Busca

Categoria: Sessão solene


12:48 · 08.07.2015 / atualizado às 12:48 · 08.07.2015 por

Esta manhã, em Brasília, no plenário da Câmara dos Deputados, aconteceu a sessão solene em homenagem póstuma a Paes de Andrade, um dos políticos cearenses com o maior número de mandatos naquela Casa do Congresso Nacional. Ele presidiu a Câmara entre os anos de 1989 e 1991.

Naquele período, em mais de uma oportunidade ocupou, interinamente, a Presidência da República, oportunidade em que, na primeira vez delas, veio ao Ceará para uma visita ao Município de Mombaça, sua terra natal.

Paes, embora disputado mandatos majoritários, de senador e prefeito de Fortaleza, sempre só conseguiu se eleger deputado estadual e federal. Como deputado estadual ele foi secretário do Governo Parsifal Barroso.

O primeiro a discursar, na solenidade de hoje, o deputado Danilo Forte (PMDB-CE) se emocionou ao lembrar os vários episódios vividos entre ele e o ex-presidente da Câmara que foi, inclusive, um dos maiores apoiadores da entrada dele na vida pública. Danilo chegou a ser casado com uma filha de Paes de Andrade, tendo lhe dado um neto.

“Paes para mim foi sem sombras de dúvida um professor, um mestre, um amigo, um conselheiro, uma pessoa com quem passamos juntos quase 30 anos diuturnamente em campanha e em processos políticos”, disse.

“Ele me deu um grande aprendizado e não me esqueço de nunca o dia da sua eleição como presidente da Mesa Diretora desta Casa. Eu estava sentado ali em cima nas galerias e ele aqui embaixo naquela luta ferrenha do debate político num momento em que o Brasil se reconstruía depois de uma longa ditadura”, complementou.

 

Demais oradores

Os demais oradores que subiram a tribuna da Câmara para homenagear Paes de Andrade foram: o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), genro de Paes; o vice-presidente da República, Michel Temer; e os deputados Domingos Neto (PROS-CE), Odorico Monteiro (PT-CE), José Guimarães (PT-CE) pela liderança do governo, Rubens Bueno (PPS-PR) pela liderança da minoria, José Airton (PT-CE), Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), Chico Lopes (PCdoB-CE), Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), além do ex-deputado Mauro Benevides.

Com informações da assessoria de Danilo Forte