ex-secretário municipal da Prefeitura de Tauá, Moacir de Sousa Soares.

Para os especuladores, a indicação de Domingos Neto, além das suas qualidades de gerir a pasta, estaria sendo levando em consideração o fato de ter sido sua mãe, enquanto gestora da pasta do Turismo, em Fortaleza, a responsável pela garantia dos recursos federais para as obras da Avenida Beira Mar, do Morro de Santa Terezinha e da Praia do Futuro, não liberados por falta da garantia da contra partida da Prefeitura de Fortaleza. O governador Cid Gomes já teria garantido os recursos para a Prefeitura, na gestão de Roberto Cláudio, conseguir a liberação do dinheiro federal.

Além de ser fato, essa parte da gara ntia dos recursos federais para tais importantes obras, Patrícia Aguiar foi a articuladora do movimento para trazer líderes políticos do Interior, no segundo turno das eleições, para trabalharem em favor da eleição de Roberto Cláudio.

09:28 · 05.12.2012 / atualizado às 09:28 · 05.12.2012 por

O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, vai anunciar, oficialmente, entre os dias 20 e 22 próximos, o secretariado municipal que com com ele chegará à Prefeitura da Capital cearense a partir do dia 1º de janeiro de 2013. Em alguns casos os nomes anunciados não poderão começar a trabalhar já a partir do primeiro dia de Governo em razão da criação de suas secretarias que dependerão de aprovação da Câmara Municipal, no bojo do projeto de Reforma Administrativa que já está sendo elaborada.

Moroni Torgan, representando o DEM, um dos partidos que apoiaram a candidatura de Roberto Cloáudio no segundo turno da disputa, foi o primeiro político procurado pelo prefeito eleito para sugerir nomes para o secretariado de Roberto Cláudio. É que Moroni terá viagem para fora do País e havia um compromisso do futuro prefeito de incorporar, ao seu projeto, algumas das propostas feitas por Moroni, no curso da campanha municipal, no seu primeiro turno, quando ele era um dos candidatos.

Dentre as propostas de Moroni estava a criação de uma Secretaria Municipal de Segurança, a ser criada por Roberto Cláudio. Mas não será Moroni o secretário dessa Pasta, nem ele indicou nomes para o cargo. Ele defende outros nomes para outros cargos.

19:09 · 03.12.2012 / atualizado às 19:09 · 03.12.2012 por

O prefeito eleito de Fortaleza, após os contatos na área política, com os vereadores da Capital,  inicia, a partir da próxima quinta-feira, encontros com representantes dos diversos setores da sociedade, começando com a Universidade. Naquele dia, no fim da tarde, na Casa de José de Alencar, o futuro prefeito vai estar reunido com a comunidade universitária da Universidade Federal do Ceará. Segundo o seu calendário, no dia 10 próximo ele vai conversar com os representantes dos setores produtivos da cidade e do Estado, reunindo Federação das Industrias do Ceará, Centro Industrial do Ceará e outras entidades. No dia seguinte, sua reunião será com os representantes dos trabalhadores com as Centrais Sindicais.

Esses encontros, segundo afirma, tem como finalidade ouvir novas ideias sobre a administração municipal  e principalmente sobre as demandas de todos os segmentos da comunidade fortalezense.  Depois de todos esses encontros, há outros a serem programados, antes do próximo dia 20,  Roberto Cláudio encerrará o ciclo de conversas com os dirigentes partidários para concluir e anunciar a formação da sua equipe de secretários.

