Busca

12:18 · 20.07.2018 / atualizado às 12:19 · 20.07.2018 por

A prévia da Sondagem da Indústria – da Fundação Getúlio Vargas – de julho de 2018 sinaliza queda de 0,5 ponto do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de junho, para 99,6 pontos, o menor desde janeiro deste ano.

A queda da confiança neste mês pode vir da piora das expectativas do setor. Após subir 3,4 pontos em junho, o Índice de Expectativas (IE) cairia 4,3 pontos em julho, para 100,7 pontos. Já o Índice da Situação Atual (ISA) subiria 3,4 pontos em julho, para 98,5 pontos, após cair 5,5 pontos no mês anterior.

O resultado preliminar de julho sinaliza o segundo recuo consecutivo no Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI), de 0,3 ponto percentual, para 75,9%.

Para a prévia de julho de 2018 foram consultadas 782 empresas entre os dias 02 e 18 deste mês. O resultado final da pesquisa será divulgado na próxima sexta-feira, dia 27 de julho.

Dados completos no Portal IBRE, no link: http://goo.gl/YV7NNh.

12:05 · 20.07.2018 / atualizado às 12:08 · 20.07.2018 por

Os shoppings da Rede Ancar Ivanhoe no Ceará –  North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, North Shopping Maracanaú e Via Sul Shopping – pretendem abrir mais de 90 novas operações ainda este ano. O objetivo é renovar o mix de lojas, substituindo espaços por marcas que gerem mais identificação e atendam ainda mais às necessidades dos clientes. “Quando realizamos a renovação do mix, todos saem ganhando, pois atraímos novos consumidores, fidelizamos os antigos e geramos um fluxo maior para cada equipamento do portfólio da empresa”, explica Ricardo Nunes, superintendente regional da Ancar Ivanhoe.

Com as mudanças, que refletem a sensibilidade da Ancar em analisar os equipamentos sob a ótica do cliente, os shoppings da rede no Ceará já registram um crescimento de 8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os indicadores acompanham o crescimento na taxa de emprego e a estabilidade na taxa de juros.

Informa a empresa que, entre as operações já confirmadas para abrir em 2018, estão Caixa Econômica Federal, Vignoli, Top Móveis e Giraffas (Via Sul Shopping); Bel Cosméticos, Estilo Feitiço, Sacrum, Pimenta Tropical, Cheppitos, Sal e Brasa, Bebelu, Conforto dos Sonhos e Solar Magazine (North Shopping Fortaleza); Solar Magazine, Linda Moda, Sonho de Biju, Vi Lingerie, Clínica Médica e RG Móveis (North Shopping Jóquei); e 4 Estylos, RG Móveis e Caixa Econômica Federal (North Shopping Maracanaú).

09:39 · 20.07.2018 / atualizado às 09:41 · 20.07.2018 por

Até o final deste terceiro trimestre, o Grand Shopping Messejana inaugurará quatro novas lojas na praça de alimentação.

Abrirão a Lugs, dos tradicionais baldes de frango frito, Pizza Crek, Mini Kalzone e Burger King.

“Consideramos essas novas operações conquistas muito importantes para nosso mix. Estamos sempre buscando oferecer opções variadas e de qualidade para os consumidores e a nossa expectativa é de que a chegada dessas operações ampliem e fortaleçam o nosso público”, reforça o superintendente do Grand Shopping, Gesley Siqueira.

Atualmente, operam no shopping grandes marcas no setor gastronômico, entre as quais Chinatown, Empório Grill, Bebelu, Subway, Oh My Dog e McDonald’s.

09:27 · 20.07.2018 / atualizado às 09:31 · 20.07.2018 por

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) está lançando uma solução pioneira no mercado de bureaux de crédito: o SPC Reconhecimento Facial. A tecnologia, que no Brasil já é adotada no check-in de companhias aéreas e em dispositivos celulares, agora passa a ser realidade nos processos de concessão de crédito de todo o país.

