Edison Silva

Busca


Projeto quer criar bicicletário em repartições públicas do município

Publicado em 25/09/2014 - 9:25 por | Comentar

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle

Por Suzane Saldanha

Repartições públicas municipais de Fortaleza podem passar a contar com equipamento exclusivo para o uso de bicicletas. Ontem começou a tramitar na Câmara Municipal de Fortaleza uma proposta que pretende criar bicicletários nas repartições.

Conforme o projeto de indicação de autoria do vereador Adelmo Martins (PROS), os bicicletários seriam instalados nas repartições públicas de Fortaleza que funcionam em prédios próprios ou alugados e contariam com equipamentos de apoio aos ciclistas, como bebedouro, equipamento de ar para encher e calibrar pneus e cadeados individuais para as bicicletas. O projeto ainda sugere que os bicicletários sejam instalados através de uma Parceria Pública Privada.

O documento justifica a criação para que os funcionários e visitantes destas repartições que fazem uso da bicicleta vão ter como meio de transporte. “O Município tem uma política de incentivo do uso da bicicleta como meio de transporte, criando ciclovias, ciclofaixas e as estações compartilhadas de bicicletas, visando a melhoria do trânsito e diminuindo a poluição”.

Tags: ,

Acrísio Sena lamenta distanciamento dos eleitores com a política

Publicado em 25/09/2014 - 9:24 por | Comentar

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle

Por Suzane Saldanha

Em seu pronunciamento na Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Acrísio Sena (PT), candidato a deputado federal, afirmou que esta eleição está sendo marcada pela indiferença e distanciamento dos eleitores com a política, principalmente dos jovens.
Ele relatou que o comportamento tem sido observado em os municípios que tem percorrido, inclusive Fortaleza, e o caso é comentado entre os postulantes a cargos eletivos de diversos partidos. “Esta eleição ficará marcada como a eleição do silêncio, da indiferença e do distanciamento da população com a política. Nunca vi uma eleição nesse formato, todos os partidos se impressionam como chegamos a esse estágio”.

Acrísio lamentou a falta de manifestação do eleitor sobre tudo da juventude, antes ativa no processo eleitoral, e lembrou que 51 milhões de jovens de 16 a 19 anos votam no Brasil. “A juventude que sempre participou de debates e do processo está calada. Temos 51 milhões, maior que a população da argentina toda que é só 46 milhões”. Para ele, os partidos devem estimular a juventude a organizar movimentos políticos, como os grêmios estudantis e os centros acadêmicos. Além disso, é necessário estudar o desdobramento do comportamento após a eleição.

De acordo com o parlamentar, neste período nas últimas eleições a população estava nas ruas, protagonizando manifestações espontâneas com orgulho de defender os seus candidatos. “Nós vivíamos manifestações espontâneas da população, as pessoas com orgulho de colocar o bottom no peito e estamos assistindo uma verdadeira revolução silenciosa”.

O vereador enfatizou a necessidade de se repensar todo o sistema político brasileiro com uma ampla reforma política e com as casas legislativas exercendo um trabalho de cidadania permanente para resgatar e mostrar a importância do parlamento. Acrísio Sena afirmou ser imprescindível que o voto continue ser obrigatório, pois é preciso trazer o sentimento de importância da cidadania através do voto como instrumento democrático. “Não podemos abrir mão de consolidar a democracia”.

Ele defendeu que os políticos não podem permitir que a campanha eleitoral deste ano seja marcada pelo voto branco ou nulo. Sena defendeu que o eleitor decepcionado com determinado candidato não deve de desmotivar para votar, pois existem outras opções de postulantes. “A decepção que um determinado eleitor tenha com candidato não pode ser a motivação para não votar, por isso existe a eleição para conhecer a história do candidato e saber se merece o voto”. E criticou candidatos com dinheiro que se acham com o direito de comprar um mandato parlamentar se aproveitando da situação de miséria de um bairro pobre. “Temos que trazer o voto propositivo e programático”.

Acrísio Sena ainda destacou que o País passou a ter, nestes últimos 12 anos governado pelo PT, políticas públicas para juventude, com universitários estudando no exterior, com mais escolas em tempo integral e escolas profissionalizante. Conforme o vereador, a rede federal de Ensino no Brasil de 1909 a 2002 construiu 140 escolas técnicas e nos últimos 12 anos foram construídas 422 escolas técnicas no Brasil. “Quase quatro vezes o que em um século não foi construído”.

Tags:

Sessão na Câmara é marcada pela presença de poucos vereadores e levantada sem votação

Publicado em 25/09/2014 - 9:23 por | Comentar

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle

Por Suzane Saldanha

Apesar desta eleição não ser municipal, os trabalhos na Câmara Municipal de Fortaleza têm sido prejudicados durante este período eleitoral. A sessão ordinária, mais uma vez, foi levantada por falta de quórum no momento da Ordem do Dia, quando os vereadores votam matérias. O fato se tornou comum e acontece pelo menos uma vez por semana desde que os parlamentares voltaram do recesso em agosto.

Ontem, após duas horas de sessão, por volta das 12h, a Mesa Diretora constatou que dos 43 parlamentares da Casa, apenas 21 deram presença no plenário impossibilitando a abertura da Ordem do Dia, na qual é necessário pelo menos 22 vereadores para deliberar matérias.

Registraram presença no plenário Walter Cavalcante (PMDB), José do Carmo (PSL), Adail Jr (PROS), Elpídio Nogueira (PROS), Wellington Saboia (PSC), A Onde É (PTC), Bá (PTC), Carlos Dutra (PROS), Cláudia Gomes (PTC), Didi Mangueira (PDT), Dr. Adelmo (PROS), Ana do Aracapé (PSC), Evaldo Lima (PCdoB), Fábio Braga (PTN), Guilherme Sampaio (PT), Joaquim Rocha (PV), Marcos Aurélio (PSC), Martins Nogueira (PROS), Paulo Diógenes (PSD), Ronivaldo Maia (PT) e Vaidon Oliveira (PSDC).

Na pauta desta quarta, estavam para serem votados 11 requerimentos. Outro fato observado neste período é a pequena produção legislativa. As pautas frequentemente conta apenas com requerimentos, sendo a maioria deles a transcrição nos anais da Casa de matérias veiculadas em jornais locais.

Diferindo deste pedido, ontem, apenas dois destacavam outros pedidos, um sobre uma audiência pública para debater a acessibilidade e inclusão social das pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, de autoria da vereadora Cláudia Gomes e outro sobre uma moção de pesar pelo falecimento do estudante Emanuel Rodrigo Biana Costa Bezerra, que morreu após subir até o cume da Montanha Camelbak, na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos (EUA). Contudo, elas não foram votadas.

