Edison Silva

Categoria: Telefones


08:32 · 21.11.2014 / atualizado às 08:32 · 21.11.2014 por

O deputado Heitor Férrer, na manhã passada, não escondia sua irritação com o fato de ter tentado falar com o procurador geral de Justiça, Ricardo Machado, e uma pessoa do gabinete do procurador não ter fornecido o telefone celular que ele utiliza.

O deputado estava querendo falar com o procurador sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade que o PDT cearense apresentou, contestando a Lei que permite o Tribunal de Contas dos Municípios a arquivar processos de prestação de contas que estejam tramitando há mais de cinco anos, alegando já estarem prescritos.

Heitor reclamava do fato de não ser permitido fornecer o número do telefone do procurador e alguém o sugeriu a apresentar um projeto de lei obrigando a que todos os telefones, cujas contas são  pagas pelo contribuinte, os chamados telefones institucionais,  ser do conhecimento público. O telefone institucional é de trabalho.

Vereadores, deputados, secretários municipais e estaduais, conselheiro, desembargadores, membros do Ministério Público e muitos outros servidores públicos têm o privilégio de utilizar um telefone celular pago pelo contribuinte. 

O deputado não disse se apresentará o projeto.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs