Edison Silva

Categoria: Sonegação


11:16 · 13.04.2015 / atualizado às 11:17 · 13.04.2015 por

Nas explicações sobre a prestação de contas do Governo do Estado, referentes ao exercício de 2014, no tópioco relacionado à atuação da Secretaria da Fazenda, há informações sobre o combate à sonegação fiscal.

Segundo relato oficial, a Secretaria da Fazenda, por intermédio da Coordenadoria de Pesquisa e Análise Fiscal – CEPAF, encaminhou ao Ministério Público estadual, no decorrer do ano de 2014,  587 representações contra inúmeras empresas cearenses suspeitas de sonegarem impostos que, somados com as multas correspondem a R$.165 milhões.

A prestação de contas do Estado, neste momento, está sendo examinada pelo Tribunal de Contas do Estado, que emitirá um parecer técnico antes que elas sejam votadas pela Assembleia Legislativa.

Leia o que oficialmente está registrado no documento sobre sonegação: 

-Foram enviados ao Ministério Público do Estado do Ceará os autos de infração que configuram, em tese, crimes contra a ordem tributária, para apreciação e providências que se fizerem necessárias. No período de janeiro a dezembro de 2014, foram encaminhados um total de 587 (quinhentos e oitenta e sete) Representações Fiscais, originadas de 769 (setecentos e sessenta e nove) Autos de Infração lavrados contra contribuintes do Estado do Ceará, todos com trânsito em julgado na via administrativa e devidamente inscrito na Dívida Ativo Estadual. Referidas Representações Fiscais resultaram em supressão de receita tributária de ICMS no valor de R$ 77.387.070,32 (setenta e sete milhões, trezentos e oitenta e sete mil, setenta reais e trinta e dois centavos) que, acrescida dos valores correspondentes às penalidades pecuniárias legais, totalizaram um montante devido ao Estado do Ceará de R$ 165.342.476,64 (cento e sessenta e cinco milhões, trezentos e quarenta e dois mil, quatrocentos e setenta e seis reais e sessenta e quatro centavos), assim distribuídos:

TABELA 29

DEMONSTRATIVO DAS REPRESENTAÇÕES FISCAIS

(R$ 1,00)Representações Fiscais Autos de Infração ICMS Devido (R$) Multa (R$) Total (R$)
587 769 77.387.070,32 87.955.407,02 165.342.476,64
13:47 · 02.02.2015 / atualizado às 13:47 · 02.02.2015 por

Indústrias consideradas “laranjas” no setor de confecção do Estado estão sendo investigadas por sonegação fiscal e, segundo Mauro Filho, seriam as responsáveis pelas ameaças de morte a ele dirigidas. O secretário da Fazenda, até o momento, tem travado disputa judicial para conseguir derrubar algumas liminares beneficiando tais empresas que burlam o fisco.

Essas empresas conseguiram, nos últimos meses, nove liminares para continuarem sonegando impostos. Até a última quinta-feira, sete dessas liminares haviam sido revogadas por integrante do Tribunal de Justiça do Ceará, sendo que na última decisão o desembargador mandou abrir uma investigação criminal para identificar os reais donos das empresas registradas em nomes de terceiros de reconhecida incapacidade para o tipo de empresa.

Segundo Mauro Filho, a partir desta última decisão judicial cassando a liminar, e mandando abrir o procedimento de investigação para saber quem são os responsáveis de fato pelas empresas “laranjas”, as ameaças de morte contra ele ficaram bem mais explícitas.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs