Edison Silva

Busca


Luizianne Lins diz ter feito acordo para veicular programa eleitoral no sábado

Publicado em 22/08/2014 - 9:15 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Luizianne Lins havia afirmado que tinha sido censurada pelo grupo ligado a Cid Gomes FOTO: José Leomar

Luizianne Lins havia afirmado que tinha sido censurada pelo grupo ligado a Cid Gomes FOTO: José Leomar

Por Alan Barros

A ex-prefeita e candidata a deputada federal Luizianne Lins (PT) afirmou, em sua página no Facebook, que sua primeira inserção no Horário Eleitoral Gratuito ocorrerá no sábado.

A petista revelou que a direção estadual do PT interveio junto à coordenação da campanha majoritária no sentido de fechar esse acordo.

“Depois de muita luta conseguimos da presidência estadual do PT, que interveio hoje junto à coordenação da campanha majoritária, a promessa que a partir de sábado nossos programas irão ao ar normalmente dentro do horário eleitoral gratuito”, declarou.

Luizianne Lins havia acusado o governador Cid Gomes de ter censurado o programa dela, que não foi ao ar na terça-feira e nem ontem. As inserções da ex-prefeita fogem do padrão adotado pelo restante dos candidatos da coligação de apoio à candidatura de Camilo Santana.

No horário eleitoral de ontem, a maioria dos candidatos a deputado federal preferiu repetir as inserções veiculadas no primeiro dia em que houve transmissão na televisão. Poucos postulantes apresentaram novas propostas e ideias.

O candidato Ronaldo Martins (PRB) foi um dos poucos que apresentou uma nova inserção, enquanto Danilo Forte (PMDB)foi dessa vez ao ar com o número correto. Na terça-feira, o peemedebista apareceu identificado com o número do colega de legenda, Mário Feitoza.

Assim como na última terça-feira, o PSDB voltou a substituir a imagem de candidato Eunício Oliveira pela fotografia do presidenciável Aécio Neves, enquanto o PSB mais uma vez destinou o horário eleitoral para homenagear Eduardo Campos.

Tags: , ,

Termina prazo para registro de candidatura

Publicado em 22/08/2014 - 9:14 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Miguel Martins

Terminou, ontem, o prazo para que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julgasse todos os pedidos de registro de candidaturas a governador, vice-governador, senador, suplentes, deputados estaduais e federais no Ceará. Apesar do prazo estipulado ter vencido, outras 13 solicitações de registros apresentadas posteriormente ainda aguardam decisão do TRE, o que só deve ocorrer até o fim da próxima semana.

De acordo com a Secretaria Judiciária do órgão, esses registros que ainda aguardam análise não são dos postulantes que fizeram o pedido até o dia 5 de julho, mas sim daquelas vagas que sobraram e que as solicitações só foram feitas depois do prazo estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para os candidatos cujos nomes foram homologados em convenções.

Segundo a assessoria de imprensa do TRE, os 13 registros ainda não foram julgados, pois estão em diligência a pedido do Ministério Público Eleitoral, visto que muitos deles tratam, principalmente, de candidaturas substitutas.
A previsão de cumprimentos processuais e diligências é até o fim da próxima semana. Até então já foram avaliados 875 registros de candidaturas, conforme disposto na Divulgação de Candidaturas (Divulgacand).

Todas as 20 solicitações de candidatos majoritários foram deferidos, desde os postulantes ao Governo do Estado, assim como os candidatos ao Senado Federal e seus suplentes.

Foram criadas três coligações e uma candidatura solo no Ceará. A primeira chamada de “Frente de Esquerda Socialista” é encabeçada pelo PSOL, e ainda tem em sua composição PCB e PSTU. O grupo “Para o Ceará seguir mudando” é encabeçada pelo PT e é composto de 17 outras legendas. O PSB postula uma vaga sem qualquer outro partido coligado. Já o PMDB comanda uma coligação de nove partidos denominada de “Ceará de Todos”.

Ao todo foram pedidos registros para 218 candidaturas para deputado federal e 637 para estadual. Das 218 candidaturas a deputado federal solicitadas, somente 16 foram indeferidas, dentre elas a do vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB), que postulava uma das cadeiras na Câmara Federal. Nove postulantes renunciaram às candidaturas, dentre eles, o vereador Alípio Rodrigues (PTN), o deputado estadual Idemar Citó (DEM), que, inicialmente, pretendia postular a vaga de deputado federal, e João Ananias (PCdoB), além do deputado federal Manoel Salviano (PSD).

Inelegível

Leonelzinho Alencar, como outros pretensos candidatos, recorreu da decisão do TRE, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a decisão e o vereador está inelegível para esta eleição pelo fato de não ter pago uma multa determinada pela Justiça. Ele disse que vai recorrer até ao Supremo Tribunal. Leonelzinho responde a processos criminais, mas como ainda não foi julgado em definitivo, por essas ações não estaria impedido de disputar a eleição.

O PSDC lançou quatro candidaturas para federal e todas foram deferidas. Já o Democratas (DEM), com oito postulações teve duas renúncias. Das 15 candidaturas da Frente de Esquerda Socialista, formada por PSOL, PCB e PSTU, uma foi indeferida.