Grande aliada do comércio, a nova ferramenta também possui a vantagem de proteger os consumidores de pessoas mal  intencionadas. Nos últimos anos, o roubo de dados ou de identidade pessoal tem crescido exponencialmente, causando prejuízos ao setor. Um termômetro disso é que sete em cada dez empresas são atingidas por fraudes, segundo dados da consultoria americana Kroll. “Buscamos oferecer um sistema altamente sofisticado aos lojistas que passam a evitar perdas e se prevenir de forma mais eficaz, ao mesmo tempo em que proporciona maior segurança aos seus clientes”, destaca Nival Martins, superintendente do bureau de crédito do SPC Brasil.

O lançamento do SPC Reconhecimento Facial reforça a visão inovadora da empresa no uso de tecnologias de ponta, que atua há mais de 60 anos no mercado de crédito para atender às suas necessidades de negócio. A expectativa é de que já no primeiro ano de operação 3 milhões de faces estarão cadastradas na base do SPC Brasil.

Para Martins, um dos diferenciais do SPC Brasil é que nas consultas feitas pelos estabelecimentos será possível acessar informações do cliente para uma análise mais completa de crédito, como dados cadastrais do consumidor, informação de inadimplência, protesto, histórico de consultas realizadas e score de crédito (probabilidade de a pessoa ficar inadimplente ou não), por exemplo, em conjunto com as análises do reconhecimento facial, tornando, assim, um dos produtos de consulta de crédito mais completos do mercado para o combate de fraudes.

O mecanismo de evitar fraudes é feito por meio da validação das capturas das faces via webcam que compõe o processo de compra, confrontando com as faces dos consumidores em uma base compartilhada com outras empresas do setor. Com isso, a ideia é acelerar os processos de validação e garantir a segurança da transação.

O novo sistema funciona assim: uma câmera instalada no estabelecimento comercial captura o rosto do cliente e o registro é enviado ao sistema de Reconhecimento Facial do SPC Brasil que fará a leitura detalhada de seu rosto e codificará essas informações em uma sequência numérica digital — por exemplo, o formato dos olhos, o tamanho da boca, o contorno do rosto etc. A sequência é anexada ao cadastro da pessoa e arquivada em um banco de dados, tornando-se a sua identidade para o sistema.

Quando utilizada para comprovação de identidade, a consulta ao seu cadastro biométrico será feita com uma nova captura do seu rosto e o sistema irá cruzar os dados em busca dos padrões registrados para verificar sua autenticidade. Como o conjunto de medições do rosto é único para cada pessoa, a performance da biometria facial é elevada e sua assertividade próxima dos 99,5%.

A fase de testes utilizou o atendimento real de cinco lojistas — três no Nordeste, no Sul e outro no Centro-Oeste. O SPC Reconhecimento Facial conseguiu identificar e prevenir fraudes.

09:09 · 20.07.2018 / atualizado às 09:11 · 20.07.2018 por

Representante e distribuidora exclusiva, no Brasil, das placas fotovoltaicas fabricadas pela chinesa GCL, a Sou Energy – empresa genuinamente cearense – mandou mensagem para este blog, comentando a respeito da informação, aqui divulgada, segundo a qual a maresia está começando a causar problemas a essas placas.

De acordo com a Sou Energy, as placas fotovoltaicas da GCL, graças à melhor tecnologia utilizada em sua fabricação, podem suportar “os impactos naturais, como a oxidação causada pelos efeitos da maresia”.

Na mensagem, a Sou Energy também afirma: “(As placas) passam por um rigoroso controle de qualidade que lhes garante a certificação IEC 61.701:1995 (ensaio de corrosão por névoa salina em Módulos Fotovoltaicos-PV”.

E mais: “Além da maresia, a certificação os resguarda dos efeitos da corrosão por amônia e sopro de areia”.

Por estas razões, dia a mensagem – as placas da GCL têm garantia de 10 anos.

