Busca

Categoria: Secretários


08:55 · 08.11.2017 / atualizado às 08:55 · 08.11.2017 por

Por Miguel Martins

As incursões de secretários do Governo em colégios eleitorais outrora monopolizados por deputados aliados do governador Camilo Santana têm gerado debates no grupo de whatsapp da bancada governista. Parlamentares insatisfeitos com tais ações vêm, reiteradamente, criticando a postura dos gestores e, inclusive, nominando aqueles que invadiram seus espaços.
Um dos mais criticados no grupo é o chefe adjunto do gabinete do governador, Fernando Santana. As deputadas Mirian Sobreira (PDT) e Bethrose (PMB) foram duas que, recentemente, voltaram a apontar o gestor como atuando em seus colégios eleitorais. Silvana Oliveira (PMDB) e Carlos Felipe (PCdoB) são outros que não estão gostando nada da atitude.
O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, também tem sido alvo das críticas, que não são feitas em público pelos aliados do Governo, mas que estão sendo extravasadas na rede social. Outro que tem desagradado os aliados com a sua atitude é o secretário chefe de gabinete do prefeito Roberto Cláudio, Queiroz Filho.

11:55 · 04.01.2017 / atualizado às 11:55 · 04.01.2017 por
Elpidio Nogueira disse que a ideia é se antecipar aos casos para evitá-los. FOTO: ALEX COSTA
Elpidio Nogueira disse que a ideia é se antecipar aos casos para evitá-los. FOTO: ALEX COSTA

O secretário de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Combate à Fome da Prefeitura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, já está trabalhando em projeto que visa evitar casos de exploração sexual de crianças e adolescentes na Capital cearense durante o período do Carnaval, em fevereiro. Preocupado com o aumento de turistas na cidade que praticam o chamado “turismo sexual”, o gestor pretende combater tais ações antes mesmo das festas iniciarem.

“Estamos nos antecipando a um problema que já sabemos que é uma constante na cidade. Todo ano temos notícias de crianças exploradas sexualmente, e a cada ano a Prefeitura vem tentando diminuir essa violência contra a criança e adolescente”, disse ele.

O gestor afirmou que vai pedir apoio ao trade turístico para que os visitantes que chegarem a Fortaleza já saibam que estarão sob fiscalização intensa e que tenha cuidado, “pois Fortaleza estará de olho aberto”. A primeira reunião para tratar do assunto já foi realizada, onde Elpídio se comprometeu em elaborar um plano de divulgação para que a população possa denunciar qualquer caso de violência.

“Vamos disponibilizar um número de telefone, bottons, fitas para serem usadas na cabeça e também indicaremos pessoas da Secretaria de Desenvolvimento Social para que elas estejam presentes, e que possam verificar e tentar evitar qualquer abuso”, destacou.

12:13 · 27.12.2016 / atualizado às 14:03 · 27.12.2016 por
Moroni Torgan (à frente), com o governador Camilo Santana no detalhe durante diplomação dos candidatos eleitos em 2016 no Centro de Eventos no último dia 19. Crédito: JL Rosa
Moroni Torgan (à frente), com o governador Camilo Santana no detalhe durante diplomação dos candidatos eleitos em 2016 no Centro de Eventos no último dia 19. Crédito: JL Rosa

O governador Camilo Santana muda o secretariado estadual até a próxima sexta-feira, disse ele na manhã de hoje (27), em conversa com jornalistas do Diário do Nordeste. Ele não adiantou nomes, mas deixou claro que a primeira grande mudança será na Secretaria de Segurança, embora os índices de aproveitamento do trabalho da Pasta estejam bem melhores que os dos anos anteriores, mas bem inferior ao que o próprio governador projetou.

O ainda deputado federal Moroni Torgan, eleito vice-prefeito de Fortaleza, será um dos quadros importantes na nova estrutura da Secretaria de Segurança, embora não chegue a ser o secretário. Outra mudança já definida será na Secretaria de Esporte. Camilo dará posse aos novos secretários no início da próxima semana, iniciando o seu terceiro ano de gestão.

Na visita ao Diário do Nordeste, o governador disse ainda que ordenou uma reavaliação da área econômica do Governo para o reajuste geral dos servidores do Estado, a partir de janeiro de 2017, e do aumento dos policiais militares.