A coligação PRB, PP, PDT, PT, PTB, PSL, PHS, PSD, PCdoB, SD e PROS findou por ter quatro solicitações indeferidas e duas renúncias. Já a coligação formada por PMDB, PSC, PR, PRP e PSDB teve quatro indeferimentos e uma renúncia. PTC, PEN, PV, PTdoB, PRTB, PMN e PPL tiveram quatro solicitações indeferidas e uma renúncia.

Para deputado estadual, a coligação PRB, PT, PTB, PSL, PHS, PV, PSD, SD e PROS indicou 97 nomes, e destes oito foram indeferidos, incluindo a deputada Mirian Sobreira (PROS), que entrou com recurso e Sineval Roque (PROS), que também entrou com recurso.

Na coligação PMDB, PR, DEM, PRP e PSDB forma 94 candidaturas lançadas, onde quatro foram indeferidas e quatro renunciadas, dentre elas a do vereador Carlos Mesquita (PMDB). O PSDC lançou 23 nomes e somente uma foi indeferida. O PSC, com 66 candidaturas solicitadas teve seis indeferimentos, dentre eles a do vereador Marcos Aurélio. Das 36 solicitações do PSOL, somente uma foi indeferida.

O PCdoB solicitou o registro de 42 candidaturas, e dessas somente a da candidata Augusta Brito foi indeferida, e com recurso. Ao todo, 27 candidatos a deputado estadual renunciaram suas candidaturas, dentre eles Zier Ferrer, do PMN, e Stanley Leão, do PTN, atualmente suplente de deputado, embora tenha figurado na relação dos eleitos, passou para a suplência depois de uma revisão do resultado do pleito. Foram 68 registros de candidaturas indeferidos, sendo dez do PTC, incluindo aí dos vereadores Aondeé e Bá; oito do PEN, seis do PSC e cinco do PTN.

Tags: , ,

Vereador diz que vai recorrer da decisão do ministro

Publicado em 21/08/2014 - 18:46 por | 4 Comentários

Categorias: Recurso
  • Enviar para o Kindle

O vereador Leonelzinho Alencar liga para a redação para dizer que vai recorrer da decisão que o tornou inelegível e que não está enganando o eleitor, como está dito no post anterior, em razão de informação por ele veiculada de que não mais seria candidato.

O vereador diz que recorrerá contra as decisões que o torna inelegível até no Supremo Tribunal Federal.

Tags: ,

Vereador Leonelzinho Alencar está inelegível. Não pode ser candidato a nada nesta eleição

Publicado em 21/08/2014 - 16:07 por | 6 Comentários

Categorias: Inelegível
  • Enviar para o Kindle

A decisão do ministro João Otávio de Noronha, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negando provimento ao recurso impetrado pelo vereador de Fortaleza, Leonelzinho Alencar, que queria ser candidato a deputado federal, o torna inelegível. Ele não pagou uma multa determinada pela Justiça, antes do pedido de registro da candidatura e por isso não pode ser candidato nesta eleição.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sob o mesmo argumento, o não pagamento da multa estabelecida pela Justiça, indeferiu o pedido de registro da candidatura de Leonelzinho Alencar. Ele pagou a multa depois do prazo, mas não apagou o crime. O vereador recorreu da decisão do TRE para o Tribunal Superior Eleitoral e na última semana o ministro João Otávio de Noronha, manteve o indeferimento da candidatura do vereador, como havia estabelecido o TRE.

Depois que tomou conhecimento da decisão do ministro do TSE, o vereador, querendo enganar as pessoas, passou a dizer que havia desistido da candidatura.

 

Tags: , ,

Vereadores ressaltam avanços no Governo petista

Publicado em 21/08/2014 - 15:33 por | Comentar

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle

Os vereadores Ronivaldo Maia (PT) e Deodato Ramalho (PT), durante seus pronunciamentos no Pequeno Expediente da Câmara Municipal nesta quinta-feira,  ressaltaram os feitos do Governo Lula e Dilma, nos últimos 12 anos. De acordo com eles, o Brasil vive crescimento pleno na economia e continuará avançando com a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Ronivaldo Maia destacou o programa Fies, que financia o estudo em universidades particulares. “Esse País sempre tratou sua juventude em segundo plano, minha geração não cursou a universidade. Bem diferente do que observamos de 12 anos para cá”. Segundo o vereador, é bom para o País avançar em uma política correta de cotas. “Não tenho dúvida que nosso País caminhará com uma grande economia, o PT fez o País avançar”.

Já Deodato Ramalho ressaltou o grande salto do País do ponto de vista da inclusão social com programas como, Bolsa Família e Pronatec. “O Brasil elevou R$ 40 milhões de brasileiros para a chamada mudança de classe, ainda mais como a nação brasileira que guarda na sua história péssimos índices de desigualdade social”.

Tags: ,

TRE registra 29 representações de candidaturas no Ceará

Publicado em 21/08/2014 - 8:41 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

Até a tarde desta quarta-feira (20), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já havia recebido 29 representações de candidaturas, coligações e da Procuradoria Regional Eleitoral devido a irregularidades nas campanhas eleitorais vigentes, onde 22 ainda aguardam julgamento. O procurador eleitoral regional, Rômulo Conrado, entrou com nove representações contra candidatos e coligações. Destas, cinco foram contra o petista Camilo Santana, por “inobservância do limite legal para pinturas em muros”.