10:36 · 25.11.2012 / atualizado às 10:36 · 25.11.2012 por

Apesar de estar em constante diálogo com vereadores, deputados e equipe de transição, o prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, ainda não conversou sobre a formação de seu secretariado, pois aguarda os dados da Prefeitura para a próxima gestão. No entanto, os partidos que o apoiaram durante o segundo turno das campanhas eleitorais já discutem qual vai ser o papel de cada um na administração do novo gestor.
Ao todo, durante o segundo turno do período eleitoral de 2012, pelo menos 20 siglas estiveram coligadas com a candidatura majoritária que tinha como representante o quadro do PSB. Foram eles: PSD, PRB, PSL, PMN, PSDC, PMDB, PDT, PCdoB, PSL, PP, PPS, DEM, PPL, PRTB, PHS, PTB, PEN e setoriais do PSDB, PTdoB, e PTC. Esse último, deixando de apoiar Roberto Cláudio para fazer parte da coligação aliada da candidatura petista, que tinha como candidato, Elmano de Freitas.
Para o próximo prefeito, além dos diálogos com os vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza, onde irá tentar construir um nome de consenso para a presidência da Casa, caberá ainda discutir com os partidos políticos a composição de seu Governo, além de tentar encontrar um meio para remanejar o orçamento da Prefeitura para o próximo ano, visando cumprir com as promessas feitas durante a campanha.
De acordo com o presidente estadual do PCdoB, Carlos Augusto Diógenes, o “Patinhas”, até o momento não houve qualquer encaminhamento com o prefeito eleito sobre esse assunto, tendo tido os partidos apenas conversas mais políticas, ainda que internamente dentro da legenda. Segundo ele, o assunto deverá ser discutido somente em dezembro próximo, mas garante que a legenda vai, sim, participar do Governo de Roberto Cláudio.
“Não houve nenhuma conversa sobre isso, mas vamos participar do Governo do prefeito eleito. Ele reconhece o papel desempenhado pelo PCdoB durante o segundo turno das campanhas eleitorais e nós queremos dar nossa contribuição ao Governo dele”, disse Patinhas, afirmando ainda que o partido tem quadros que podem ajudar na administração da Prefeitura de Fortaleza.
Na gestão da prefeita Luizianne Lins, o Partido Comunista assumiu a Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza, além do Procon, deixando as duas para disputar as eleições para prefeito nesse ano. De acordo ainda com Patinhas, o ex-gestor da pasta do Esporte, Evaldo Lima, que foi eleito para a próxima Legislação na Câmara Municipal, não deverá assumir qualquer secretaria na próxima gestão e se manterá na Casa Legislativa.
O líder do PMDB na Câmara, o vereador Walter Cavalcante, também disse que, até o momento, a agremiação não foi chamada para tratar de formação de Governo. De acordo com ele, até o momento o prefeito não está conversando sobre secretariado, pois ainda aguarda os números sobre a estrutura da Prefeitura. O partido foi um dos maiores apoiadores da candidatura do prefeito eleito, inclusive, o vice-prefeito é o peemedebista, Gaudêncio Lucena.
“Com o PMDB, o Roberto Cláudio não tratou de formação de Governo. Na verdade, ninguém foi chamado para tratar disso. Ele ainda está conversando com os vereadores, e está fazendo como o Juraci (Magalhães) sempre fez, que é prestigiar o legislativo, respeitando, inclusive, aqueles que irão fazer oposição”, ressaltou.
Já o presidente municipal do PDT, Papito de Oliveira, ressalta que o assunto está sendo tratado em conjunto com a executiva estadual, no entanto, assim como os demais, explica que não existe qualquer definição e que o partido está aguardando uma “brecha” para falar com o prefeito eleito sobre isso. “Ainda devemos sentar com o prefeito para ver se conseguimos ter uma conversa oficial, mas nesse momento não queremos criar problemas, pois o prefeito já tem problemas demais com essa transição”, disse ele.
A legenda nunca participou, oficialmente, do governo da prefeita Luizianne Lins, mas teve um secretario regional, Oriá Fernandes, que era ligado aos quadros do grêmio, mas ressalta Papito que não foi indicação do PDT. Caso seja convidado para participar da gestão, o PDT, assim com a nível federal e estadual, pretende participar de uma secretaria que envolva o desenvolvimento do trabalho e renda, de acordo com opinião de seu presidente municipal.
“Eu acho que se for para manter esse ele de trabalho em conjunto em prol da melhoria do trabalho e do emprego, nada mais natura que faça parte de uma secretaria relacionada a geração de emprego e renda. Eu acho que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico é muito técnica e poderia ser mudada”, disse.

10:00 · 12.11.2012 / atualizado às 10:00 · 12.11.2012 por

Roberto Cláudio definiu como prioridades, no mês de novembro, tratar da transição e conversar com os vereadores, reservando espaço para também cuidar da sua sucessão na presidência da Assembleia Legislativa, cuja eleição ocorrerá no próximo dia 4 de dezembro. A escolha do seu secretariado vai ficar para o mês de dezembro, embora ele já esteja pensando em nomes.

Por isso, vão perder tempo os que estão querendo antecipar a escolha do secretariado, pela incontida vontade de estar incluído no primeiro escalão do próximo Governo municipal.  O PCdoB, um dos que anteciparam esse desejo de público começou errando. Só um ingênuo pode acreditar que no secretariado de Roberto Cláudio tenha espaço para quem foi secretário de Luizianne Lins, no caso do Evaldo Lima, vereador eleito e que até o início deste ano era secretário de Esportes do Município.