Além da falta de vereadores no momento da votação, a sessão de ontem também foi marcada pelo esvaziamento no plenário, assim como tantas outras durante este período. Durante os discursos de sete vereadores e da professora representante do Centro de Apoio a Mães de Portadores de Deficiência Keila Leite Chaves, poucos parlamentares acompanhavam os pronunciamentos no plenário. Durante o seu pronunciamento, Keila chegou a afirmar estar indignada com a presença de poucos vereadores e pediu atenção dos presentes. “Quero manifestar a minha indignação de ver essa casa esvaziada e eu to vendo no máximo quatro parlamentares”, reclamou.

Além das sessões serem levantadas por falta de quórum no momento da votação, as plenárias da Casa têm começado com frequente atraso. Conforme o Regimento Interno, as sessões ordinárias devem ter início às 9h, sendo procedida a segunda chamada às 9h15, contudo esta não é a realidade na Casa. Nas últimas semanas, teve sessão que foi iniciada às 10h, com uma hora de atraso segundo o Regimento. Ontem, a sessão começou às 9h50.

Tags: ,

Termina prazo para a emissão da segunda via do título de eleitor

Publicado em 25/09/2014 - 9:22 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Na manhã de ontem, algumas pessoas buscavam segunda via de título de eleitor FOTO: Kléber A. Gonçalves

Na manhã de ontem, algumas pessoas buscavam segunda via de título de eleitor FOTO: Kléber A. Gonçalves

Por Yohanna Pinheiro

Termina hoje o prazo para que os eleitores possam tirar a segunda via do título de eleitor. Quem perdeu ou teve o documento extraviado, entre outros casos, poderá receber o título na hora na Central de Atendimento ao Eleitor do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). Para solicitar a reimpressão do título, basta levar um documento de identificação com foto original e uma fotocópia.

Na manhã de ontem, penúltimo dia para solicitar a segunda via do documento, a procura pelo serviço foi relativamente baixa. Por volta das 10h30, todos os locais de atendimento estavam livres e não havia ninguém na fila. De acordo com o chefe da central, Afrânio Aguiar, o pouco movimento já era esperado, uma vez que a população está consciente de que não precisa do documento para votar no dia 5 de outubro.

“Hoje, o título já não é aquele documento indispensável para o exercício do voto. É bom que o eleitor o tenha, porque ele identifica a sessão e a zona onde vota, mas o documento que hoje se exige para que o eleitor possa votar é um documento de identificação com foto, como RG, carteira de trabalho, passaporte, carteira de habilitação ou carteira de categorias profissionais reconhecidas”, explicou. “O título é só um complemento”.

Segundo o chefe da central de atendimento, a média de atendimento desde o início da semana tem sido de 200 eleitores por dia, em busca não só da segunda via do título, como também para se regularizar perante a Justiça Eleitoral ou para solicitar a certidão de quitação eleitoral e estar apto a votar no dia 5 de outubro. Apenas quem já tinha o documento ou havia solicitado o título até 5 de maio, último dia para cadastro eleitoral, poderá pedir a reimpressão do documento.

Tags: , , ,

Cinco pontos separam Camilo Santana de Eunício Oliveira

Publicado em 25/09/2014 - 9:21 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Edison Silva

Diz o relatório do Ibope, na terceira pesquisa de intenção de voto para o Governo do Ceará, contratada pela Televisão Verdes Mares, que “a vantagem de Eunício sobre Camilo diminui e considerando a margem de erro da pesquisa, que é de 3 pontos percentuais, neste momento ambos estão tecnicamente empatados”. Eunício Oliveira (PMDB) tem 43% contra 38% de Camilo Santana (PT). Eliane Novais (PSB) tem 3% e Ailton Lopes (PSOL) 1%.

Em relação à pesquisa anterior, publicada no dia 4 de setembro último, o candidato Eunício subiu um ponto e Camilo ganhou 4. O Ibope entrevistou 1204 eleitores entre os dias 21 e 23 deste mês, em 61 municípios cearense, segundo registro feito no Tribunal Regional Eleitoral sob o nº CE-00024/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BR-00764/2014. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Os eleitores cearenses também se manifestaram sobre a disputa pela vaga de senador e sobre suas preferências na disputa presidencial. Para o Senado, Tasso Jereissati (PSDB) subiu de 55% para 57%, enquanto Mauro Filho (PROS) subiu de 21% para 24%. Já em relação à sucessão presidencial, Dilma Rousseff (PT) subiu de 56% para 61%, enquanto sua principal concorrente neste Estado, Marina Silva (PSB) perdeu 6%, saindo de 25% para 19% (confira as tabelas na página 14).

No relatório de apresentação da pesquisa, está dito que “neste momento, a proporção de intenções de voto em Eunício é um ponto percentual superior à soma das menções dos demais candidatos (42%), portanto, não é possível afirmar a realização ou não de segundo turno se a eleição fosse hoje”.

Nesta terceira pesquisa sobre a sucessão estadual o peemedebista Eunício oscila 1 ponto percentual para mais e tem hoje 43% das menções, enquanto o petista Camilo cresce de 34% para 38%. Os candidatos Eliane Novais e Ailton Lopes têm, respectivamente, 3% e 1% das intenções de voto. Aqueles que têm intenções de votar em branco ou nulo representam 7% do eleitorado cearense e os indecisos passam de 10% para 8% (veja as tabelas ao lado).

Espontânea

Camilo tem seu maior percentual de intenções de voto, diz o relato do Ibope, “entre os eleitores que cursaram da 5ª a 8ª série (43% – crescimento de 8 pontos percentuais em comparação com a segunda pesquisa). Além disso, também se destaca entre os eleitores com renda familiar entre 1 e 2 salários mínimos: vai de 34% para 39% das menções”.
Já entre os eleitores potenciais de Eunício, “destaca-se o aumento das intenções de voto entre os que possuem de 45 a 54 anos (de 42% para 48% das menções) e entre os que têm 55 anos ou mais: de 31% para 36%”.

Na simulação de um eventual segundo turno entre Eunício e Camilo, “o peemedebista venceria hoje com 46% das intenções de voto (oscila 1 ponto percentual para menos em relação ao levantamento anterior), enquanto o petista tem 40% das menções (na rodada do começo deste mês tinha 37%). Aqueles que têm a intenção de votar em branco ou anular o voto somam 6% e os que não sabem dizer em quem votariam neste cenário representam 8% do eleitorado cearense”, diz o Ibope.

O índice de rejeição de Camilo continua superior ao de Eunício: 23% não votariam de jeito nenhum no candidato petista (3 pontos percentuais que na pesquisa anterior), contra 19% que não votariam no peemedebista (na pesquisa anterior eram 15%). Nesta pergunta, os entrevistados deveriam responder em quais candidatos não votariam de jeito nenhum, podendo citar mais de um nome.

Independentemente de suas intenções de voto, foi perguntado aos eleitores quem eles acreditam que será o próximo governador do Ceará. Quase metade dos entrevistados (45%) crê na vitória de Eunício (mesmo percentual da pesquisa do começo do mês) e os que apostam em Camilo correspondem a 35%, crescimento de 8 pontos percentuais.

