Edison Silva

Para Heitor Ferrer, criação da Superintendência de Segurança no Estado é “politicalha”