Outras três, pelos mesmos motivos, foram feitas contra o peemedebista Eunício Oliveira, no entanto, para ele foi feito o pedido de aplicação de multas. Conrado também entrou com representação contra a Associação Cultural do Conjunto José Walter, devido a propaganda irregular em rádio comunitária, também com aplicação de multa. Ele também apesentou representação contra José Nobre Guimarães (PT) por propaganda irregular em outdoors.

A coligação “Para o Ceará seguir mudando”, encabeçada por Camilo Santana, entrou com 11 representações contra a coligação “Ceará de Todos”, de Eunicio Oliveira, sendo dez por pintura irregular em muros e uma por propaganda eleitoral na internet. Esta última foi indeferida pelo juiz relator, Antônio Sales de Oliveira. Já a coligação do peemedebista entrou com representação contra a coligação do petista por propaganda eleitoral em bem público. O grupo também representou contra a rádio Boqueirão FM por propaganda eleitoral irregular.

Tags: ,

Pinturas em muros são as principais irregularidades

Publicado em 21/08/2014 - 8:39 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

urna-eletronicaAs pinturas em muros continuam sendo as recordistas de irregularidades durante a campanha eleitoral no Ceará, em 2014,  conforme informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Cerca de 749 denúncias de propaganda irregular já foram feitas desde o início do processo eleitoral. Outras denúncias foram de uso de carros de som, propagandas em rádio, uso indevido de banners, cartazes e outros.

Do dia 6 de julho até esta quarta-feira (19) 749 denúncias de propaganda irregular no Estado do Ceará. Apesar da quantidade, após a formalização do procedimento administrativo, muitos casos são regularizados. Os demais são remetidos ao Ministério Público Eleitoral, para que instaure, se for o caso, representação por propaganda irregular.

Candidatos, partidos e coligações também podem representar por propaganda irregular junto ao TRE. Até agora, o tribunal já recebeu 29 representações. Além das representações por propaganda irregular, o Juizado Auxiliar da Propaganda Eleitoral do TRE-CE já recebeu 77 representações por conduta vedada a agente público por propaganda institucional na internet.

As denúncias de propaganda irregular podem ser feitas através do Disque Eleitor, pelo telefone 148, diretamente nos cartórios eleitorais ou através de formulário eletrônico disponibilizado no site www.tre-ce.gov.br.

com assessoria do TRE

 

Tags: , ,

Candidatos fazem autoapresentação na TV

Publicado em 21/08/2014 - 8:38 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Alan Barros

A veiculação dos primeiros programas da propaganda dos candidatos ao Governo do Estado e ao Senado, transmitidos ontem, mostrou que todos os postulantes aos cargos majoritários preferiram, no primeiro dia, destinar mais tempo para a apresentação da trajetória pessoal e política de cada um.

Apesar de terem adotado estratégias diferentes para chamar a atenção do eleitor e conquistar votos, todos aproveitaram depoimentos de aliados políticos e da população cearense para contar os êxitos alcançados durante a caminhada política que trilharam até serem lançados como candidatos ao Governo.

A propaganda na televisão deveria ter começado pontualmente às 13h, mas a geração das inserções aconteceu somente após cerca de nove minutos do horário previsto. Antes que o primeiro candidato entrasse no ar, apareceu apenas uma tela azul com o indicativo de que aquele tempo estava destinado ao horário eleitoral gratuito.

O Tribunal Regional Eleitoral informou que, ainda pela manhã, foi comunicado pelo departamento jurídico da emissora responsável pela geração dos programas nesta primeira fase, a TV Jangadeiro, de que o problema iria ocorrer devido a uma falha técnica constatada no “equipamento do master de exportação do material político”. O atraso no início acabou provocando a extrapolação do tempo destinado ao horário eleitoral gratuito.

O primeiro programa a entrar no ar foi o do candidato do PSOL ao Governo, Ailton Lopes, que se apresentou ao eleitor como professor e bancário que representa a esquerda e milita pela diversidade sexual. “Nossa caminhada é feita de lutas, sonhos e sentimentos”, frisou ao acrescentar que a política deve ser feita pelo coletivo e não pelo dinheiro.

Sucesso

O candidato Eunício Oliveira dá sequência ao Horário Eleitoral e, logo no início sua história de vida e trajetória políticas são apresentadas ao eleitor. Natural de Lavras da Mangabeira, o programa destaca que ele só disputou um cargo eletivo depois de ter alcançado sucesso como empresário e cita êxitos dele nos períodos em que foi deputado federal, ministro das Comunicações no Governo Lula, e agora senador.

Em seguida, Eunício Oliveira apareceu ao lado da família para destacar que pretende fazer uma campanha limpa e justifica ter entrado na disputa por estar disposto a ouvir. Neste primeiro programa, o peemedebista também já destacou algumas propostas que pretende implantar nos próximos quatro anos à frente do Governo do Estado.

No fim, o programa destinou tempo para que Tasso Jereissati fizesse um depoimento em apoio a ele. “Com Eunício no Governo, o Ceará vai viver um novo ciclo de desenvolvimento”, garantiu o tucano.

Já a candidata Eliane Novais (PSB) destinou o tempo dela para fazer apenas uma homenagem a Eduardo Campos, morto na última semana, e abriu espaço para mostrar, novamente, um vídeo que destaca a trajetória do ex-presidenciável narrado em formato de cordel. “Ao lado de Marina Silva, não desistiremos do Brasil”, pontuou.