Tags: , , ,

Percentuais mantêm Dilma e Tasso liderando

Publicado em 25/09/2014 - 9:19 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Edison Silva

Tasso Jereissati (PSDB) tem 33 pontos percentuais à frente do seu principal concorrente na disputa pela vaga de senador, Mauro Filho (PROS), segundo os dados da terceira pesquisa feita pelo Ibope para a Televisão Verdes Mares. No início de setembro a diferença era de 34 pontos. A presidente Dilma Rousseff, dos candidatos citados pelos eleitores cearenses teve a maior indicação de intenção de voto: 5 pontos percentuais da pesquisa anterior para esta. Dilma hoje tem 61% da preferência do eleitorado deste Estado.

No Ceará, as intenções de voto da candidata Dilma Rousseff, em busca da reeleição, crescem de 56% para 61%. Já Marina Silva registrou uma queda de 6 pontos percentuais e apresenta hoje 19% das menções. O tucano Aécio Neves é mencionado por 7% dos entrevistados, oscilação de 2 pontos percentuais a mais que na pesquisa anterior. Os entrevistados com intenção de votar em branco ou anular o voto são 4% e os indecisos 6%.

Na pergunta espontânea, aumenta de 48% para 57% os entrevistados que declaram intenção de votar pela reeleição de Dilma. Marina Silva é lembrada por 15% e Aécio Neves tem 5% das menções. Não sabem ou preferem não responder esta pergunta 17% dos eleitores e as intenções de voto em branco ou nulo totalizam 4%.

Todos os demais candidatos à Presidência da República constavam da relação apresentada aos entrevistados, mas a exceção do Pastor Everaldo, nenhum outro obteve menção suficiente para alcançar 1%, observa o relatório do Ibope.

Senado

O ex-governador do Ceará, Tasso Jereissati, se mantém na liderança com 57% das intenções de voto para o Senado, tendo oscilado 2 pontos percentuais para mais em relação à última pesquisa. Em outro patamar está Mauro Filho que passa de 21% para 24% das intenções de voto. Os demais candidatos obtêm até 1% das menções cada. Os que têm intenção de votar em branco ou nulo correspondem a 7% e os indecisos representam 10% do eleitorado cearense.

Na pergunta espontânea, quase metade do eleitorado cearense (48%) não sabe dizer em quem votaria para senador (15 pontos percentuais a menos que na pesquisa anterior). O tucano tem 34% das intenções de voto, enquanto o candidato do PROS obtém 10% (esses percentuais eram, respectivamente, 22% e 7% na última pesquisa).

Neste ano, será eleito apenas um senador no Ceará, assim como em todos os demais estados brasileiros e no Distrito Federal. O Senado vai se renovar em um terço de sua composição, uma vez que no pleito anterior a renovação foi de 2/3. A disputa pela vaga é majoritária, o que significa que o mais votado, no dia 5 de outubro será o eleito.

As entrevistas foram feitas com eleitores de 61 municípios. Elas são pessoais com utilização de um questionário elaborado de acordo com os objetivos propostos. Há filtragem em todos os questionários após a realização das entrevistas e fiscalização em aproximadamente 20% dos questionários,

Tags: , , , ,

Vereador quer cadeira anfíbia nas praias de Fortaleza

Publicado em 24/09/2014 - 17:57 por | 2 Comentários

Categorias: Cadeiras anfíbias
  • Enviar para o Kindle

Por Suzane Saldanha

Começou a tramitar na Câmara Municipal de Fortaleza, a partir de hoje, um projeto de indicação que cria no âmbito do Município de Fortaleza o programa Praia Acessível na Orla Marítima da Capital. A ideia é  do vereador Joaquim Rocha (PV).

De acordo com a proposta, os cadeirantes precisam praticar esportes ao ar livre e tomar banho de mar e o Município deve promover a inclusão social. “A praia é um dos espaços mais democráticos, mas os cadeirantes e pessoas com mobilidade limitada ainda enfrentam dificuldade para ter acesso à areia e ao mar”.

Segundo o projeto, será oferecido gratuitamente, para munícipes e visitantes, a cadeira de rodas anfíbia para o transporte de cadeirantes desde a areia até a água. O documento prevê que as cadeiras serão distribuídas em local escolhido pelo Prefeitura Municipal de Fortaleza que terão que obedecer critérios de acessibilidade como, rampas, piso tátil, vagas específicas, banheiros acessíveis e postos de salvamento. Além disso, monitores treinados pela Secretaria de Turismo de Fortaleza serão responsáveis por transferirem o deficiente da própria cadeira para a cadeira anfíbia, acompanha-lo na praia e recolher o equipamento ao posto.

Segundo a matéria, para o banho assistido o cadeirante será transferido para uma cadeira anfíbia e poderá ficar na água até 30 minutos. Para usar a cadeira, o portador da deficiência deve apresentar os documentos dele e do acompanhante e assinar um termo de responsabilidade.

Tags: ,

Mauro Filho, candidato ao Senado, acredita em virada nos últimos dias

Publicado em 24/09/2014 - 12:39 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle
Prefeito Roberto Cláudio (à esquerda), Candidato ao Senado Mauro Filho (centro) e Acrísio Sena (à direita) em carreta. FOTO: Tuno Vieira

Prefeito Roberto Cláudio (à esquerda), Candidato ao Senado Mauro Filho (centro) e Acrísio Sena (à direita) em carreta. FOTO: Tuno Vieira

Ainda atrás nas pesquisas, o canditado ao Senado pelo PROS, Mauro Filho, afirmou que acredita na virada nos últimos dias. Neste momento ele concede entrevista à TV Diário. Antes, cedo da manhã, o candidato participou do programa Paulo Oliveira na Rádio Verdes Mares AM.

Na última consulta do DataFolha, Mauro tem 19% das intenções de voto, enquanto Tasso Jereissati tem 58%. Mauro relembra o caso das eleições de 2010 e aposta em carona na campanha de Camilo Santana para vencer. “O último voto a ser definido é o de senador, 62% ainda não escolheu o candidato a senador. Isso gera uma expectativa muito grande. Tradicionalmente, o candidato a senador só decola quando o candidato ao Governo consolida. Em 2010, Tasso dormiu senador com 53%, Pimentel com 33% e o Pimentel ganhou, isso em dois, três dias”, afirma.

Marina

Questionado sobre como se portaria em eventual governo Marina, Mauro criticou a plano econômico da candidata. “Qual é a proposta transformadora da Marina? Estabelecer a autonomia do Banco Central para dar dinheiro a banqueiro. O que ela pensa para as novas atividades econômicas é só de frustração. Ela é contra as hidrelétricas, que são a principal fonte de energia do país. Eu preciso saber quais são as propostas dela. Estamos com mania no Brasil de ser candidato sem dizer o que pensa”. Apesar das críticas, o candidato se esquivou de revelar se iria para a oposição em caso da vitória de Marina.