08:50 · 20.07.2018 / atualizado às 11:32 · 20.07.2018 por

Naquele tempo, Jesus passou no meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer. Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: “Olha, os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido fazer em dia de sábado!” Jesus respondeu-lhes: “Nunca lestes o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome? Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes? Ou nunca lestes na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma? Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo. Se tivésseis compreendido o que significa: ‘Quero a misericórdia e não o sacrifício’, não teríeis condenado os inocentes. De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado”.

Reflexão – “o Amor é o maior motivo”

 

Neste Evangelho Jesus Cristo nos mostra que a misericórdia do Pai não se prende a fórmulas, conceitos ou regras humanas. Os homens impõem um jugo pesado, cheio de regras e limitações, mas para Deus o Amor é a regra maior que pode ser vivenciado a todo dia e a qualquer hora. Hoje também há muitas proibições e instruções que nos impedem de fazer o bem na hora precisa. Muitas vezes a desculpa do “dia de sábado” esconde uma má vontade para que não façamos o bem, por acomodação, por preguiça, por falta de interesse. Preferimos oferecer a Deus sacrifícios baratos, oferendas sem sentido do que ocupar o nosso tempo em dar atenção a quem necessita do pão da Palavra de Deus, do alimento espiritual ou mesmo de um simples ouvido para desabafar. Ouvimos sempre, o “não convém”, “não é permitido” e perdemos oportunidades para vivenciar o que Jesus nos propõe.  Porém, entendemos aqui que Deus não age conforme os homens pensam e pregam. Ele deseja matar a fome do homem e não se importa de se oferecer como alimento para a nossa fome espiritual não implicando o dia nem a hora. Porque sonda o nosso coração e conhece os nossos desejos mais profundos, o Senhor não impõe condições para nos saciar. Mas, Ele precisa de nós, homens e mulheres, como instrumentos da Sua misericórdia para revelar ao mundo que Ele é Senhor também dos “nossos sábados”.    – Você é muito ligado (a) a regras e preconceitos? – O que você faz quando encontra alguém com “fome”? – Você espera uma oportunidade melhor para ajudar às pessoas ou o faz em qualquer circunstância?

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

16:02 · 19.07.2018 / atualizado às 16:04 · 19.07.2018 por

Júlio Rocha, graduado em Engenharia Ambiental e Sanitária pelo Instituto Federal do Ceará (IFCE) no campus de Quixadá, é um dos cinco selecionados, em todo o país, para participar da residência hacker do Red Bull Basement. O ex-aluno, orientado pelo professor Rérisson Máximo, concorreu com o projeto, apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), de um dispositivo automático para chuveiros, que permite economia de água.

Essa residência do Red Bull Basement seleciona projetos com potencial de transformação e impacto social, que já estejam em estágio de produção. O dispositivo é para chuveiros domésticos, e só libera o fluxo de água quando tem uma pessoa sob o chiveiro; assim que a pessoa se afasta, o fluxo é interrompido. Além da economia de água, o produto tem outra vantagem: é feito com material de baixo custo.

O ex-estudante explica como a ideia surgiu: “Foi durante um banho, porque eu sempre gastei muita água. Então, pensei como seria cômodo ter um dispositivo que controlasse o fluxo (de água) sem eu ter que ficar fechando e abrindo. Inspirei-me nas torneiras de shopping”.

Agora, com a participação na residência, Júlio terá dois meses para desenvolver e melhorar a ideia. Os trabalhos terão início no dia deste mês e seguirão até 16 de setembro, na cidade de São Paulo.

15:50 · 19.07.2018 / atualizado às 15:53 · 19.07.2018 por

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), em junho de 2018, apresentou aceleração de 1,15 por cento com relação a maio, quando ficou em 0,34 por cento. Em junho do ano passado, o índice fechou com deflação de -0,25 por cento. O IPCA nacional registrou variação de 1,26 por cento, significando alta em relação ao mês imediatamente anterior (0,40 por cento) e junho de 2017 (-0,23 por cento). Os números estão no Termômetro da Inflação (Volume 1 – nº 07/2018) publicado nesta quinta-feira, 19, pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado do Ceará.