A propaganda de Camilo Santana, no primeiro dia, reforçou principalmente os resultados alcançados pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário e Secretaria das Cidades nos períodos em que o petista esteve à frente das duas Pastas nos últimos quase oito anos do Governo Cid.

Logo no início, Camilo Santana reforça que sua candidatura tem o apoio de Cid Gomes, da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula. Enquanto o programa narra trajetória do petista, aliados, agricultores e outros representantes da sociedade fazem declarações com elogio ao candidato. Além do governador, também registraram depoimentos Ciro Gomes (secretário de Saúde), Roberto Cláudio (prefeito de Fortaleza), Nelson Martins (deputado estadual e ex-secretário) e Diassis Diniz (presidente do PT).

Ainda durante o programa, apresentadores se espalham por diferentes municípios do Interior para citar benefícios proporcionados por programas que tiveram a participação das secretarias em que Camilo Santana esteve à frente nos últimos oito anos.

Senado

Na propaganda do candidato ao Senado, Mauro Filho aproveitou a mesma identidade visual e estratégias adotadas nos programas de Camilo Santana. Cid Gomes, Ciro Gomes, Roberto Cláudio, entre outros aliados, apresentaram o deputado estadual.

Em depoimento, o governador Cid Gomes exalta o conhecimento de Mauro Filho acerca da administração pública. “Tem muito conhecimento de administração pública e não tenho duvida que não há outra pessoa tão preparada com experiência e conhecimento do Mauro”, disse.

Por fim, Mauro Filho defendeu sua candidatura com o argumento de que ele se aproveitará da experiência no Parlamento e no Executivo para atrair mais empresas e investimentos para o Ceará, proporcionando a geração de mais empregos.

Já a propaganda do candidato ao Senado Tasso Jereissati mostrou o tucano numa conversa com jovens em que ele relembra os principais projetos implantados no Ceará durante o período em que foi governador.
Durante o programa, na medida que Tasso Jereissati explica cada projeto e exalta os benefícios garantidos por eles, depoimentos da população revelam um sentimento saudosista da época retratada pelo candidato. “Não adianta você ficar no papel olhando o que está acontecendo pelo gráfico. O mais importante é que o senador seja independente”, finalizou.

A candidata do PSB ao Senado, Geovana Cartaxo, seguiu a mesma estratégia adotada por Eliane Novais e destinou tempo apenas para homenagear Eduardo Campos. Já a postulante do PSTU, Raquel Dias, apresentou-se como a única candidata de esquerda e que está a serviço dos que vão às ruas mudar o País.

Nos programas destinados à campanha de deputado estadual, os candidatos da mesma coligação voltaram a explicitar as divergências quanto às alianças. Assim como Luizianne e Eudes Xavier, os candidatos à Assembleia Elmano de Freitas e Antônio Carlos também fizeram críticas por terem sido excluídos.

Tags: , , , ,

Deputados tentam captar recursos

Publicado em 21/08/2014 - 8:37 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Lula Morais diz que já gastou R$ 30 mil reais de recursos próprios FOTO: Fabiane de Paula

Lula Morais diz que já gastou R$ 30 mil reais de recursos próprios FOTO: Fabiane de Paula

Por Yohanna Pinheiro

A captação de recursos para a campanha eleitoral é uma das principais dificuldades para a maioria dos candidatos proporcionais. Além de despesas com material gráfico de campanha, com folhetos, adesivos, bandeiras e outros objetos, os candidatos também precisam arcar com despesas de transporte e combustível para visitar as bases eleitorais e com o pagamento de profissionais e assessores que trabalham na campanha, além das exigências dos cabos eleitorais.

Conforme a legislação, partidos e candidatos não podem coagir ninguém a fazer doações, seja fazendo ameaças ou prometendo benefícios a indivíduos. Os candidatos podem utilizar recursos próprios, doações de pessoas físicas, jurídicas ou de outros candidatos, partidos políticos e comitês financeiros, além do repasse de recursos provenientes do Fundo Partidário e de receita decorrente da comercialização de bens ou da realização de eventos.

Segundo o deputado Lula Morais (PCdoB), o que ele gastou até agora na sua campanha foi proveniente de recursos próprios, em torno de R$ 30 mil. “Estou buscando apoio da família, dos meus irmãos e das minhas irmãs que possam contribuir”, afirma. Ele diz estar organizando um jantar por adesão para arrecadar durante o período, além de também aguardar uma contribuição partidária.

Próprios

Já o deputado José Sarto (PROS) afirma que a maior parte de seus recursos da campanha provém de recursos próprios e de amigos e familiares. Conforme divulgado pelo Diário do Nordeste, o parlamentar declarou a despesa de campanha mais alta entre os outros deputados, já tendo pago R$ 116,3 mil para custear combustível e publicidade por placas, estandartes e faixas.

Para o deputado Roberto Mesquita (PV), cada candidato tem que recorrer ao que tem: “Quem tem amigo rico e interessado no mandato, vai pedir aos amigos. Quem tem amigo no Governo, vai pedir ao Governo. Quem não tem amigo se vira. Vende o que tem, pede dos irmãos”, aponta.

Com o objetivo de evitar o financiamento clandestino das campanhas (caixa dois) e o abuso do poder econômico, a legislação impõe limites para o recebimento de recursos. No caso das pessoas físicas, as doações devem limitar-se a 10% dos rendimentos brutos do doador. A pessoas jurídica também tem limite.