Nova proposta

A dez dias das eleições, Mauro acaba de apresentar uma nova proposta de campanha. Ele afirmou que levará ao Senado projeto para que a população carcerária possa trabalhar em troca de redução de pena. De acordo com ele, a proporção entre os dias trabalhados e a redução da pena ainda está sendo calculada. No momento, Mauro trabalha com a tese de que para cada dia trabalhado, o preso teria um dia da pena reduzida, ou o inverso. Se ele mantiver esse cálculo, uma pena de dez anos poderia ser cumprida em pouco mais de seis anos.

“O preso aqui no Brasil não tem que trabalhar. Aqui no Brasil não há essa previsão constitucional. Então, além deles não trabalharem, eles têm todo um atendimento médico, hospitalar, de assistência social, tem direito a uma bolsa para a família se manter. São muitas regalias, é importante que ele trabalhe para poder construir isso”, diz.

 

Tags: , ,

Mais uma vez, sessão na Câmara Municipal de Fortaleza é levantada por falta de vereadores

Publicado em 24/09/2014 - 12:35 por | 2 Comentários

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle
Falta de vereadores é constante durante o período eleitoral Foto: Arquivo

Falta de vereadores é constante durante o período eleitoral Foto: Arquivo

Apesar de a eleição não ser municipal, como de costume durante este período eleitoral, mais uma vez, a sessão ordinária na Câmara Municipal de Fortaleza foi levantada, nesta quarta-feira (24), por falta de quórum no momento da Ordem do Dia, quando os vereadores votam matérias.

Por volta de 12h, a Mesa Diretora constatou que dos 43 vereadores, apenas 21 deram presença no plenário e para abrir a Ordem do Dia é necessário a presença de 22 vereadores.

Registraram presença no plenário Walter Cavalcante (PMDB), José do Carmo (PSL), Adail Jr (PROS), Elpídio Nogueira (PROS), Wellington Saboia (PSC), A Onde É (PTC), Bá (PTC), Carlos Dutra (PROS), Cláudia Gomes (PTC), Didi Mangueira (PDT), Dr. Adelmo (PROS), Ana do Aracapé (PSC), Evaldo Lima (PCdoB), Fábio Braga (PTN), Guilherme Sampaio (PT), Joaquim Rocha (PV), Marcos Aurélio (PSC), Martins Nogueira (PROS), Paulo Diógenes (PSD), Ronivaldo Maia (PT) e Vaidon Oliveira (PSDC).

Na pauta desta quarta, estavam para serem votados apenas requerimentos. Entre eles, uma audiência pública para debater a acessibilidade e inclusão social das pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, de autoria da vereadora Cláudia Gomes.

A sessão foi marcada pelo esvaziamento no plenário. Durante os discursos dos vereadores, poucos colegas estavam no plenário. Desde o retorno dos trabalhos em agosto, após o recesso parlamentar, pelo menos uma vez por semana não há votação na Casa Legislativa.

Vereadores atrasam início da sessão 

Além das sessões serem levantadas por falta de quórum no momento da votação, as sessões da Casa têm começado com frequente atraso. Conforme o Regimento Interno, as sessões ordinárias devem ter início às 9h, sendo procedida a segunda chamada às 9h15, contudo esta não é a realidade na Casa. Nesta quarta-feira, a plenária foi iniciada às 9h50.

Tags:

Debate na Universidade Federal do Ceará

Publicado em 24/09/2014 - 10:31 por | 1 Comentário

Categorias: Debate na UFC
  • Enviar para o Kindle

Os candidatos Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), não deverão participar, hoje, do  debate promovido pelos Sindicatos dos Trabalhadores e dos Docentes das Universidades Federais no Ceará, previsto para acontecer na Concha Acústica  da Universidade Federal do Ceará, a partir das 19 horas, com duração de duas horas.

Só os candidatos Ailton Lopes (PSOL) e Aliane Novais confirmaram presenças no encontro. Camilo e Santana e Eunício Oliveira, oficialmente, no horário previsto para o debate estão com outras programações de campanha.

Tags: , , ,

Adesão dos evangélicos foi omitida da agenda pública de Camilo

Publicado em 24/09/2014 - 10:17 por | Comentar

Categorias: Evangélicos
  • Enviar para o Kindle

Ontem, a agenda do candidato Camilo Santana (PT) ao Governo do Estado, e de Mauro Filho (PROS) ao Senado, relacionava apenas reuniões internas. Nem mesmo o evento na sede do Partido dos Trabalhadores (PT), no início da noite com o ministro Chefe da secretaria geral do Gabinete da presidente Dilma, Gilberto Carvalho, em Fortaleza, constava da agenda de Camilo e Mauro.

Camilo conversou com Gilberto Carvalho antes do eventto público, ocorrido quase que no mesmo momento do encontro do candidato com os evangélicos. Recentemente, Camilo e Mauro,  no Centro de Fortaleza, participaram de um outro evento com evangélicos promovido pelo deputado estadual Ronaldo Martins (PRB), candidato a deputado federal e ligado à Igreja Universal.

Tags: , ,

Camilo e Mauro recebem apoio de evangélicos em evento na Capital

Publicado em 24/09/2014 - 10:10 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle
Camilo Santana prometeu manter interlocutores para discutir as questões religiosas FOTO: DIVULGAÇÃO

O candidato Camilo Santana prometeu manter interlocutores para discutir as questões religiosas FOTO: DIVULGAÇÃO

Com informações da assessoria

Dois mil pastores de 35 ministérios de todo o Estado declararam apoio aos candidatos da coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana (governador) e Mauro Filho (senador), em evento evangélico realizado na noite da terça-feira (23) no Barbra´s Buffet, no Cambeba, em Fortaleza, segundo a assessoria do comitê dos candidatos.

“Vocês podem ter certeza que vou dar todo amparo para que as igrejas possam pregar a palavra de Deus aqui no Ceará. E, assim como o governador Cid Gomes já faz atualmente, terei interlocutores discutindo sempre com vocês as questões religiosas”, afirmou o candidato Camilo Santana durante o evento.

Além de Camilo e Mauro e dos líderes evangélicos, participaram do evento os secretários estaduais da Fazenda, João Marcos, e de Grandes Eventos, Ferruccio Feitosa. “Como senador, vou propor ao País que a atividade eclesiástica seja considerada laboral (trabalho), para poder pagar sua contribuição previdenciária e ter todas as garantias que a lei prevê, inclusive de aposentadoria, instaladas em todo o território brasileiro”, disse Mauro Filho.

Como deputado estadual, Mauro apresentou ainda a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) – em tramitação na Assembleia Legislativa –, que garante o “direito constitucional da liberdade de culto, sua proteção, vedação ao favorecimento e/ou perseguição religiosa”. “A palavra de Deus faz o homem viver melhor. Foi com essa convicção que apresentei a emenda à Assembleia”, explicou.

De acordo com o pastor Salim Pinheiro, da Assembleia de Deus, atualmente existem cerca de 6,5 mil templos e 1,4 milhão de evangélicos no Ceará. “Tenho certeza que nosso trabalho de coordenação política, somado aos outros segmentos da sociedade, vão fazer a diferença para elegermos Camilo e Mauro. Precisamos deles não apenas para defender os interesses da igreja, mas para o bem do nosso estado”, afirmou o pastor.

Tags: , ,

Suplentes de senador têm pouca visibilidade na campanha

Publicado em 24/09/2014 - 9:37 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
O deputado federal Padre Zé Linhares é suplente na chapa de Mauro Filho ao Senado Federal

O deputado federal Padre Zé Linhares é suplente na chapa de Mauro Filho ao Senado Federal

Por Suzane Saldanha

Os suplentes de senador, quase sempre desconhecidos dos eleitores, podem chegar ao Senado através do voto no senador titular. Nestas eleições, o Ceará contar com oito suplentes de senador, dois para cada candidato. A chapa tripla é obrigatória para o registro da candidatura de senador e pode ser composta por postulantes de diferentes siglas.

Apesar de os nomes dos suplentes terem obrigatoriamente de aparecer nos materiais de campanha dos candidatos, quase sempre são colocados com pouca visibilidade. Neste pleito, até agora, nenhum postulante do Ceará ao Senado mostrou seus suplentes no horário eleitoral gratuito. Desde as eleições de 2010, o nome e a foto dos suplentes passaram a integrar a urna eletrônica, permitindo o conhecimento por parte dos eleitores.

De acordo com o cientista político Francisco Moreira, professor da Universidade de Fortaleza, em todo o País, é comum a escolha de suplentes que ajudem a financiar as campanhas dos candidatos titulares e de pessoas de expressão na sociedade.

Interior

A maioria dos suplentes no Ceará, neste ano, é formada por homens, de 43 anos a 84 anos, casados e nascidos no Interior do Estado, alguns já conhecidos no cenário político, como o atual deputado federal Padre Zé Linhares (PP), da chapa de Mauro Filho, influente na Região Norte do Estado, deputado federal há 23 anos e sacerdote.

O suplente de Tasso Jereissati também é um veterano, o ex-deputado federal Chiquinho Feitosa (DEM), empresário ligado ao setor do transporte coletivo. Os suplentes mais jovens destas eleições estão na coligação PSTU, PCB e PSOL, da candidata Raquel Dias (PSTU). São eles a primeira suplente Carlota Sales de Carvalho (PSTU), de 36 anos, e o segundo suplente Augusto César Tavares (PSOL), de 43 anos.

A primeira suplente de Geovana Cartaxo (PSB) é a professora de Ensino Superior Valda Albuquerque, de 69 anos, natural de Quixadá, e o segundo suplente é Geraldo Cadeira, de 59 anos, natural do Cedro.
O segundo suplente de Mauro Filho no Senado é Honório Pinheiro (PROS), presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes lojistas do Ceará. Já a segunda suplência do tucano Tasso Jereissati é o médico Fernando Façanha, do PSDB.

Tags: , ,

Guilherme Sampaio integra comitê de Camilo Santana

Publicado em 24/09/2014 - 9:36 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
O petista Guilherme Sampaio é um dos críticos da gestão do prefeito Roberto Cláudio FOTO: Bruno Gomes

O petista Guilherme Sampaio é um dos críticos da gestão do prefeito Roberto Cláudio FOTO: Bruno Gomes

Por Suzane Saldanha

Líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza ao Governo Roberto Cláudio (PROS) e crítico do Governo Cid Gomes (PROS), o vereador Guilherme Sampaio (PT) tem defendido e feito campanha para os candidatos da chapa majoritária governista representada por Camilo Santana (PT) e Mauro Filho (PROS), inclusive participando da coordenação do Comitê de Cultura da campanha.

Apesar do apoio ao candidato apadrinhado por Cid Gomes não ser unanimidade no PT, ele relata que a sua corrente, a Casa Vermelha, nunca teve objeção à candidatura de Camilo e que a ideia do grupo é tirar proveito do fato influenciando o postulante a governar em sintonia com ideias mais petistas do que com influências de Cid. Guilherme ainda garante que a quantidade de militantes que não estão na candidatura de Camilo Santana é muito pequena.

Além da eleição de Camilo, ele defender a candidatura de Mauro Filho ao Senado. “Mauro Filho é o candidato da Dilma e o nosso candidato. Os nossos candidatos são o Camilo, Mauro e Dilma”. Guilherme Sampaio alega que a tarefa prioritária do PT no Ceará é reeleger Dilma, sendo superior a qualquer divergência sobre o candidato ao Governo. Nós temos uma tarefa prioritária que é a eleição da presidente Dilma, isso é superior. Primeiro vamos cuidar de reeleger a presidente e ao Camilo, no que depender de mim, vou influenciar que ele seja o vencedor.

Corrente

O parlamentar e candidato a deputado estadual explica que, desde o ano passado, defendia uma candidatura própria do partido. “Nós sabemos que o Cid teve uma influência na definição, mas a nossa parte diz respeito a participar da campanha e do Governo do Camilo”. Guilherme destaca que não só a corrente Casa Vermelha apoia Camilo, como a Articulação de Esquerda, que tem em seu quadro, o vereador Deodato Ramalho.

Questionado se estaria distante de Luizianne e se isso estaria relacionado ao desentendimento dela com os Ferreira Gomes, ele garante que não tem participado da campanha devido o grupo da ex-prefeita ter decidido se fixar em dois candidatos a estadual e dois a federal, no caso Elmano de Freitas e Antônio Carlos, e ela e Eudes Xavier, respectivamente. “A minha relação com ela é excelente, agora do ponto de vista da organização da campanha na tendência da prefeita tem o Elmano e o Antônio Carlos e dois a federal, ela e Eudes”.

Guilherme ressaltou que “pretende influenciar o seu governo (de Camilo) para ser de esquerda com investimento mais forte em características democráticas”. Segundo ele, o apoio à candidatura de Camilo não anula o seu posicionamento crítico com relação ao Governo Cid Gomes. “A minha convicção de apoio ao Camilo é por ele ser filiado ao meu partido, eu conhecer sua trajetória e achar que ele é o mais preparado, mas eu continuo com o posicionamento crítico com relação a vários aspectos do Governo Cid Gomes”.

Propostas

Ele relata que já levou para o candidato Camilo Santana, a ideia de ampliar o número de escolas de tempo integral para o Ensino Médio e incluir no segundo tempo o trabalho com linguagens artísticas, como teatro, dança, música e o audiovisual. “Como política para segurança pública, vamos priorizar políticas sociais para a juventude assegurando ao jovem o acesso a esporte, a atividades culturais e o apoio escolar. Se tivermos como meta garantir a oportunidade de arte é a melhor arma para prevenir violência”, enfatiza.

O candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa também afirma que irá lutar pela modificação na legislação sobre o Fundo Estadual de Cultura para ampliar os recursos hoje existentes, além de garantir mais autonomia para gerenciar os recursos, criar um projeto para implantar Internet livre nas praças da periferia e do Interior, defender a autonomia para que os municípios façam por conta própria a escavação dos poços profundos com suporte técnico do Estado e a instituição do piso salarial nacional dos agentes comunitários de saúde e endemias.

Guilherme Sampaio ainda relata querer levar para o Estado projetos seus aprovados na Câmara Municipal como, o atendimento preferencial para pessoa idosas para qualquer fila e a lei do paredão no combate a poluição sonora. Ele afirma estar confiante no resultado das urnas, pois planeja a campanha há dois anos e tem tido apoio do PT.

Tags: , ,

Confira a programação dos candidatos para esta quarta-feira (24)

Publicado em 24/09/2014 - 9:35 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

Ailton Lopes (PSOL)

14h30 – Participa de exposição de programas de governo na COELCE

19h – Debate do SINTUFCe – Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Estado do Ceará
Local: Concha Acústica da UFC – Av. da Universidade, 2853 – Benfica

Camilo Santana (PT)

10h – Grava programa eleitoral no bairro Sapiranga

14h – Grava entrevista para o programa Hora K, na TV Ceará

18h – Participa de carreata no Eusébio

20h – Participa de carreata no bairro Conjunto Palmeiras
Local: concentração Avenida Castelo de Castro com Rua Silvinha Teles

Eliane Novais (PSB)

8h – Encontro com movimentos sociais no Curió
Local: Rua Washington de Moraes, 405 – Curió – Fortaleza

10h30 – Visita ao Beco da Poeira,
Local: Av. Imperador, 546 – Centro

14h30 – Debate com os trabalhadores da Coelce
Local: Rua Pe. Valdevino, 150 – Joaquim Távora

18h – Reunião com lideranças de mulheres
Local: Rua Andrade Furtado, 705 – Cocó

19h – Debate do SINTUFCe – Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Estado do Ceará
Local: Concha Acústica da UFC – Av. da Universidade, 2853 – Benfica

Eunício Oliveira (PMDB)

9h – Encontro com Micro e Pequenos Empresários Local: Hotel Marina Park

17h – Carreata no Henrique Jorge

Tags: , , , ,

Eunício quer reforma administrativa

Publicado em 24/09/2014 - 9:34 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Eunício almoçou ontem com jovens empresários FOTO: Helosa Araújo

Eunício almoçou ontem com jovens empresários FOTO: Helosa Araújo

Por Alan Barros

O candidato Eunício Oliveira (PMDB) prometeu fazer uma reforma administrativa profunda no Governo do Estado e garantiu que irá definir o seu secretariado de acordo com critérios técnicos. O peemedebista participou, ontem, de uma reunião com representantes do setor da pesca no Ceará e, no início da tarde, conversou com representantes da Associação dos Jovens Empresários (AJE).

No encontro com os representantes do setor da pesca, Eunício Oliveira ouviu reclamações pelo melhor funcionamento da Secretaria estadual da Pesca e Aquicultura. Na avaliação do peemedebista, é necessário que a Pasta seja administrada por alguém com conhecimento técnico das demandas da área.

Já na conversa com integrantes da Associação dos Jovens Empresários, Eunício destacou a necessidade da criação de uma secretaria voltada exclusivamente para o apoio ao setor do empreendedorismo e à juventude.

“Primeiro, eu quero deixar bem claro que o secretário de pesca no meu Governo será alguém que conheça o ramo, que seja do setor. Não adianta você botar no setor de pesca alguém que não entende de pesca. (…) Não tem sentido eu botar na Saúde alguém que não entenda de saúde. Não tem sentido eu botar um secretário porque eu tenho que pagar uma conta eleitoral para ele”, ressaltou o candidato ao fazer críticas à administração da Secretaria da Pesca.

Burocracia

O candidato Eunício Oliveira acusou a administração da Secretaria da Pesca e Aquicultura de ter transformado a Pasta num espaço que criou apenas mais burocracia, sendo pouco efetiva na busca de soluções para as demandas do setor. “Na medida que o Governo criou a Secretaria não é apenas criar um órgão burocrático, mas um órgão que possa efetivamente cuidar do setor. Só tem sentido você criar um órgão se não virar mais um órgão para criar dificuldades, para arranjar mais papel, para botar mais carimbo”, frisou.

Eunício alegou que esse problema não será detectado em sua possível administração, caso seja eleito, porque irá dar prioridade ao princípio da meritocracia e também não vai se preocupar com o pagamento de dívidas contraídas no período eleitoral.
“Eu não tenho nenhum compromisso com secretaria do ponto de vista do pagamento de conta política. Eu não tenho nenhum compromisso com chefe. Eu não tenho compromisso com absolutamente nada a não ser com a meritocracia para que as pessoas possam ocupar o cargo”, pontuou o peemedebista.

Na reunião, o candidato Eunício Oliveira recebeu um documento com as principais reivindicações do setor e disse que as demandas são facilmente possíveis de serem atendidas. Entre as reclamações citadas, o setor defendeu o incentivo fiscal para a pesca da lagosta com a intenção de tornar o Ceará mais competitivo diante de outros estados do Nordeste.

Empreendedorismo

No encontro com jovens empresários, Eunício Oliveira destacou que a criação de uma Pasta voltada para o empreendedorismo e voltada à juventude não pode ser esquecida na implantação da reforma administrativa.

“Quando eu chegar ao Governo, vou fazer uma reforma administrativa. Não tem sentido você ter tantas secretarias, não fundir uma secretaria com a outra, não fazer uma reforma e não ter uma secretaria que cuide do empreendedorismo e da juventude. Não existe sentido nisso. O jovem tem que ser o presente para ajudar a construir o futuro. O jovem não pode ficar esperando pelo futuro”, opinou.

O peemedebista ainda foi questionado por um dos presentes no encontro com a Associação do Jovens Empresários sobre como ele irá, caso seja eleito, manter um diálogo com a bancada de oposição que se formará na Assembleia Legislativa e como ele irá fazer para assegura a maioria no Parlamento.

Eunício Oliveira afirmou ter condições de reunir a maioria, mas reforçou a relevância do papel da oposição.

“Se você tiver a oposição para dizer que determinada obra não é prioridade da sociedade, o governante recua se tiver juízo. Se você me perguntar honestamente se vou construir a maioria na Assembleia, acho que sim, mas eu não vou cooptar ninguém. Não fui eu quem criou dois cargos com dinheiro da Fundo de Combate à Pobreza para pagar a conta daqueles que não foram contemplados na campanha”, explicou o candidato.

