Busca

Brasileiros não se sentem representados pelos políticos

11:20 · 13.08.2017 / atualizado às 11:22 · 13.08.2017 por

O jornal O Estado de S.Paulo destaca, na sua edição de hoje, pesquisa sobre a avaliação dos brasileiros em relação aos parlamentares. Os números são merecedores de uma profunda análise, não apenas pelos políticos, mas, sobretudo por todos quanto têm responsabilidade com o futuro do País.

Leia o destaque da matéria do Estadão:

A pouco mais de um ano da eleição, pesquisa Ipsos revela que só 6% se sentem representados pelos políticos nos quais já votaram e apenas 50% defendem a democracia

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2017 | 05h00

A pouco mais de um ano das eleições para a Presidência, os governos estaduais e o Congresso Nacional, os brasileiros manifestam rejeição generalizada à classe política, independentemente de partidos, e ao atual modelo de governo. Segundo pesquisa do instituto Ipsos, apenas 6% dos eleitores se sentem representados pelos políticos em quem já votaram.

Desde novembro do ano passado houve queda de nove pontos porcentuais na taxa dos que se consideram representados. A onda de negativismo contamina a percepção sobre a própria democracia: só metade da população considera que esse é o melhor regime para o Brasil, e um terço afirma que não é. Quando os eleitores são questionados especificamente sobre o modelo brasileiro de democracia, a taxa de apoio é ainda mais baixa: 38% consideram que é o melhor regime, e 47% discordam. A pesquisa também mostra que 74% são contra o voto obrigatório.

Comentários 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denilson Bastos

14/04/2017 as 16:0819

Falo somente por mim, mas acredito sentir o que a grande maioria da população, uma sensação de mal estar só de ligar uma TV, abrir um jornal ou revista e ver a cara de um político, seja ele quem for. Do meu ponto de vista, a população nunca esteve tão mal representada, seja no âmbito federal, estadual ou municipal, incluindo-se os “supremos”.