Tags: , , ,

Petistas apresentam versão divergente para omissão do programa de Luizianne Lins

Publicado em 21/08/2014 - 8:36 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Yohanna Pinheiro

Depois de a propaganda da ex-prefeita Luizianne Lins (PT) não ter sido veiculada no horário eleitoral gratuito reservado para o partido na terça-feira (19), mais dois candidatos aliados à prefeita também não apareceram na propaganda ontem, os candidatos Antônio Carlos (PT) e Elmano de Freitas (PT). Para Luizianne, o partido “nunca passou por um vexame tão grande”.

Ela afirmou já ter entrado com representação na Justiça para garantir que seu programa seja veiculado, além de requerer de volta os segundos aos quais não teve direito no último programa eleitoral.

De acordo com o deputado estadual Nelson Martins (PT), um dos coordenadores da campanha de Camilo, a propaganda de Luizianne não apareceu devido à desobediência ao layout padrão definido pela coligação. “Não houve nenhuma influência do governador Cid Gomes”, contestou o parlamentar.

Diferente dos demais candidatos da coligação, o programa da candidata tinha um fundo na cor cinza, apenas com os nomes de Dilma Rousseff e Camilo Santana, sem citar o candidato ao Senado da coligação, Mauro Filho (PROS). “O nosso projeto é nacional, integrado, que tem a ver com o presidente Lula, foi acertado com as coligações isso. E o programa que a Luizianne mandou não tem essa estrutura”, apontou Nelson.

O parlamentar refutou qualquer possibilidade de discriminação à Luizianne, afirmando que foi concedido à candidata um dos maiores tempos entre os outros candidatos ao cargo. “Ela é uma das que vai ter mais (inserções no programa do PT e na programação em geral). Nenhum outro (candidato a) deputado federal tem mais inserção que ela – tem igual, mas não tem mais. Se tivesse alguma discriminação, teríamos colocado menos vezes”, afirmou.

Nelson ainda criticou a postura da candidata ao apontar a dificuldade em negociar com ela, que é opositora do governador Cid Gomes (PROS) desde as eleições municipais de 2012.

Tags: , , ,

Falta de deputados volta a adiar votação na AL

Publicado em 21/08/2014 - 8:35 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
A Assembleia tem sido esvaziada na campanha eleitoral FOTO: José Leomar

A Assembleia tem sido esvaziada na campanha eleitoral FOTO: José Leomar

Por Miguel Martins

O Governo do Estado tentou, mais uma vez, em vão, aprovar quatro mensagens de sua autoria na Assembleia Legislativa, ontem, durante sessão ordinária. Isso porque, nem mesmo o número mínimo de deputados para votar as propostas foi alcançado, o que fez com que a discussão fosse adiada novamente, desta vez para a terça-feira da próxima semana. O entrave é sobre a mudança de nome da Secretaria Especial da Copa, para Secretaria de Grandes Eventos.

Logo no início das atividades de ontem, enquanto o painel eletrônico registrava 19 presentes, no Plenário se encontravam somente Eliane Novais (PSB), José Sarto (PROS), Delegado Cavalcante (PDT), João Batista (PROS), Roberto Mesquita (PV), Manoel Duca (PROS) e Tin Gomes (PHS). No entanto, ao final da sessão, quando da fala do último orador, o painel registrava 23 presentes, mas na realidade somente cinco ainda permaneciam no local.

No momento da votação, a Ordem do Dia, que ocorre logo após o Primeiro Expediente, o deputado Tin Gomes, que presidia a sessão convocou o Pela Ordem, que é o momento onde os deputados fazem uso da palavra por até três minutos. A intenção da presidência da Mesa Diretora era ganhar tempo para que mais parlamentares comparecessem, o que não aconteceu. O líder do Governo, José Sarto (PROS), já havia dito que o quórum mínimo para votação, que é de 24 presentes, não seria alcançado.

Vergonha

O deputado Roberto Mesquita (PV) aproveitou a situação e disse que a base do governador Cid Gomes estava “envergonhada” em ter que votar a matéria do Poder Executivo, e por isso se ausentou da sessão. “Antigamente a base acreditava no Governo, vinha para cá e se levantava constrangida. Hoje, o que nós vemos é que, de novo, quem falta é a imensa base do Governo. Ela derreteu. Estou vendo um esforço dos líderes ao telefone, é de dar dó, é de dar pena”, ironizou.

Ele disse que “agradecia” os deputados que estavam com vergonha de construir mirante, “enquanto que a população do Ceará clama por poços profundos”. “Os deputados estão com vergonha de vir votar uma Secretaria de Grandes Eventos e PPP, onde haverá a construção de um mirante. É fadiga. O ferro com o tempo encontra capa de ferrugem, e acho que o Governo está se acabando. Os seus companheiros que lhes deram apoio não se esquivem nesse final, e que venham discutir”, atacou.

Ele ressaltou que houve decisão da Casa para que fosse realizada apenas uma sessão por semana, às terças-feiras, e criticou a ausência dos governistas. “Espero que a base do Governo continue aqui e não se esconda, não suma. A oposição está aqui, e a base do Governo se esconde”.

