Busca

Categoria: Título de cidadania


10:52 · 02.06.2013 / atualizado às 10:52 · 02.06.2013 por

a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, recentemente, a concessão de títulos de cidadania fortalezense a várias personalidades, dentre elas, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal e ao vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena. O último Diário Oficial do Município traz o diploma legal das concessões:

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Joaquim Barbosa.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. ROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Joaquim Barbosa, ministro

presidente do Supremo Tribunal Federal.  Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Luiz Carlos Bezerra Pereira. O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido ao Senhor Luiz Carlos Bezerra Pereira, ex-jogador e ex-treinador do Ceará Sporting Club, o Título de Cidadão de Fortaleza. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor André Valadão.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor André Valadão. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Gaudêncio Gonçalves Lucena.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Gaudêncio Gonçalves Lucena, Vice-Prefeito de Fortaleza. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor nada de sua publicação.

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Vice-Almirante Bernardo José Pieratoni Gambôa.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadão de Fortaleza ao Vice-Almirante Bernardo José Pieratoni Gambôa. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Concede o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Severino Ramalho Neto.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadão de Fortaleza ao Senhor Severino Ramalho Neto, Conselheiro da Câmara dos Dirigentes Lojistas do Ceará (CDL) e Presidente da Associação Cearense de Empresas Supermercadistas (ACESU). Art. 2º – Este Decreto entra em vigor na datade sua publicação.

Concede o Título de Cidadã de Fortaleza à Senhora Geuza Leitão.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadã de Fortaleza à advogada e ecologista Geuza Leitão. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.

Concede o Título de Cidadã de Fortaleza à Doutora Fátima Veras, Reitora da Universidade deFortaleza.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribuições legais, que lhe são conferidas pelo art. 36, inciso IV e parágrafo único da Lei Orgânica do Município. PROMULGA:

Art. 1º – Fica concedido o Título de Cidadã de Fortaleza à Doutora Fátima Veras, reitora da Universidade de Fortaleza. Art. 2º – Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.