O trabalho, elaborado com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que o acumulado na RMF nos seis primeiros meses de 2018 atingiu 2,37 por cento, enquanto em igual período de 2017 o percentual foi de 1,50 por cento. O IPCA nacional, de janeiro a junho, fechou em 2,60 por cento contra 1,18 por cento em igual período de 2017. Portanto, o acumulado na RMF ficou abaixo do nacional. Em 12 meses, o índice na RMF ficou em 3,15 por cento, ocupando, dentre as 16 cidades/regiões metropolitanas pesquisadas, o 11º lugar. Goiânia ficou em primeiro, com 5,19 por cento; Porto Alegre, com 4,97 por cento, e São Paulo, com 4,78 por cento.

Dos nove Grupos que compõem o IPCA, apenas Vestuário (0,06 por cento) e Comunicação (-0,02 por cento) apresentaram deflação em junho na RMF. Os Grupos Alimentação, Habitação e Transportes, tanto na RMF como no nacional, sofreram pressão inflacionária. O Grupo Alimentação acelerou 2,10 por cento, acima, inclusive do nacional, que teve alta de 2,03 por cento. O IBGE destaca que, neste último caso desde janeiro de 2016 o grupo não apresentava taxa acima dos 2,00 por cento, e para os meses de junho, desde 2008, ressaltando que essa aceleração é reflexo da paralisação dos caminhoneiros ocorrida no final do mês de maio. No Grupo Habitação, por sua vez, a alta na RMF como também no nacional tiveram como destaque o Item Energia Elétrica Residencial, com variação de 7,29 por cento e 8,02 por cento, respectivamente. Transportes, com variações de 1,07 por cento na RMF e 1,58 por cento no Brasil.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fechou em junho de 2018, na  RMF, em alta de 1,21 por cento, similarmente ao ocorrido no IPCA. Em junho de 2017 o índice havia registrado deflação de 0,35 por cento. No nacional, o índice também apresentou aceleração de 1,43 por cento com relação a maio de 2018. A aceleração do INPC na RMF elevou o acumulado dos últimos 12 meses para 2,57 por cento,  acima dos 0,99 por cento registrado até maio de 2018. O INPC se se refere às famílias com rendimento monetário de um a cinco salários mínimos. É calculado também para dez regiões metropolitanas, além de seis municípios, que são as mesmas áreas geográficas que abrange o IPCA.

15:42 · 19.07.2018 / atualizado às 15:47 · 19.07.2018 por

TÜV Rheinland Brasil, subsidiária de um dos maiores grupos mundiais de certificação, inspeção, gerenciamento de projetos e treinamentos, acaba de firmar parceria com a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), com o objetivo de atuar em favor do crescimento do mercado fotovoltaico no Brasil. Com a parceria, a TÜV Rheinland, que é líder mundial em todos os aspectos relacionados aos projetos fotovoltaicos, com mais de 20 GW inspecionados em plantas fotovoltaicas ao redor do mundo, oferece ao setor nacional todo o seu conhecimento específico em ensaios fotovoltaicos e certificações de painéis térmicos, bem como em discussões de normas e portarias que orientem o mercado de energia solar brasileiro.

“Já temos uma forte atuação no setor em prol do desenvolvimento da energia solar fotovoltaica no Brasil e no mundo, e queremos ampliar por aqui, sendo parceiro estratégico dos empreendedores e demais players, a fim de avaliar as grandes plantas fotovoltaicas em construção, desde inspeções de controle de fabricação até ensaios na planta instalada”, afirma o gerente da área de negócios de energia solar, Robynson Molinari.

Os serviços também compreendem inspeções de instalação, de utilização e de manutenção, bem como avaliação de transporte dos módulos até o local de instalação, ensaios portáteis e treinamentos.