José Sarto, líder do Governo, contestando, afirmou que a sessão da última terça-feira não ocorreu não porque “a base do Governo derreteu”, mas devido a saída da oposição do Plenário e ao pedido de obstrução. “A oposição faz o seu discurso e acaba ‘saindo fora’. Nós estamos fazendo campanha e já foi decidido que faríamos apenas uma sessão ordinária por semana, e estamos seguindo isso rigorosamente. A oposição não apareceu, e, com certeza, essas matérias vão ficar somente para a próxima semana por conta da oposição”, disse.

Dos 39 parlamentares da base governista, somente 19 compareceram à sessão ordinária de ontem. Se outros cinco deputados aliados tivessem comparecido, provavelmente, o quórum mínimo teria sido alcançado. Entre os três postulantes a cargos majoritários da Assembleia, somente Camilo Santana (PT) não apareceu. Mauro Filho (PROS) e Eliane Novais permaneceram quase todo o tempo no Plenário.

Tags: , ,

Ex-secretário destaca número de empregos no Brasil

Publicado em 21/08/2014 - 8:35 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Ex-secretário da Fazenda, Mauro Filho citou dados da Relação Anual de Informações Sociais FOTO: José Leomar

Ex-secretário da Fazenda, Mauro Filho citou dados da Relação Anual de Informações Sociais FOTO: José Leomar

Por Miguel Martins

Em seu pronunciamento na Assembleia Legislativa, ontem, o deputado Mauro Filho (PROS) fez um levantamento dos números do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) sobre o estoque de empregos gerados na economia brasileira até o ano passado. As informações apresentadas pelo parlamentar fazem parte da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), e destaca a geração de mais de 20 milhões de empregos ao longo dos últimos dez anos, indo de 2003 a 2013.

Os dados, segundo informou, são referentes aos setores privado e público, e revelam ainda uma queda na taxa de desemprego nos últimos anos. Para o governista, os números são significativos, pois apontam para novas oportunidades de trabalho para a população economicamente ativa, e demonstram as novas possibilidades para trabalhadores brasileiros em todas as cinco regiões do País.

Ainda em sua fala ele defendeu um modelo de desenvolvimento econômico que foque mais na desconcentração industrial. Como vem fazendo em seus pronunciamentos ao longo dos meses, Mauro Filho destaca a importância de mais indústrias no Interior do Estado, e não somente uma concentração massiva de equipamentos na Capital cearense. Ele fez um comparativo do crescimento da geração de emprego no Nordeste e no restante do País, principalmente com os números apresentados sobre as regiões mais ricas do Brasil, a Sul e Sudeste.

O Nordeste passou de 16,9% no mesmo período de avaliação para 18,24% ano passado. “Isso demonstra uma tendência de aumento da capacidade de expansão econômica do País”, destacou Mauro Filho.

Tags: , ,

Confira a agenda dos candidatos para esta quinta-feira (21)

Publicado em 21/08/2014 - 8:34 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

Ailton Lopes (PSOL)

6h – Visita trabalhadores em canteiros de obra na Messejana (concentração em frente a sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil).

8h – Caminhada pelo Centro de Messejana

10h30 – Grava entrevista na TV Verdes Mares

16h – Participa de Panfletagem em Aquiraz (Praça do Açude)

19h – Roda de conversa com a juventude de Aquiraz 

Camilo Santana (PT)

9h – Caminhada em São Gonçalo do Amarante

11h – Carreata em Paracuru

15h – Carreata em Paraipaba

19h Comício em Acarape

Eliane Novais (PSB)

8h – Conversa com servidores fazendários do Estado do Ceará, na UFFEC – Rua Frei Mansueto, 105, Meireles

15h  – Visita à Associação Inclusiva de Fortaleza – EXISTIR, na Rua Viriato Ribeiro, 900, Bela Vista

16h30 – Adesivaço na Av. Rui Barbosa com Antônio Sales

Eunício Oliveira (PMDB)

9h30 – Caminhada em Tianguá

17h -  Caminhada em Ibiapina

19h – Caminhada em Ipu

Tags: , , , ,

Assembleia não consegue votação e oposição questiona base aliada

Publicado em 20/08/2014 - 15:52 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

A sessão da Assembleia nesta manhã (20) não conseguiu, novamente, quórum para votar as matérias. Devido ao projeto polêmico que mantém a Secretária Especial da Copa com outro nome, deputados da oposição esvaziaram o plenário ontem (19) para impedir a votação. Hoje, faltaram dois deputados para completar o quórum. A oposição na Casa continuou tentando bloquear o processo, e tinha 43% de presença. O que chamou a atenção foi a falta de vários membros da base aliada, o que gerou questionamentos sobre a fidelidade da base atual. A presença foi semelhante a da oposição, proporcionalmente, com 48%.

O deputado Roberto Mesquita (PV) afirmou que há um “derretimento da base aliada”. “Vemos isso pelo segundo dia, e quem falta é a base do governo. A base derreteu. Ver aqui os líderes do governo tentando ligar para pedir a presença de parlamentares é de dar dó. Deputados estão com vergonha de votar essa Secretaria”. O líder do Governo, José Sarto (PROS), defendeu acusando que houve também alta falta da oposição e afirmou que proporcionalmente estava menos presente. O nível de presença de oposição e governo foram bem semelhantes, 43% e 48%, respectivamente.

Tags: ,

Câmara não vota matérias por falta de vereadores

Publicado em 20/08/2014 - 15:50 por | Comentar

Categorias: Câmara Municipal
  • Enviar para o Kindle
Após constatada falta de quórum, a sessão foi levantada às 12h

Após constatada falta de quórum, a sessão foi levantada às 12h

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Fortaleza desta quarta-feira (20) que, deveria ser deliberativa,mais uma vez, foi levantada sem votação das matérias da Ordem do Dia devido à falta de vereadores.

Para votação é necessário a presença de pelo menos 22 dos 43 vereadores da Casa. No entanto, apenas 17 parlamentares computaram suas presenças no painel eletrônico no momento da votação. Por isso, por volta das 12h, o 1º vice-presidente da Casa José do Carmo (PSL) levantou a sessão por falta de quórum.

Na plenária desta quarta, deveriam ter sido votados quatros projetos de indicação e 15 requerimentos. Entre os projetos que estavam na pauta para serem votados, um para implantação de uma escola de tempo integral, no bairro Parque Santa Rosa e outro para o Centro de Educação Infantil, no bairro Parque Presidente Vargas.

Presentes na Ordem do Dia

Computaram presença os vereadores Adaíl Júnior/PROS, Alípio Rodrigues/PTN, Ana do Aracapé/PSC, Carlos Dutra/PROS, Didi Mangueira/PDT, Gelson Ferraz/PRB, Guilherme Sampaio/PT, Iraguassú Teixeira/PDT
Jadas Reis/PTdoB, João Alfredo/PSOL, José do Carmo/PSL, Mairton Félix/DEM, Paulo Diógenes/PSD, Professor Elói/PROS, Vaidon Oliveira/PSDC, Walter Cavalcante/PMDB e Zier Férrer/PMN.

Na semana passada, a Casa votou matérias apenas na última terça-feira (12). Na quarta-feira, a sessão também foi levantada por falta de quórum e na quinta, suspensa em função da morte de Eduardo Campos. Já nesta terça-feira (19), os vereadores votaram 12 matérias e 11 requerimentos.

Tags: , ,

Presidente da sessão na assembleia posterga votação para conseguir quórum

Publicado em 20/08/2014 - 12:27 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Na sessão da assembleia de hoje (20), o Presidente da sessão, deputado Tin Gomes (PHS), alterou a ordem dos procedimentos para conseguir quórum na votação, dando mais tempo para a chegada de deputados. Ao fim do primeiro expediente da casa, onde seis parlamentares discursam na tribuna, haviam 22 deputados presentes, mas para que haja votação é preciso o número mínimo de 24. A ordem natural regimental seria a chamada “Ordem do Dia”, onde as matérias são discutidas e votadas. Entretanto, o presidente determinou, após o primeiro expediente, o início do “Pela Ordem”, momento em que os parlamentares inscritos falam por períodos de três minutos.

Os presentes foram: Tin Gomes (PHS), Lucílvio Girão (SD), Sérgio Aguiar (PROS), Manuel Duca (PROS), Ferreira Aragão (PDT), Sineval Roque (PROS), Bethrose (PRP), Delegado Cavalcante (PDT), João Batista (PROS), José Sarto (PROS), Eliane Novais (PSB), Fernanda Pessoa (PR), Lula Morais (PCdoB), Mauro Hélio (PMN), Mauro Filho (PROS), Mirian Sobreira (PROS), Nelson Martins (PT), Professor Pinheiro (PT), Professor Teodoro (PSD), Wanderley Pedrosa (PTB), Rogério Aguiar (PSD).

 

Tags: ,

Vereadores debatem exclusão de Luizianne Lins do horário eleitoral

Publicado em 20/08/2014 - 12:25 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle
Foto: Arquivo

Foto: Arquivo

O Pequeno Expediente da sessão ordinária da Câmara Municipal de Fortaleza foi marcado pela divergência de vereadores do PT e PROS, quanto a propaganda eleitoral gratuita exibida ontem, que não contou com a participação da ex-prefeita de Fortaleza e candidata a deputada federal Luizianne Lins.

Segundo o aliado de Luizianne, Ronivaldo Maia (PT) o presidente estadual do PT Diassis Diniz e o deputado federal Guimarães informaram na última segunda-feira que a propaganda não havia problemas, apesar de existir uma certa resistência. Para ele, a culpa de Luizianne não ter aparecido é do governador Cid Gomes.

Ele ainda defendeu que a ex-prefeita possui força para ajudar a eleger candidatos da chapa e que a candidata havia colocado em sua propaganda a imagem da Dilma e Camilo. “Ela é candidata pelo partido que está há 26 anos, não está de paraquedas como outros que vão mudar para outra sigla”.  O vereador ainda afirmou que a ala do PT ligada a Luizianne  vai se impor na política e se preciso na Justiça.

Em defesa do governador Cid Gomes, Adail Jr. classificou o PT como desorganizado e não sabe quem apoia. “Não tem sentido colocar a culpa por seu desequilíbrio político. É inaceitável o PT não está fazendo campanha política para o PT”. Para o parlamentar, não é natural uma falha dentro do PT ser colocada como culpa de Cid Gomes no PROS. Segundo Adail, quem deve ser apontado é o presidente estadual do partido Diassis Diniz. “O vereador Ronivaldo tem que chegar aqui e dizer que o presidente Diassis não tem pulso e não tem palavra”.

