Busca

Categoria: Turismo


09:06 · 18.02.2015 / atualizado às 09:07 · 18.02.2015 por

A secretaria de Turismo do Estado terá sede, a partir desta quarta-feira, no Centro de Eventos, equipamento construído na gestão passada na Avenida Washington Soares. Até então ela funcionava em parte de um prédio acanhado, no Cambeba, ao lado de outras secretarias estaduais e em frente ao imóvel onde está o Tribunal de Justiça do Estado.

O novo espaço em nada fica a dever ao gabinete onde trabalhou o hoje secretário de Turismo enquanto chefe da Casa Civil, no Palácio da Abolição.

Leia o decreto que determina a mudança de endereço:

DECRETO Nº31.674 , de 12 de fevereiro de 2015.DISPÕE SOBRE A TRANSFERÊNCIA DE SEDE ADMINISTRATIVA DA SECRETARIA DO TURISMO DO ESTADO DO CEARÁ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pelo art.88, incisos IV e VI, da Constituição Estadual DECRETA:

Art.1º A sede administrativa da Secretaria do Turismo do Estado do Ceará, até então situada na Avenida General Afonso Albuquerque Lima – Edifício SEPLAG – Térreo – Cambeba, fica transferida, a partir de 18 de fevereiro de 2015, para o edifício localizado na Avenida Washington Soares, nº999, pavilhão leste, 2º mezanino, Bairro Edson Queiroz, CEP 60.811-341, Fortaleza, Estado do Ceará. Art.2º Fica alterado o seguinte dispositivo do Decreto nº31.051, de 13 de novembro de 2012:

“Art.1º …

Parágrafo único. O Centro de Eventos poderá ser utilizado para o regular funcionamento da Secretaria do Turismo, e atendimento das demais necessidades correlatas da Secretaria….

Art.3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO DA ABOLIÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, aos 12 de fevereiro de 2015.

Camilo Sobreira de Santana

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

Arialdo de Mello Pinho

SECRETÁRIO DO TURISMO

 

09:24 · 18.11.2014 / atualizado às 09:24 · 18.11.2014 por

O prefeito Roberto Cláudio (PROS) convidou o vereador Elpídio Nogueira (PROS) para assumir a secretaria de Turismo do Município de Fortaleza, em lugar do vereador Salmito Filho (PROS), que deixa a Pasta para ser candidato a presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, na eleição que ocorrerá no próximo dia 2 de dezembro. Elpídio era um dos nomes apontados também como candidato à sucessão do atual presidente da Câmara, vereador Walter Cavalcante (PMDB).

Elpídio indo para a secretaria municipal de Turismo, além de ser um prêmio de consolação, também contenta, parcialmente, a seu irmão deputado estadual José Sarto (PROS), um dos que gostariam de ser presidente da Assembleia Legislativa, posição já definida para o deputado José Albuquerque, atual presidente, um dos nomes preteridos na sucessão estadual, como candidato do Governo, posição que acabou ficando com o governador eleito Camilo Santana.

 

11:39 · 23.08.2014 / atualizado às 11:40 · 23.08.2014 por

O prefeito Roberto Cláudio sancionou a Lei que cria o Programa Turismo na Terceira Idade, aprovada pela Câmara Municipal de Fortaleza. A Lei já está em vigor, mas o prefeito ainda terá que assinar o decreto de sua regulamentação, nos próximos dois meses.

Leia a íntegra da Lei: 

LEI Nº 10.246, DE 22 DE JULHO DE 2014.
Cria o Programa Turismo na Terceira Idade e dá outras providências.
FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA APROVOU E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:
Art. 1º – Fica criado no âmbito do Município de Fortaleza o Programa Turismo na Terceira Idade, que será regido pela presente Lei.

Art. 2º – O Programa Turismo na Terceira Idade tem por objetivo estimular a realização de atividades turísticas voltadas para idosos, aposentados e pensionistas.