Primeira viagem ao exterior do próximo ano será ao Irã

No início da segunda-quinzena de janeiro, o governador fará a primeira viagem do ano ao exterior, visitando o Irã na prospecção de negócios na área de energia.

13:40 · 09.02.2015 / atualizado às 13:40 · 09.02.2015 por

Saiu do gabinete do prefeito Roberto Cláudio, agora há pouco, uma nota dando conta da indicação dos nomes de dois novos secretários municipais. Eles assumirão a Agência de Fiscalização do Município, recém criada, e a Coordenadoria da Juventude, respectivamente Marcelo Pinheiro e Júlio Brizzi.

Leia a nota do gabinete do prefeito:

“Depois de anunciar os nomes de Jaime Cavalcante para a Secretaria Municipal de Educação e de Adail Fontenele para a Coordenação das Regionais, o prefeito Roberto Cláudio confirmou, agora há pouco, dois novos nomes para sua equipe de Governo.. Marcelo Pinheiro vai assumir a AGEFIS, a recém criada Agência de Fiscalização do Município de Fortaleza, e Júlio Brizzi vai assumir a Coordenadoria de Juventude, substituindo Élcio Batista que assumiu a Chefia de Gabinete do governador Camilo Santana.  

 

Perfil

Marcelo Jorge Borges Pinheiro tem 39 anos e é formado em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.

Foi coordenador geral da Associação dos Jovens Empresários – AJE Fortaleza (2000), assumindo posteriormente a diretoria executiva da Confederação Nacional dos Jovens Empresários – CONAJE (2001-2003).

Foi diretor da FECOMÉRCIO-CE, do Centro Industrial do Ceará – CIC e coordenador da Assessoria de Desenvolvimento Institucional da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do Ceará – SEPLAG (2011-2014). Também assessorou a presidência do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração / Gestão – CONSAD, no período de 2012-2014. É filiado ao PSD de Fortaleza.

 

 

Julio Brizzi Neto tem 33 anos e é natural de Fortaleza. Advogado, é filiado ao PDT de Fortaleza.

Foi presidente do Diretório Central dos Estudantes da UFC, Coordenador da AJE Fortaleza (Associação dos Jovens Empresários. Também é Fundador e ex-Presidente do Conselho Estadual de Juventude do Cear. Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Ceará, no período de 2011 a 2013 (o mais jovem da história da SRTE/CE), também foi Secretário Executivo da Secretaria de Esporte do Ceará, secretário adjunto do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará e militante das políticas públicas de juventude”. 

10:21 · 29.01.2015 / atualizado às 10:21 · 29.01.2015 por

O prefeito Roberto Cláudio anuncia, nas próximas horas, o nome de Jaime Cavalcante como o novo secretário de Educação da Prefeitura de Fortaleza. Ele é funcionário público estadual e já atuou na cúpula da secretaria de Educação do Ceará  no Governo Tasso Jereissati. Jaime, que no passado  disputou mandatos eletivos, hoje é presidente do Partido Progressista da Capital. Ontem, em Brasília, o presidente estadual do PP, deputado José Linhares, foi informado pelo prefeito Roberto Cláudio do convite formulado a Jaime Cavalcante para o cargo que ele ocupará a partir da próxima semana. O primeiro secretário de Educação da gestão Roberto Cláudio foi o deputado Ivo Gomes, hoje secretário estadual das Cidades.

Outro secretário municipal a ser anunciado, ainda nesta quinta-feira, é Adahil Fontenele, ex-secretário estadual até o último dia 31 de dezembro. Ele vai coordenar as secretarias regionais de Fortaleza, cargo que, antes da Reforma Administrativa oficialmente não existia, embora a função fosse exercida pelo atual vice-prefeito Gaudêncio Lucena.

Outras mudanças no primeiro escalão da administração municipal serão feitas nos próximos dias, confirma o prefeito Roberto Cláudio, que está hoje em Brasília, onde terá audiências nos ministérios das Cidades e do Turismo, além de ir tratar sobre recursos do FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

11:13 · 13.01.2015 / atualizado às 11:13 · 13.01.2015 por

O deputado federal Artur Bruno (PT), embora tenha sido anunciado pelo governador Camilo Santana como secretário do Meio Ambiente, oficialmente ainda não o é. Mas, Bruno anda deitando falação como se cargo já estivesse, o que não deixa de ser um exercício ilegal do cargo, posto que no serviço público de boca nada vale e sim após o publicado no Diário Oficial.