Tags: , ,

Candidatos intensificam campanha na reta final

Publicado em 24/09/2014 - 9:33 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle
O deputado José Sarto (PROS) alegou que a dificuldade tem sido atender a todas solicitações de reunião Foto: Lucas de Menezes

O deputado José Sarto (PROS) alegou que a dificuldade tem sido atender a todas solicitações de reunião em municípios do Interior Foto: Lucas de Menezes

Yohanna Pinheiro

Na reta final da campanha, a regra para os candidatos proporcionais é intensificar as atividades e aumentar o contato com os eleitores. De carreatas, comícios e reuniões a panfletagem nos cruzamentos da cidade, os deputados estaduais se desdobram para alcançar seus redutos eleitorais e massificar a divulgação de seus nomes nos últimos dias antes do pleito do próximo 5 de outubro.

De acordo com José Sarto (PROS), a dificuldade dos últimos dias da campanha está na tentativa de atender a todas as reuniões que aparecem nos últimos dias. “Tem uma diferença (em relação aos primeiros dias da campanha), porque tem que tentar atender a todos os municípios, o que é difícil por causa da geografia. Fica muito complicado porque todo mundo quer ter as reuniões nos últimos dias e fica complicado a gente tentar atender a todos”, aponta.

O deputado Osmar Baquit (PSD) afirma que, apesar da grande procura para a realização de reuniões nos últimos dias da campanha, ele têm conseguido cumprir sua agenda. “Estou trabalhando as bases que eu tenho, uma parte no Sertão Central, outra no centro-sul Cariri e Fortaleza. Estou tendo um apoio muito grande na Capital e também, não posso negar, da torcida do Fortaleza, que sou presidente do Clube e estou licenciado nesse momento. Tá indo bem”, destaca.

Para Zezinho Albuquerque (PROS), presidente da Casa, pesquisas que mostram a indecisão dos eleitores em relação ao voto em candidatos proporcionais fez com que os parlamentares se movimentassem ainda mais na campanha. “Tem que se fazer conhecido e mostrar o que fez”, aponta o presidente.

A deputada Rachel Marques (PT) afirma que, na sua campanha, tem dialogado com a população para destacar a importância da política para a vida das pessoas. “Tenho feito um esforço muito grande para chegar às pessoas e dizer para que serve a política, que o voto delas são decisivos”, aponta. Na reta final, a candidata diz investir na realização de reuniões com diferentes setores.

Lula Morais (PCdoB), por sua vez, afirma ter intensificado o contato com o eleitor através de caminhadas, adesivaços, distribuição de material nos sinais e da distribuição da chamada “colinha”, que é a lista de nome e número dos candidatos. “Quanto mais intensificar a campanha, maior probabilidade de ter o voto na urna no dia 5 de outubro. Esse é o caminho que temos que fazer”, destaca.

Já Paulo Facó (PTdoB), que disputa uma vaga na Câmara dos Deputados, lamenta a influência do poder econômico nas eleições e afirma esperar que estas eleições sejam um divisor de águas. Na visão do parlamentar, o poder econômico faz com que candidatos desconhecidos do grande público figurem como favoritos nas pesquisas que preveem o resultado do pleito.

“Estamos visitando os municípios onde temos um pouquinho mais de votos, procurando ficar na vitrine, subir no carro, dar mão para o povo. A gente não tem prefeito, nem vice-prefeito, nem governador, nem cabo eleitoral, então a nossa campanha se resume a isso, mostrar o que a gente fez, atuar na internet mostrando os projetos que apresentamos e caminhando nas ruas”, afirma.

Senado

Já o deputado Mauro Filho (PROS), que concorre a uma vaga no Senado, tem sua agenda de campanha colada à do candidato ao Governo Camilo Santana (PT). Ele afirma que sua campanha só “existe” depois que as pesquisas de intenção de voto indicarem empate entre Camilo e o candidato Eunício Oliveira (PMDB), que segue na frente. “A ideia não é que o governador puxe o senador? Estamos na expectativa que esse empate aconteça até dia 29. Aí, vamos simbora”, declara.

Tags: ,

Deputados atribuem aumento de gastos a prestação de contas de fim do mandato

Publicado em 24/09/2014 - 9:32 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Por Yohanna Pinheiro

A prestação de contas ao final do mandato é o motivo apontado por deputados estaduais para explicar o aumento de 80% dos gastos com a divulgação das atividades parlamentares por parte daqueles que disputam a eleição neste ano. Conforme o Diário do Nordeste publicou, os gastos dos deputados estaduais do Ceará com divulgação de seus mandatos tiveram um acréscimo de 80% nos primeiros seis meses de 2014 em relação ao primeiro semestre de 2013.

Para a deputada Rachel Marques (PT), que triplicou os gastos com a divulgação – passando de R$ 12 mil nos primeiros seis meses de 2013 para R$ 36 mil no primeiro semestre deste ano –, é natural que ao final do mandato o parlamentar divulgue suas realizações. “Podem ter sido feitos mais jornais de prestações de contas, mas não sei avaliar muito bem”, apontou a parlamentar, destacando que não estava bem informada a respeito do aumento dos gastos.

Já a candidata ao Governo Eliane Novais (PSB), cujos gastos com divulgação do mandato saltou de R$ 20 mil no primeiro semestre de 2013 para R$ 42 mil no mesmo período de 2014, afirmou não achar “nada demais” os gastos parlamentares. “A nossa atividade parlamentar tem exigido de nós essa condição e portanto, não vejo nada demais. O nosso mandato talvez seja o maior mandato aqui na Assembleia. O que tem maior produtividade”, defendeu.

Eliane ainda negou que os gastos tenham relação com o ano eleitoral, pois estaria utilizando a verba para seu mandato e não para a campanha. Conforme o Diário do Nordeste informou, o levantamento utiliza apenas dados referentes aos parlamentares que tentam reeleição ou que são candidatos a outros cargos, como senador da República, deputado federal ou Governo do Estado. Os gastos de tais parlamentares passaram de R$ 265,9 mil, nos primeiros seis meses do ano passado, para R$ 478,6 mil, no primeiro semestre de 2014.

Contramão

Diferente da maioria dos parlamentares, os deputados José Sarto (PROS) e Ely Aguiar (PSDC) declararam menos gastos com divulgação das atividades do mandato neste ano do que no mesmo período do ano passado. Enquanto Sarto gastou R$ 8 mil em 2013 e R$ 1 mil no último semestre, Ely desembolsou R$ 8 mil em 2013, mas não registrou despesa deste tipo neste ano.
Para Sarto, sua função de líder do Governo acabou tomando maior parte de sua atenção em relação ao mandato. “Como líder do governo, meu mandato ficou em último plano. Tive de, na função de líder, dedicar mais o meu tempo às coisas do Governo, por isso não tive tempo de dar uma incrementada no meu mandato”, afirmou.