Parágrafo Único – Entende-se por Idoso a pessoa com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, conforme a Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003. Art. 3º – São objetivos do
Programa Turismo na Terceira Idade: I — promover a inclusão social de pessoas com mais de 60 (sessenta) anos, de aposentados e de pensionistas, proporcionando-lhes oportunidades de
viajar e de usufruir os benefícios da atividade turística, como forma de fortalecimento do setor; II — estimular a atividade turística, principalmente em períodos de baixa ocupação, como
mecanismo de redução dos efeitos da sazonalidade; III — incentivar o mercado voltado ao turismo a viabilizar oferta de produtos e serviços de qualidade e acessíveis a idosos,  posentados e pensionistas; IV — estimular o desenvolvimento de um mercado turístico segmentado para o público idoso, que permita uma relação real entre a qualidade e o preço dos serviços turísticos; V — estimular o aprimoramento e a diversificação dos produtos turísticos já comercializados para o público idoso; VI — fortalecer o desenvolvimento econômico das pequenas e médias empresas, que compõem a maior parte dasatividades turísticas.

Art. 4º – Caberá ao Poder Executivo a regulamentação desta Lei, por decreto, no prazo de 60 (sessenta) dias, após sua vigência. Art. 5º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
PAÇO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA, em 22 de julho de 2014. Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra – PREFEITO MUNICIPAL DE FORTALEZA.

09:51 · 27.09.2013 / atualizado às 09:51 · 27.09.2013 por

Por Georgea Veras

Para o vereador Gelson Ferraz (PRB), Fortaleza tem de debater a acessibilidade sob a ótica do desenvolvimento econômico da cidade. De acordo com ele, o Conselho Municipal de Turismo esteve reunido na semana passada e um dos pontos debatidos foi sobre a mobilidade e a acessibilidade, quando foram analisados os seus impactos diante da atividade de turismo, que, conforme o parlamentar, é o carro chefe da economia da Capital. De acordo com o vereador, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda, a qual preside, vai debater o assunto.
Gelson Ferraz apontou que uma das questões levantadas, durante a reunião do Conselho, foi a barreira criada entre o turista ou o fortalezense cadeirante e os ônibus e demais equipamentos turísticos. Segundo o parlamentar, nenhum dos ônibus que servem ao transporte de turistas é adaptado para cadeirantes. “Ou seja, um dos principais pólos turísticos do Brasil simplesmente não possui nenhum ônibus equipado com elevador para cadeira de rodas ou equipamento similar que permita o acesso ao veículo”, observou.
Ele alega haver pouco interesse em garantir ônibus de turismo com acessibilidade por parte dos empresários, pois essa adaptação ocupa mais espaço e representa menos poltronas. O vereador informou que está apresentando um projeto de lei que tem o objetivo de garantir uma cota mínima de veículos dentro da frota que presta serviço ao turismo. A ideia, destaca, é garantir que haja um atendimento mínimo ao turista que visita Fortaleza e que tem essas limitações.
Conforme Gelson Ferraz, “a outra face dessa moeda” é o despreparo de alguns hotéis e restaurantes, que também não oferecem a estrutura necessária para o atendimento aos turistas com deficiência. “E este é um erro crasso porque cada vez mais pessoas com deficiência adquirem pacotes turísticos, e Fortaleza é um dos destinos preferenciais, pelo menos até que cheguem aqui e passem por inúmeros constrangimentos”, observou.
O vereador lembrou que a cidade depende do turismo e, portanto, deve se adaptar ao setor, bem como ao morador de Fortaleza que é portador de alguma deficiência. “São os serviços públicos que devem se adaptar às pessoas e não o contrário”, argumenta. Ele promete que esse assunto será tratado pela Comissão de Turismo.
Segundo o parlamentar, está prevista, pelo grupo, uma série de atividades, como visitas técnicas, elaboração de material específico de conscientização e até a realização de um amplo debate com a cadeia produtiva do turismo e o Poder Público, para garantir que a cidade possa se preparar de maneira adequada para receber os turistas e os próprios fortalezenses.
O vereador aproveitou também para fazer um alerta à AMC e à Regional IV, sobre a inauguração de um shopping center nas imediações do terminal de ônibus da Parangaba. Gelson Ferraz argumenta que o trânsito naquela região é bastante movimentando, acreditando que, com o início das atividades desse centro comercial, a situação possa ficar mais crítica, prejudicando até mesmo o funcionamento do terminal.
“Como é que se autoriza a construção de um equipamento daqueles que é cercado pelo trilho do metrô e por duas vias que não tem capacidade ampliada para o tráfego atual?”, perguntou, deixando claro que nada de concreto está sendo providenciado para amenizar a situação que se aproxima. O vereador informou que o shopping foi licenciado pela gestão passada, mas “o problema” ficou para a atual administração.
“Nós gostaríamos de saber o que será feito, antes da inauguração, para resolver esta questão. Será construído algum túnel? Será mudado o fluxo do trânsito na Rua Germano Franklin? São questões que devem ser respondidas prontamente, porque esta bomba já está prontinha para explodir”, alertou.

