Edison Silva

Busca


Escolas municipais

Publicado em 13/09/2013 - 12:43 por | Comentar

Categorias: Visitas

  • Enviar para o Kindle

Por Georgea Veras

A Comissão de Educação da Câmara Municipal de Fortaleza realizou ontem a primeira visita em escolas da rede municipal de ensino. Foram visitadas duas unidades na Regional VI. De acordo com o vereador Guilherme Sampaio (PT), membro do colegiado, uma das reclamações feitas foi sobre a violência tanto dentro quanto no entorno das escolas. De acordo com o vice-líder do governo, vereador Didi Mangueira (PDT), a previsão é que o governo de Roberto Cláudio invista R$ 512 milhões no setor da Educação.
As escolas que receberam os membros da comissão foram: Escola Municipal Josefa Barros de Alencar, em Messejana e a Escola Municipal João Germano da Ponte Neto, no Conjunto Palmeiras. De acordo com Guilherme Sampaio, o que mais chamou atenção foi o relato de que agravou o índice de violência dentro e fora dessas unidades, informando também que outra queixa foi sobre problemas de estrutura.
O vereador aponta que a segunda escola visitada pela Comissão de Educação, a que fica localizada no bairro Conjunto Palmeiras, a diretora conta que já foram encontradas pessoas armadas dentro da escola e que a infraestrutura dessas unidades escolares só aumenta o risco de violência para os alunos e para os trabalhadores.
Guilherme Sampaio disse ainda que as escolas possuem apena um diretor para dar conta de todos os problemas e de mais de 500 alunos, o que, na sua opinião, é insuficiente. De acordo com o petista, após o término das visitas, que pretende se estender a todas as regionais, a comissão irá produzir um relatório que será entregue aos vereadores e à Secretaria de Educação.
O vereador Ronivaldo Maia (PT) acredita que após o prefeito Roberto Cláudio assumir a Prefeitura de Fortaleza, a qualidade dos serviços de educação e saúde pioraram. De acordo com ele, a Prefeitura já prorrogou pela segunda vez o processo de renovação das carteiras estudantis, prejudicando, aponta, os alunos que ingressaram agora na rede municipal de ensino.
Outra reclamação do petista é em relação ao Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Pro Jovem), em que a renovação do contrato dos professores foi feita com atraso, tendo também atraso de dois meses no pagamento do salário desses profissionais. “De fato o que estava bom ficou ruim e o que estava ruim ficou pior, pois onde tinha problema, piorou”, constatou.
O vice-líder do governo, vereador Didi Mangueira, rebateu as críticas dos parlamentares do PT. De acordo com ele, se apesar dos investimentos já feitos, até o momento, na área de Educação, pela atual administração, a situação está ruim, então é porque no governo passado era ainda pior.
Didi Mangueira disse que a ex-prefeita Luzianne Lins fez muito pela educação, principalmente, pelos professores, mas deixou um calendário escolar incompleto em um ano, o que, segundo ele, trouxe grandes prejuízos. Por isso, pontua, a primeira medida que teve de ser tomada foi ajustar esse calendário para que os estudantes da rede pública municipal de ensino não tivessem mais prejuízos.
Sobre os investimentos, destacou o governista, a previsão é que a atual gestão aplique R$ 512 milhões na área da Educação. Parte dessa verba será para a construção de 79 creches, das quais 10 já foram iniciadas as obras. Há também a promessa de seis escolas de tempo integral para serem entregues ainda este ano, além de reformas em outras unidades escolares e mais 29 novas escolas, também de tempo integral, para serem entregues até o final do governo.
Didi Mangueira ressaltou ainda que um dos maiores saltos na Educação feito este ano foi a seleção pública realizada para diretores e coordenadores de escola, citando ainda o concurso público para professor auxiliar, a construção de 49 quadras poliesportivas e o projeto segurança escolar, com 40 viaturas da Guarda Municipal monitorando as escolas.
“Com 512 milhões a mais e com todos esses equipamentos, se ainda não tiver melhorado, então como estava essa educação?”, questionou, entendendo que os vereadores precisam procurar serem justos e fieis às ações e medidas que o atual governo vem tomando nas diversas áreas da administração pública.

Tags: , ,

Comentários


Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

teste