A empresa desenvolve serviços que atestam a qualidade e a eficiência dos equipamentos importados ou fabricados no Brasil. Os ensaios em módulos, inversores e baterias são realizados em laboratórios TÜV Rheinland localizados na China, Taiwan, Japão, Índia, Estados Unidos e Alemanha. Os testes são feitos conforme a portaria 004/2011 do INMETRO e aceitos pelo Instituto de metrologia brasileiro.

A empresa vem disponibilizando seus modernos centros de ensaios no exterior, em favor do desenvolvimento da energia solar no Brasil, desde meados de 2015, quando houve o acordo de reconhecimento mútuo estabelecido entre a CGCRE/INMETRO (Coordenação Geral de Acreditação do Instituto) e organismos internacionais como IAAC (Interamerican Accreditation Cooperation), ILAC (International Laboratory Accreditation Co-Operation) e DAKKS (Organismo Nacional de Acreditação da Alemanha), que chancelam os laboratórios TÜV Rheinland nestes países.

“Para a TÜV Rheinland o mercado brasileiro é estratégico, pois a energia fotovoltaica possui potencial de expansão, já que há abundância de irradiação solar e os custos da fonte já se encontram em patamares de alta competitividade”, afirma o coordenador geral de operações da área de energia solar, Gerson Allegretti. A estimativa é que em 2020 a energia solar represente 1,2% da matriz elétrica brasileira, o que corresponde a um crescimento de 111% em relação a 2017.

Sobre a TÜV Rheinland

O Grupo TÜV Rheinland é líder em certificações, inspeções, treinamentos e gerenciamentos de projetos. Fundado na Alemanha, em 1872, com o objetivo de proteger os trabalhadores de acidentes ocorridos nas instalações de caldeiras a vapor, a empresa desde então tem se especializado em todos os tipos de serviços relacionados com a qualidade, a segurança técnica e de proteção do homem e do meio ambiente.

A empresa emprega atualmente mais de 20 mil colaboradores, gera receitas anuais acima de € 1,9 bilhões e está presente em 69 países, onde estão distribuídos mais de 200 laboratórios. Sua trajetória de 145 anos é marcada pela seriedade, profissionalismo e independência, buscando um desenvolvimento sustentável no que diz respeito à qualidade e segurança de forma a superar os desafios decorrentes da interação entre o Homem, a Tecnologia e o Meio Ambiente.

No Brasil, possui mais de onze mil certificados ativos e atende a mais de 1.500 clientes dos mais diversos setores. Acreditada pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), do Ministério das Comunicações, e pela CGCRE/INMETRO, a TÜV Rheinland possui ainda forte atuação junto aos setores de telecomunicações, tecnologia da informação, eletrodomésticos, máquinas, produtos médicos e domésticos; produtos alimentícios, indústria automobilística e de autopeças, entre outros. Seus especialistas também estão aptos a avaliar Sistemas de Gestão, processos de TI (Tecnologias de Informação) e dos negócios de maneira global, de acordo com normas reconhecidas internacionalmente ou com base em critérios de desempenho individual. Com a TÜV Rheinland Akademie, oferece um portfólio variado de cursos em diversas áreas, em modernas instalações estrategicamente localizadas em todo o Brasil, assim como treinamentos in company personalizados, alinhados às tendências de mercado e com foco na excelência profissional.

10:37 · 19.07.2018 / atualizado às 08:46 · 20.07.2018 por

Sob os aplausos de 10 mil funcionários da empresa, decolou nesta quinta-feira, 19, pela primeira vez, um dos maiores aviões cargueiros do mundo – o Beluga XL (foto), a última novidade da europeia Airbus. A decolagem foi no aeroporto da cidade francesa de Toulouse.

Essa aeronave- oficialmente batizada de A-330-700 – será utilizada pela Airbus para o transporte de grandes peças dos seus diferentes modelos de aviões, desde suas fábricas na Alemanha e na Espanha até o centro de montagem em Toulouse.

Também chamado de “baleia dos céus”, o Beluga XL pode transportar até 53 toneladas de carga.

Até ser aprovado para voar comercialmente, o grande e feio avião ainda fará muitas horas de testes.