09:41 · 26.06.2013 / atualizado às 09:41 · 26.06.2013 por

Por Miguel Martins

O oposicionista Heitor Férrer (PDT) chamou de inversão de valores quando o gestor do Estado, em sua avaliação, tem mais preocupação para com equipamentos para turistas do que com a população. Para ele, no Ceará, os manifestantes começam a “curvar” o governador, que segundo ele, “tudo pôde” em seu mandato até aqui. O pedetista defende que um plebiscito seja feito para que o povo diga se quer ou não a construção do Acquário Ceará.
“Todos falam que o Acquário vai custar R$ 250 milhões e isso é uma mentira oficial do Governo do Estado. Eu digo que ele chegará aos R$ 400 milhões ou R$ 500 milhões. Ele está com preço atualizado de mais de R$ 280 milhões”, apontou. Os R$ 250 milhões foram apenas de empréstimos a bancos internacionais. “Esses R$ 250 milhões, de uma obra megalomaníaca, que não serve ao povo do Ceará, é muito diferente quando eu vou para a execução orçamentário do Estado”, apontou.
Segundo ele, o déficit de moradia no Ceará é de mais de 301 mil moradias e conforme disse, Cid Gomes aplicou em moradia no Ceará apenas R$ 45 milhões dos R$ 247 milhões programados. Em Saneamento Básico, o governador do Ceará programou quase R$ 927 milhões e só concretizou pouco mais de R$ 160 milhões.
O líder do Governo, José Sarto (PSB), lembrou que na quarta-feira da próxima semana já está agendado a ida do secretário do Turismo do Estado, Bismarck Maia, para tirar as dúvidas dos deputados quanto à pasta. Segundo ele, o IPECE tem em mãos um estudo sobre os impactos econômicos que trará o Acquário Ceará. Tal estudo foi realizado juntamente com USP e Banco do Nordeste do Brasil.
“O projeto do Acquário Ceará terá impacto financeiro e econômico muito positivo na economia do Ceará. Os recursos para o equipamento não podem ser, segundo Sarto, usados para moradia popular. “Esse é um recurso carimbado e só pode ser usado com aquele fim específico. Não adianta dizer que R$ 250 milhões poderiam ser usados em hospital ou moradia. Esse é um discurso no mínimo desonesto”, disparou.

09:25 · 09.05.2013 / atualizado às 09:25 · 09.05.2013 por

Por Georgea Veras

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda da Câmara Municipal de Fortaleza vai realizar um debate nessa sexta-feira, dia 10, para discutir a exploração sexual infanto juvenil em Fortaleza. A necessidade de levantar essa discussão, conforme o presidente do colegiado, vereador Gelson Ferraz (PRB), é a aproximação da realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, na Capital cearense.
“Fortaleza não precisa desse tipo de turismo”, defendeu o parlamentar. De acordo com ele, na legislatura passada, quando também presidia a Comissão de Turismo, o grupo foi o responsável pela confecção de um panfleto em português, inglês e espanhol que falava aos turistas que chegavam em Fortaleza, sobre o turismo sexual e a exploração sexual de crianças e adolescentes.
O panfleto, conforme o parlamentar, foi distribuído pelos vereadores, no segundo semestre de 2009, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, na Avenida Beira Mar, no Centro Cultural Dragão do Mar e na Praia de Iracema. Na época, eles iniciaram a campanha “Criança não é atração turística”.
Gelson Ferraz lembra que, no dia em que os vereadores foram distribuir o material no Aeroporto, chegou um voo charter com turistas de vários países da Europa, todos homens que, segundo o parlamentar, não se sabia quanto tempo eles permaneceriam em Fortaleza e porque escolheram a cidade como destino turístico. O parlamentar contou que os organizadores que acompanhavam aqueles turistas chegaram a orientá-los a não receber o material que estava sendo distribuído pelos vereadores.
Agora o vereador quer novamente debater o combate ao turismo sexual e exploração infantil, devido aos eventos de grande porte que a cidade receberá, no caso, as copas, momento e que a cidade receberá turistas de vários países. O fórum sobre exploração sexual infanto juvenil, conforme o parlamentar, tem a intenção de chamar a atenção da sociedade e das autoridades sobre a problemática. O evento será realizado nessa sexta-feira, a partir das 13h30 no auditório da Câmara.

11:07 · 09.03.2013 / atualizado às 11:07 · 09.03.2013 por

O deputado Ely Aguiar (PSDC), em pronunciamento ontem, na Assembleia Legislativa, voltou a solicitar maior incremento para turismo religioso no Interior do Ceará. Ele pediu que o Governo do Estado apoiasse, por exemplo, o projeto do Monumento de Nossa Senhora de Fátima, no Sítio Barro Branco, distrito de Muriti, no Crato.
O assunto já tem sido levantado pelo parlamentar em algumas outras ocasiões, porque segundo disse, o Município da Região do Cariri tem vocação ao turismo religioso por diversos motivos e que isso não vem sendo defendido por alguns políticos daquela área. Conforme informou, promotores de Justiça estariam querendo impedir o andamento das obras.
A construção do monumento, que é de iniciativa de Ely Aguiar, já chegou a ser paralisada e embargada pelo Ministério Público, mas conforme lembrou, o Tribunal de Justiça do Estado autorizou a construção, que, inclusive, já foi retomada pelo Governo do Estado. O parlamentar apresentou diversos dados sobre o aumento na economia de muitos municípios do Ceará e de outros estados após investimentos no turismo religioso.
De acordo com ele, o desenvolvimento econômico de uma região pode ser, sim, incrementado pelo turismo religioso, principalmente em períodos de forte estiagem, como o que ocorre atualmente no sertão cearense. Conforme lembrou, Juazeiro do Norte, Maracanaú e Canindé tem investido neste modelo de turismo, o que tem resultado em muitas divisas para estas localidades.
“Um professor da Universidade de São Paulo disse que o turismo religioso é o que mais cresce no mundo. Temos o Estado propício ao turismo de lazer e nós estamos recebendo milhões de dólares para investimentos no turismo de lazer e por que não incrementar esse tipo de turismo?”, questionou, lembrando que religião é cultura.

12:09 · 02.02.2013 / atualizado às 12:09 · 02.02.2013 por

Salmito Filho, secretário de Turismo de Fortaleza, encerra hoje visita à Espanha, para onde foi em missão oficial.  Na próxima semana Salmito vai a Brasília para tratar da liberação de recursos e redefinição do projeto da Avenida Beira Mar, cujas obras devem começar pelo Mercado dos Peixes e algumas recomendações da área de segurança, principalmente do Corpo de Bombeiros, imporão mudanças no projeto original.

O prefeito Roberto Cláudio transferiu para competência da secretaria de Turismo a continuidade do projeto Vila do Mar.

Outro secretário municipal que também encerra hoje visita a Espanha, é Domingos Neto, secretário Especial da Copa. Ele foi lá para eventos ligados à Copa do Mundo de 2014.

10:40 · 23.11.2012 / atualizado às 10:40 · 23.11.2012 por

O deputado federal Domingos Neto está anfitrionando, em Fortaleza, o secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, o baiano Fábio Mota. Ontem, ele foi levado para uma conversa com o prefeito eleito Roberto Cláudio, sobre os projetos que Fortaleza, por sua nova administração,  poderão ser levados ao ministério do Turismo. Da conversa com o prefeito eleito também participou o vice-governador Domingos Filho.

A equipe que trabalha para o futuro prefeito, por orientação dele elabora alguns projetos para permitir que todo aquele turista vindo para o Ceará tenha condições de dedicar mais tempo para Fortaleza. Hoje, a cidade é simplesmente dormitório, pois os turistas desembarcam no Aeroporto Pinto Martins, hospedam-se em Fortaleza mas apenas para pernoite, pois sua programação está toda dedicada às praias de outros municípios

11:14 · 15.07.2012 / atualizado às 11:14 · 15.07.2012 por

O governador Cid Gomes, na última sexta-feira, empolgado, mostrava aos governadores do Nordeste e ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, todas as dependências do Centro de Eventos, onde acontecia a reunião da Sudene. No fim da visita, todos foram unânimes em elogiar a obra e o quanto ela será importnte para alavancar mais ainda o turismo no nosso Estado, sobretudo o de negócios.

A governadora Rosalba Ciarline, do Rio Grande do Norte, resolveu falar por último para acabar arrancando ricos dos demais ao afirmar que a obra era magnífica, ia motivar muitos eventos de negócios, mas daqui os turistas iam mesmo era gozar as delícias das praias do do seu Estado.