Busca

Categoria: Troca de insultos


09:12 · 30.08.2012 / atualizado às 09:12 · 30.08.2012 por

Bandido, ficha podre, mentiroso e cara limpa foram algumas das expressões ouvidas ontem, no plenário da Câmara Municipal, entre os vereadores. A confusão foi grande quando os vereadores discutiam os trâmites legais para a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que deve investigar possíveis casos de irregularidades no programa Bolsa Família.
Os trabalhos da sessão ordinária tiveram que ser encerrados, porque vereadores petistas discutiram durante toda a sessão com parlamentares da bancada de oposição, inclusive, quase partindo para agressões físicas. O embate teve dois momentos distintos. Um envolvendo Guilherme Sampaio, líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara e a vereadora Toinha Rocha (PSOL), e um outro, com trocas de acusações por parte de Ronivaldo Maia (PT), líder da prefeita Luizianne Lins, e o pedetista, Plácido Filho.
Os vereadores chegaram a faltar com o decoro parlamentar e se trataram com insultos e expressões como: “bandido”, “ficha podre”, “mentiroso” e “cara limpa”. Por conta dos ânimos alterados, o presidente da Mesa Diretora, Acrísio Sena (PT), resolveu levantar a sessão, ainda que não tenha resolvido por completo, o impasse sobre a instalação da CPI do Bolsa Família, apesar do acerto do dia anterior entre os 23 vereadores que participaram de um café da manhã, organizado por Acrísio.