Edison Silva

Categoria: Sucessão presidencial


13:00 · 12.09.2013 / atualizado às 13:00 · 12.09.2013 por

Está registrado na coluna “Painel” da Folha de S. Paulo de hoje, o encontro que o governador Cid Gomes teve com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, no fim da noite da última segunda-feira, na residência oficial do governador pernambucano, quando conversaram sobre a posição do PSB em relação à sucessão da presidente Dilma. O governador foi para Recife, na segunda-feira, imediatamente após ter feito o anúncio dos novos secretários de Estado.

Leia a informação que está na coluna “Painel”: 

“Campos abre o jogo

Numa conversa que se estendeu até as 3h de terça-feira, Eduardo Campos (PSB) disse ao governador Cid Gomes (PSB-CE) que, se a eleição fosse hoje, seria candidato a presidente. “Hoje eu sou. Para ganhar, para perder. Para fazer 1% ou 30%.” Ressaltando que a decisão só será tomada em 2014, o governador de Pernambuco afirmou ainda que a presidente Dilma Rousseff tem 40% dos votos no país. E emendou: há 60% do eleitorado “à disposição de outros candidatos”.-

Dois altares A conversa com Cid, a mais clara até agora sobre a eventual candidatura de Campos, ocorreu diante de Fernando Bezerra, ministro de Dilma.”

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs