Edison Silva

Categoria: Visitas


09:33 · 10.09.2018 / atualizado às 09:44 · 10.09.2018 por

Por Miguel Martins

A menos de um mês da eleição do dia 7 de outubro, candidatos ao Governo do Estado pretendem intensificar visitas a municípios cearenses e eleger temas centrais de seus programas para a propaganda em rádio e televisão. Sem tempo – ou, em alguns casos, recursos – para percorrer todo o Estado, porém, alguns candidatos devem priorizar a realização de eventos que possam reunir eleitores de mais de uma cidade em um mesmo local, enquanto outros concentrarão atividades na Capital.

Segundo coordenadores das campanhas, o governador Camilo Santana, candidato do PT à reeleição, vai priorizar a realização de comícios regionais, enquanto General Theophilo, do PSDB, dará ênfase a visitas a municípios com mais de 40 mil habitantes. Já os outros três candidatos, devido a limitações financeiras, devem atuar principalmente em Fortaleza, mas alguns também farão visitas a outras regiões, caso de Ailton Lopes, do PSOL. Também estão na disputa Hélio Gois (PSL) e Francisco Gonzaga (PSTU).

De acordo com Nelson Martins, coordenador da campanha de Camilo Santana, o candidato terá agenda mais intensa a partir de agora. No entanto, devido ao trabalho como chefe do Executivo, ele não visitará todos os municípios que queria, e dará preferência a atividades regionais, abrangendo um público maior no Interior do Estado.

Na última quinta-feira, por exemplo, a campanha do governador realizou comício regional no Maciço do Baturité, com participação de prefeitos da região. Hoje, ele tem, no comitê central em Fortaleza, ato político que reunirá prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, lideranças e candidatos aliados. Segundo Nelson Martins, Camilo aproveita o tempo livre para trabalhar na campanha cedo da manhã, ao meio-dia e aos fins de semana. “Não foi cogitado qualquer possibilidade de se licenciar”, ressaltou.

Coordenador político da campanha de General Theophilo, o ex-governador Lúcio Alcântara informou que o candidato dará ênfase, neste período, a visitar municípios com mais de 40 mil habitantes. “Temos que ter um equilíbrio, passando parte da semana na Região Metropolitana de Fortaleza e no Interior. A prioridade são todos municípios acima de 40 mil pessoas e, tanto quanto possível, visitas a outros municípios”, detalhou.

Ocupar espaços

Segundo ele, nas próximas visitas, o candidato vai à Região do Cariri. “A grande ênfase tem que ser na comunicação, nos programas eleitorais e debates. Temos também que preparar o candidato para os debates, gravar programas, o que requer muito tempo”, citou. Lúcio Alcântara reconheceu que Theophilo “ainda é pouco conhecido”, mas disse que “isso vai melhorar com a presença dele na televisão”.

Ailton Lopes disse que manterá caminhadas e conversas com as pessoas nas ruas, para apresentar suas ideias “ocupando espaços”. “A gente vai continuar indo a outros municípios, mas temos que dar certa prioridade à Capital”, frisou. Hoje, ele participa de debate promovido pelo SindUECE, no Itaperi.

O socialista critica desigualdade entre as candidaturas, já que algumas são, como disse, “milionárias”, e outras têm poucos recursos. Segundo informou, a prioridade de sua campanha é o combate à desigualdade.

Hélio Góis deve intensificar atividades de rua e presença na Internet, de acordo com assessoria. O candidato tem tido dificuldade financeira para tocar a campanha. O Diário do Nordeste entrou em contato com a assessoria de Francisco Gonzaga para buscar informações sobre atividades do último mês da campanha, mas não teve resposta até o fechamento desta matéria.

12:43 · 13.09.2013 / atualizado às 12:43 · 13.09.2013 por

Por Georgea Veras

A Comissão de Educação da Câmara Municipal de Fortaleza realizou ontem a primeira visita em escolas da rede municipal de ensino. Foram visitadas duas unidades na Regional VI. De acordo com o vereador Guilherme Sampaio (PT), membro do colegiado, uma das reclamações feitas foi sobre a violência tanto dentro quanto no entorno das escolas. De acordo com o vice-líder do governo, vereador Didi Mangueira (PDT), a previsão é que o governo de Roberto Cláudio invista R$ 512 milhões no setor da Educação.
As escolas que receberam os membros da comissão foram: Escola Municipal Josefa Barros de Alencar, em Messejana e a Escola Municipal João Germano da Ponte Neto, no Conjunto Palmeiras. De acordo com Guilherme Sampaio, o que mais chamou atenção foi o relato de que agravou o índice de violência dentro e fora dessas unidades, informando também que outra queixa foi sobre problemas de estrutura.
O vereador aponta que a segunda escola visitada pela Comissão de Educação, a que fica localizada no bairro Conjunto Palmeiras, a diretora conta que já foram encontradas pessoas armadas dentro da escola e que a infraestrutura dessas unidades escolares só aumenta o risco de violência para os alunos e para os trabalhadores.
Guilherme Sampaio disse ainda que as escolas possuem apena um diretor para dar conta de todos os problemas e de mais de 500 alunos, o que, na sua opinião, é insuficiente. De acordo com o petista, após o término das visitas, que pretende se estender a todas as regionais, a comissão irá produzir um relatório que será entregue aos vereadores e à Secretaria de Educação.
O vereador Ronivaldo Maia (PT) acredita que após o prefeito Roberto Cláudio assumir a Prefeitura de Fortaleza, a qualidade dos serviços de educação e saúde pioraram. De acordo com ele, a Prefeitura já prorrogou pela segunda vez o processo de renovação das carteiras estudantis, prejudicando, aponta, os alunos que ingressaram agora na rede municipal de ensino.
Outra reclamação do petista é em relação ao Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Pro Jovem), em que a renovação do contrato dos professores foi feita com atraso, tendo também atraso de dois meses no pagamento do salário desses profissionais. “De fato o que estava bom ficou ruim e o que estava ruim ficou pior, pois onde tinha problema, piorou”, constatou.
O vice-líder do governo, vereador Didi Mangueira, rebateu as críticas dos parlamentares do PT. De acordo com ele, se apesar dos investimentos já feitos, até o momento, na área de Educação, pela atual administração, a situação está ruim, então é porque no governo passado era ainda pior.
Didi Mangueira disse que a ex-prefeita Luzianne Lins fez muito pela educação, principalmente, pelos professores, mas deixou um calendário escolar incompleto em um ano, o que, segundo ele, trouxe grandes prejuízos. Por isso, pontua, a primeira medida que teve de ser tomada foi ajustar esse calendário para que os estudantes da rede pública municipal de ensino não tivessem mais prejuízos.
Sobre os investimentos, destacou o governista, a previsão é que a atual gestão aplique R$ 512 milhões na área da Educação. Parte dessa verba será para a construção de 79 creches, das quais 10 já foram iniciadas as obras. Há também a promessa de seis escolas de tempo integral para serem entregues ainda este ano, além de reformas em outras unidades escolares e mais 29 novas escolas, também de tempo integral, para serem entregues até o final do governo.
Didi Mangueira ressaltou ainda que um dos maiores saltos na Educação feito este ano foi a seleção pública realizada para diretores e coordenadores de escola, citando ainda o concurso público para professor auxiliar, a construção de 49 quadras poliesportivas e o projeto segurança escolar, com 40 viaturas da Guarda Municipal monitorando as escolas.
“Com 512 milhões a mais e com todos esses equipamentos, se ainda não tiver melhorado, então como estava essa educação?”, questionou, entendendo que os vereadores precisam procurar serem justos e fieis às ações e medidas que o atual governo vem tomando nas diversas áreas da administração pública.

Pesquisar

Edison Silva

Blog da editoria Política, do Diário do Nordeste.
Posts Recentes

09h09mBardawil recorre ao TSE por candidatura ao Senado

09h09mVereador diz que acidentes de trânsito retiram recursos de outras áreas

09h09mEunício e Girão são os candidatos ao Senado que mais gastaram em campanha

09h09mNomes de profissões, apelidos e animais no apelo de candidatos por votos

09h09mParlamentares criticam o general Mourão

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs