Busca

Tag: Tauá


11:48 · 19.02.2017 / atualizado às 11:48 · 19.02.2017 por

 

O governador Camilo Santana, ainda levou outro adversário de Domingos para o palanque, Zezinho Albuquerque, presidente da Assembleia Foto: Fabiane de Paula

O governador Camilo Santana foi sábado ao Município de Tauá, principal colégio eleitoral da família do conselheiro Domingos Filho, inaugurar uma unidade do Raio, o batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas da Polícia Militar. O detalhe: foi a primeira vez, em mais de uma década, que um evento de Governo naquela  cidade e Região dos Inhamuns, não contou com a participação de um integrante da família de Domingos, ex-vice-governador do Ceará e até dezembro do ano passado, um dos principais aliados do governador Camilo Santana e do grupo que o apoia, liderado pelo ex-governador Cid Gomes.

Os cristãos novos no palanque de Camilo, sábado, em Tauá, estavam na lista encabeçada pelo deputado estadual Audic Mota, também até pouco antes da última eleição estadual, um liderado de Domingos Filho. Hoje, Audic está ligado ao suplente de senador Chiquinho Feitosa, uma das lideranças do DEM no Ceará.

O rompimento do governador com Domingos Filho e sua família, que inclui o filho deputado federal Domingos Neto, e a mulher do conselheiro Patrícia Aguiar, ex-prefeita de Tauá, aconteceu em razão da disputa pela presidência da Assembleia. O governador queria que os aliados de Domingos votasse em Zezinho Albuquerque, e Domingos queria ajudar a eleger o deputado Sérgio Aguiar.

 

 

 

08:48 · 19.10.2016 / atualizado às 08:48 · 19.10.2016 por
Patrícia Aguiar perdeu as eleições em Tauá por apenas 93 votos de diferença Foto: Natinho Rodrigues
Patrícia Aguiar perdeu as eleições em Tauá por apenas 93 votos de diferença Foto: Natinho Rodrigues

A prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PSD), derrotada no pleito do último dia 2 de outubro, renovou o seu pedido de licença da função de gestora do Município até o dia 31 de dezembro, último dia do seu mandato.

O projeto de decreto legislativo, aprovado pela Câmara Municipal de Tauá, em sessão ordinária na segunda-feira (17) concede licença do cargo de prefeito, sem ônus para o Erário Municipal,  para tratar de interesse particular, no período de 24 de outubro a 31 de dezembro de 2016.

Desde o dia 22 de julho passado a prefeita  estava afastada das funções de prefeita devido a um outro pedido de licença para tratar de assuntos pessoais. Como a licença em questão termina no dia 24 de outubro, outra foi aprovada pela Câmara, e com isso, na prática, Aguiar não é exercerá mais o mandato de prefeita de Tauá. Em seu lugar está o vice, Júlio César, cuja responsabilidade última será transmitir o cargo ao novo prefeito, no primeiro dia do próximo ano

No primeiro turno campanha, Aguiar perdeu por apenas 93 votos  para Carlos Windson, do PR, que é primo e aliado do deputado estadual Audic Mota (PMDB). Enquanto a prefeita ficou em segundo lugar com 16.194, o prefeito eleito consagrou-se vitorioso com 16.287.

 

 

 

 

 

 

 

 

12:35 · 06.10.2016 / atualizado às 12:35 · 06.10.2016 por

O deputado Audic Mota (PMDB) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, nesta quinta-feira (6), para destacar a vitória do primo Carlos Windson (PR) no município de Tauá por 93 votos de diferença sobre a atual prefeita, Patrícia Aguiar (PMB).

“A população de Tauá surpreendeu o Estado do Ceará, mas não a mim, que conheço aquele povo, sei da sua altivez, da sua bravura, mas surpreendeu quando sufragou o nome do Carlos Windson, quebrando uma oligarquia instalada há 16 anos”, disse o parlamentar.

Audic afirmou que o município, apesar das benesses, tinha muitas deficiências, que poderiam e deveriam ter sido sanadas. A grande verdade é que muito que poderia ter sido feito deixou de ser feito. Assistimos uma inversão de prioridades, muitas vezes o compromisso com o erro”, criticou.

12:35 · 06.10.2015 / atualizado às 12:35 · 06.10.2015 por

O deputado Audic Mota (PMDB) destacou, em pronunciamento na Assembleia nesta terça-feira, o aumento da violência no município de Tauá, que tem causado manifestações de preocupação da sociedade. De acordo com ele, um movimento já foi criado nas redes sociais com o nome de “Tauá pede paz”.