Tags: ,

Petista destaca investimentos para convivência com a seca

Publicado em 24/09/2014 - 9:31 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle
A deputada Rachel Marques informou que cerca de R$ 16 milhões serão distribuídos entre os municípios apenas para a construção de adutoras FOTO: JOSÉ LEOMAR

Rachel Marques informou que cerca de R$ 16 milhões serão distribuídos apenas para a construção de adutoras FOTO: JOSÉ LEOMAR

Por Miguel Martins

Tema recorrente na Assembleia Legislativa do Ceará, a seca voltou a ser pauta de pronunciamento  na Casa. A líder do PT, Rachel Marques, destacou a liberação de R$ 19 milhões para minorar os prejuízos causados por dois anos de estiagem no Estado.
Segundo informou, os recursos foram liberados pelo Ministério da Integração Nacional, conforme foi informado pela Comissão de Fiscalização e Controle.

O montante deve ser direcionado para a construção de cisternas e adutoras em comunidades rurais naqueles municípios atingidos pela seca. Essa tem sido uma reclamação constante de parlamentares que representam comunidades do Interior que estão passando por dificuldades por falta de água.

No ano passado, a comissão especial da Seca publicou relatório dando conta sobre a necessidade de maior investimento na área por parte do Governo do Estado, inclusive, com um mapa dos reservatórios que estavam necessitando de maior atenção, devido ao pouco acúmulo de chuvas durante todos os meses de 2013. Para este ano, o colegiado pretendia realizar uma nova incursão a esses municípios, mas até o momento o grupo não foi, oficialmente, criado.

Os deputados João Jaime (DEM) e Welington Lamdim (PROS), respectivamente, presidente e relator do colegiado passado, inclusive, reclamaram da falta de atenção do presidente da Casa com o assunto. Conforme informou Rachel Marques, ontem, serão liberados recursos da ordem de R$ 19 milhões referentes à segunda parcela do convênio entre o Governo Federal e o Governo Estadual para a instalação de cisternas no Interior do Estado.

Ela destacou ainda, que cerca de R$ 16 milhões serão distribuídos entre os municípios apenas para a construção de adutoras. Segundo a parlamentar, os investimentos são importantes, pois através do convênio, o Governo do Estado passará a executar obras de convivência com o semiárido cearense, sem contar as obras estruturantes em andamento, como a transposição do rio São Francisco e o Cinturão das Águas, obras do Estado e Governo Federal.

“O Governo está trabalhando no sentido de amenizar o sofrimento do homem do campo”, salientou Marques. Ela ressaltou ainda que os mais de R$ 19 milhões para os programas de cisternas no Ceará universalizarão esse tipo de material em todo o Estado. “É uma obra impactante, estruturante e que vai mudar toda a situação existente atualmente”, defendeu.

Ainda ontem, Rachel Marques (PT) destacou, a iniciativa do Governo do Estado ao introduzir as tornozeleiras eletrônicas para impedir que homens agressores se aproximem de suas vítimas. Conforme relembrou, a ação foi acatada pelo Poder Executivo depois de apresentação de Projeto de Indicação de sua autoria, e vai evitar mortes e agressões a mulheres em todo o Ceará.
Ela considerou que a medida é educativa para o portador da tornozeleira, uma vez que ele se aproximar da vítima, para além da distância estabelecida pela Justiça poderá ser preso. “A gente quer transformar esses agressores em pessoas com convivência harmônica na sociedade. A violência contra a mulher é problema para toda a família”, salientou.

Tags: ,

Deputado diz que Dilma aplica nova política

Publicado em 24/09/2014 - 9:28 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Por Miguel Martins

O deputado Lula Morais (PCdoB), em seu pronunciamento na Assembleia Legislativa do Ceará, fez defesa do Governo Dilma Rousseff, e disse que a chamada “nova política”, tema abordado por Marina Silva (PSB) nas eleições, já é aplicado pela petista. Conforme informou, programas como o Minha Casa, Minha Vida e Bolsa Família representam, de fato, essa nova política.

Para ele, o povo brasileiro está maturando o debate para tomar o rumo certo, “do progresso, da distribuição de renda e da igualdade”. O comunista, no entanto, foi rebatido por alguns opositores do Governo de Dilma Rousseff, que discordaram do posicionamento de Morais.

Em seu discurso, o governista disse que nova política é incorporar jovens no ensino tecnológico e universitário, além da ampliação do salário mínimo e alavancar o poder de compra dos trabalhadores. “O Brasil hoje tem o menor desemprego de sua história. Menor do que o do americano e do europeu. Isso que é novidade e nova política. Nós sofremos com a crise econômica mundial, mas sem perder emprego e sem reduzir o salário”, disse.

O parlamentar também destacou os feitos da atual gestão na área da moradia, com o programa Minha Casa, Minha Vida, política pública que não existia antes do Governo do Partido dos Trabalhadores (PT).  A situação de seca também foi citada por ele como algo diferente no Brasil, visto que as pessoas, em sua análise, não estão mais famintas e nem desnutridas, devido as políticas implantadas pela administração pública nos últimos anos. O deputado lembrou ainda que comércios e prefeituras não estão mais sendo saqueados, como ocorrida no passado.

“Eu tenho consciência que o povo brasileiro está maturando essa ideia, no sentido de trabalhar esse progresso. Vir falar de nova política para retirar o poder dos bancos públicos no Brasil? Alguém vem propor reduzir a intervenção dos bancos públicos? Quem afirma isso, está dizendo que vai tirar recursos do Minha Casa, Minha Vida, e está dizendo que vai reduzir a política de fortalecimento da indústria nacional, para dar oportunidade aos interesses estrangeiros”, atacou.

Morais chamou essa ação de diminuir a influência dos bancos públicos de atraso, o que para ele é retomar políticas que foram implantadas em governos anteriores. Ao contrário da avaliação do governista, o deputado Ely Aguiar (PSDC) disse que a nação está “mergulhada em todo tipo de falcatrua”, e lembrou que em nenhum outro Governo ocorreu algo parecido no Brasil.
“Isso veio acontecer no Governo do PT. Agora estão querendo manipular a imprensa brasileira. Na época do FHC (Fernando Henrique Cardoso) os banqueiros lucraram muito, e no Governo do PT também”, acusou ele.

Em resposta ao colega, Morais repetiu o discurso de Dilma Rousseff e ressaltou que o procurador-geral da República, em governos anteriores, era chamado de “engavetador geral”, e disse que a reeleição é fruto de compra de influência no Congresso Nacional.
“Se hoje estamos tendo conhecimento (das irregularidades) é porque também faz parte da nova política. O Governo Getúlio Vargas foi taxado por essa turma como um Governo atolado em má de lama da corrupção. Por isso, eu quero afirmar que no Brasil, tudo o que está acontecendo, só acontece pela oportunidade política de fazê-lo”, disse.

Tags: ,

Página 80 de 421« Primeira...102030...7879808182...90100110...Última »

Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999