Já Vaidon (PSDC) questionou como irá ficar a chapa, pois os membros da coligação está brigando antes mesmo da eleições. “A coligação está brigando antes de ser eleito e quando cair vai ficar com quem? Quero saber como se faz política brigando entre si mesmo”.

Tags:

Deputado alerta sobre destruição da caatinga

Publicado em 20/08/2014 - 12:24 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

O deputado Professor Pinheiro (PT) discursou sobre o processo de destruição da caatinga nesta manhã (20) na assembleia. De acordo com ele, o bioma está sendo destruído em função do uso da madeira para fins energéticos. “A indústria de cerâmica é a que mais usa a madeira como base de energia. A maioria das panificadoras em Fortaleza também usam, o que tem causado desequilíbrio na caatinga” afirma. Segundo disse, é preciso popularizar os “fogões ecológicos”, que diminuem bastante o desmatamento. “Não queremos que as atividades terminem, mas que se adequem a realidade”, diz. O parlamentar clamou por maior centralidade no controle da desertificação e pela transformação da caatinga em um bioma nacional.

Tags: ,

Deputado pede soluções imediatas para falta de água no interior

Publicado em 20/08/2014 - 12:23 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

O deputado João Batista (PROS) fez pronunciamento na assembleia nesta manhã (20) sobre a necessidade de cuidados emergenciais em função da seca. Ele afirmou que esteve recentemente em Solonópole no açude Coqueirão, que está em baixo nível, trazendo dificuldades para os moradores. “A gente sabe que obras como o eixão das águas solucionará o problemas a médio prazo, mas a sede é um problema emergencial. Imagina nas regiões que ficam a uma distância maior dos grandes açudes, porque os pequenos e médios já estão secos”, diz.

O parlamentar pediu ações emergenciais por parte do governo e voltou a mencionar a ideia dos poços profundos, que podem resolver o problema dos distritos de médio porte. O líder do governo, José Sarto, lembrou da construção de adutoras de engate rápido em Acopiara e Amontada, mas admitiu que o carro pipa ainda é necessário. “O carro pipa lamentavelmente ainda é uma realidade no estado do Ceará, e será pelo menos até a próxima década”, afirma.

Tags: ,

Deputados conversam sobre a disputa

Publicado em 20/08/2014 - 9:47 por | Comentar

Categorias: Disputa
  • Enviar para o Kindle

Por Miguel Martins

Os deputados da Assembleia Legislativa do Ceará se reuniram, mais uma vez, ontem, para deliberarem sobre matérias que estão na pauta de votações da Casa. No entanto, muitos aproveitaram para se reencontrar com seus pares e discutirem temas relacionados às eleições vigentes no Estado.
Como ficou acertado pela Mesa Diretora, as plenárias estão sendo realizadas somente uma vez por semana, às terças-feiras. Para esta semana, no entanto, devido à falta de quórum para deliberação de projetos, ontem, hoje a plenária também irá ocorrer.
Os três candidatos majoritários estiveram presentes na Casa, e dois deles, inclusive, se pronunciaram sobre temas referentes ao cotidiano do Estado. Eliane Novais (PSB), candidata ao Governo do Estado destacou os feitos de Eduardo Campos (PSB), morto na semana passada, durante acidente aéreo. Já Mauro Filho (PROS), postulante ao Senado Federal discorreu sobre uma proposta de sua autoria.
O candidato ao Governo do Estado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Camilo Santana, só compareceu no decorrer da sessão, já quando a votação de matérias estava em tramitação. O parlamentar sempre ao retornar à Casa é assediado por seus pares, onde muitos já o tratam como governador.
Ainda ontem, durante discussões sobre as matérias propostas, alguns deputados discorriam sobre o processo eleitoral vigente. Mário Hélio (PMN), por exemplo, chegou a dizer que Ely Aguiar (PSDC) “traiu” o governador Cid Gomes. Segundo disse ele ao colega, Cid autorizou a construção de obra religiosa no Município do Crato, a pedido do parlamentar, que logo em seguida teria abandonado o gestor.
Aguiar, por outro lado, afirmou que já tinha sanado qualquer dívida com Cid Gomes quando em 2012 apoiou a candidatura de Roberto Cláudio para prefeito, conseguindo, segundo ele, cerca de 60 mil votos para o então candidato pessebista.
As discussões sobre alianças e entrada em novas coligações também foi tratada pelos parlamentares durante todo o dia de ontem, principalmente, com a saída do SD para a coligação que apoia Eunício Oliveira (PMDB). Alguns deputados chegaram a brincar uns com os outros questionando quem seria o próximo a deixar suas chapas.
A sessão ordinária de ontem, diferente de outras que ocorreram ao longo dos meses, contou com a presença de muitos parlamentares. Cerca de 33 registraram suas presenças, apesar de poucos permanecerem no Plenário 13 de Maio. Parlamentares têm utilizado, na tribuna, discursos referentes a pautas mais amplas, e outros procuram apresentar discursos que apontem para os projetos que eles apresentaram ao longo da Legislatura atual.
O início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão também foi motivo de comentários dos deputados nos bastidores da Assembleia Legislativa. Parlamentares discorreram sobre a postura das candidaturas à Presidência da República e o desempenho dos candidatos. No caso da propaganda do PT teve quem avaliou o formato dinâmico do programa.

Tags: ,

Página 80 de 405« Primeira...102030...7879808182...90100110...Última »

Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999