A assessoria do Governo já deveria ter advertido ao deputado para evitar tal exposição até que de direito ele venha a ser o secretário, que depende ainda de aprovação da criação da Pasta pela Assembleia Legislativa, pois o que existe hoje é um Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente.

Também ainda não é oficialmente secretário o senador Inácio Arruda, mas menos comedido, tem evitado a exposição, embora tenha participado de uma reunião do governador com representantes de segmentos das Universidades estaduais, o que qualquer poderia participar, se convidado fosse pelo governador, o que certamente aconteceu.

Além de Bruno e Inácio, também ainda não foi nomeado para o Conselho Estadual de Educação, o deputado federal Padre José Linhares.

Também está vago na estrutura administrativa do Executivo, a chefia de Gabinete da vice-governadora Izolda Cela.

11:28 · 07.01.2015 / atualizado às 11:28 · 07.01.2015 por

O primeiro Diário Oficial da gestão do governador Camilo Santana, datado do dia 2 de janeiro, só foi publicado no fim da tarde de ontem, 6 de janeiro. Os primeiros atos são as nomeações dos secretários, 21 no total, ficando de fora: o senador Inácio Arruda, o deputado federal Artur Bruno, o deputado federal Padré Zé Linhares, a deputada estadual Mirian Sobreira e Danilo Serpa, ex-chefe de Gabinete no Governo Cid Gomes.

Em relação à Danilo Serpa e Mirian Sobreira, a não nomeação oficial se justifica pelo fato de as suas respectivas pastas, a Secretaria de Relações Institucionais e a Secretaria de Políticas sobre Drogas, ainda não existirem oficialmente, mas os dos demais já existem, no caso o Conselho Estadual de Educação (Padre Zé Linhares), Semace (Artur Bruno) e Secitece (Inácio Arruda).

Inácio e Artur Bruno querem continuar no Congresso Nacional até o último dia de seus mandatos, 31 de janeiro próximo.

12:32 · 15.12.2014 / atualizado às 12:32 · 15.12.2014 por

Há uma expectativa de o governador eleito Camilo Santana anunciar os primeiros nomes dos auxiliares, em data mais próxima do fim deste mês. No momento, Camilo conversa com pessoas fora do ambiente político partidário, para conhecer suas expectativas sobre ações governamentais ligados a seus segmentos sociais.

Os deputados estaduais governistas, por conta da falta de informação confiável, têm posições diferentes quanto ao número de colegas com chances de chegarem ao secretariado. No centro das divergências estão os suplentes. O primeiro deles, Leonardo Pinheiro, por conta da volta de Ivo para a Educação municipal, é o mais tranquilo.

Os três outros: Professor Teodoro, Fernando Hugo e Dedé Teixeira, têm sido alimentados de esperança por colegas, os mesmos que reconhecem dificuldades para o governador escolher três secretários da futura composição da Assembleia, tendo ainda por cima uma certa restrição de petistas ao deputado Fernando Hugo, por suas posições críticas ao governo da presidente Dilma e a vários outros petistas.

15:21 · 09.09.2013 / atualizado às 15:21 · 09.09.2013 por

O governador vai anunciar, daqui há pouco, no Palácio da Abolição, os nomes dos novos auxiliares. No auditório do Palácio estão, neste momento, alguns dos secretários que fora  exonerados na últi ma sexta-feira, como o da Segurança, Francisco Bezerra; das Cidades, Camilo Santana; dos Esportes, Gony Arruda e da Fazenda, Mauro Filho.

11:26 · 05.01.2013 / atualizado às 11:26 · 05.01.2013 por

Com os novos valores, aprovados pela Câmara Municipal de Fortaleza, para remunerar os secretários da Prefeitura de Fortaleza, totalizando R$ 13.769,73, o prefeito Roberto Cláudio mandou eliminar os jetons que eram pagos ao ex-secretários, como forma de complementação da remuneração. A prática, antiga, na Prefeitura, mesmo antes da gestão de Luizianne Lins, consistia no pagamento por reuniões de um determinado Copam, em razão dos baixíssimo salário-base dos secretários