O peemedebista aponta que não se fica mais nas calçadas do município a partir da 20h, como acontecia no passado. Ele criticou ainda a gestão municipal, que, segundo afirma, propôs como solução a implantação do raio em 2016.

 

11:00 · 02.05.2015 / atualizado às 11:00 · 02.05.2015 por
Patrícia é mãe do deputado Domingos Neto e esposa do conselheiro do TCM, Domingos Filho Foto: Natinho Rodrigues
Patrícia é mãe do deputado Domingos Neto e esposa do conselheiro do TCM, Domingos Filho Foto: Natinho Rodrigues

Por Edison Silva

A prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PMDB), acertou sua ida para o PSD e está sendo indicada para presidir a agremiação neste Estado, depois de entendimentos alcançados, ontem, com o atual presidente da agremiação no Ceará, Almircy Pinto.

Patrícia é mãe do deputado federal Domingos Neto, líder do PROS na Câmara dos Deputados, e esposa do ex-vice-governador e hoje conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Aguiar.

O PSD, quando estava sendo fundado no Brasil, foi oferecido a Domingos Filho para dirigi-lo no Ceará. O ex-vice-governador preferiu, na época, ficar no PMDB, de onde posteriormente saiu para o PROS, para disputar a indicação deste partido como candidato a governador.

No momento, o PSD cearense está experimentando dificuldades em razão das divergências entre o atual presidente Almircy Pinto e os deputados estaduais que integram o partido.

Insatisfeitos

Osmar Baquit, atualmente no secretariado do Governo, quer a presidência do PSD, com o apoio dos demais deputados, insatisfeitos pelo fato de Almircy ter manifestado posição divergente do Governo e chegado a determinar a saída do bloco governista na Assembleia Legislativa, o que acabou não acontecendo por rebeldia de toda a bancada.

O líder maior da agremiação no País, Gilberto Kassab, ministro das Cidades, foi oficialmente comunicado das divergências existentes no Ceará. Ontem, depois de uma longa conversa entre Patrícia Aguiar e familiares com Almircy Pinto, ficou acertado, segundo ele comunicou, que ela deixará o PMDB e poderá assumir o comando do partido no Estado.

Segunda-feira, oficialmente, Gilberto Kassab será cientificado do acordo. Até agora os deputados estaduais e demais integrantes da agremiação não foram informados desses acertos.
A expectativa de todos os envolvidos nas negociações ontem encerradas é de que não haverá dificuldades. Patrícia Aguiar, que ao lado do marido quando vice-governador participava de todas as reuniões políticas, inclusive na fundação do PSD, tem livre acesso a todos.

Segundo Almircy, com o ingresso de Patrícia no PSD e sua indicação para presidir o partido, cessam todos os atritos hoje existentes e o partido terá, no seu comando, uma pessoa com significativo potencial eleitoral, visto ser ela uma expressiva liderança na Região dos Inhamuns.

18:50 · 06.08.2014 / atualizado às 18:50 · 06.08.2014 por

O deputado estadual Idemar Citó (DEM) desistiu de se candidatar à reeleição à Assembleia Legislativa. Cumprindo o quinto mandato, Citó afirma que substituiu sua candidatura pela do atual presidente da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC), Audic Mota (PMDB), que é vereador do município de Tauá.

“Vislumbrando um futuro político melhor para Tauá, eu resolvi substituir a minha candidatura pela do presidente da UVC, Audic Mota, um rapaz bem sucedido, advogado, grande vereador, teve dois mil votos, e, dentro de tudo isso, entendo que vamos oxigenar a política de Tauá com a força da juventude”, afirmou o parlamentar.

Ele afirma que continuará trabalhando na política, mesmo sem mandato, e trabalha com a possibilidade de se candidatar à Prefeitura de Tauá em 2016, de forma que possa “disputar com (o governo da) situação de ‘pau a pau’”, conforme afirmou o parlamentar. Atualmente, o município é gerido pela prefeita Patrícia Aguiar (PMDB).

“Com certeza nós teremos candidato (nas eleições municipais de 2016), onde eu estou bem posicionado, junto com Audic, que eu vou fazer deputado estadual se Deus quiser. Com apoio dele, ou ele próprio ser candidato. Temos que ver isso dentro do nosso grupo político, o melhor que se posicionar será o candidato”, apontou.