Busca

11:34 · 26.08.2016 / atualizado às 11:36 · 26.08.2016 por

floriculturaChega uma boa noticia do setor da floricultura.

O Instituto Brasileiro de Floricultura, o Ibraflor, informa que o setor floricultor do País superou todas as previsões de faturamento para este ano de 2016.

A previsão era de que, no fim deste ano, esse faturamento teria um crescimento entre 6% e 8%.

Pois bem: essa previsão aconteceu no primeiro semestre deste ano.

Isso não é pouca coisa: em 2015, o faturamento das empresas de flores, no Brasil, alcançou R$ 6 bilhões.

N ano anterior, essa receita alcançara R$ 5,7 bilhões.

Isto quer dizer que o mercado brasileiro de flores terá receita superior R$ 7 bilhões neste 2016.

11:31 · 26.08.2016 / atualizado às 11:31 · 26.08.2016 por

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará, o Sinduscon, promoverá aqui em Fortaleza, nos dias 27 e 28 do próximo mês de setembro, o Inova Construir Experience, um seminário especializado que debaterá sobre as novas tecnologias utilizadas na construção civil no mundo.

Pois bem: a atração desse evento, que se realizará no Hotel Gran Mareiro, na Praia do Futuro, será o empresário e engenheiro chinês Zang Yue, sócio de uma empresa construtora que fez, em apenas 19 dias, um prédio de 57 andares, na China, usando pré-moldados.

Ele vai explicar como isso foi e é possível, pois sua empresa continua aplicando a mesma tecnologia na construção de outros edifícios residenciais e comerciais.

Vale repetir: em apenas 19 dias, Zang Yue concluiu a construção de um prédio de 57 andares, na China.

11:29 · 26.08.2016 / atualizado às 11:29 · 26.08.2016 por

Dezenas de pequenos produtores de banana dos municípios de Limoeiro do Norte e Quixeré, na Chapada do Apodi, estão suspendendo sua atividade.

E muitos já o fizeram.

O motivo é um só: a falta de água para a irrigação de suas culturas.

Só duas grandes empresas produtoras de banana ainda mantêm no Apodi seus bananais, porque perfuraram poços profundos, cuja vazão garante a irrigação, por gotejamento, das bananeiras.

A produção de bananas na Chapada do Apodi – parte da qual é para a exportação – caiu quase à metade, segundo informam as próprias empresas produtoras.

11:26 · 26.08.2016 / atualizado às 11:26 · 26.08.2016 por

O senador Tasso Jereissati foi muito sensato ao posicionar-se diante da questão da proposta de aumento de vencimentos do pessoal do Poder Judiciário, incluindo os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Tasso Jereissati argumentou que, diante da crise econômica que é grave e que já causou o desemprego de 12 milhões de pessoas e a redução da atividade industrial e comercial, provocando a queda espetacular as receitas dos governos da União, dos Estados e dos Municípios, não é aconselhável que se dê, agora, um aumento de vencimentos para os setores mais beneficiados da estrutura do funcionalismo público.

Jereissati entende que esses segmentos podem esperar “até que a crise passe”.

O aumento de vencimentos dos ministros do STF serve de parâmetro para boa parte dos servidores públicos da União, dos Estados e dos municípios, inclusive de deputados e senadores, deputados estaduais e até de coronéis da Polícia Militar.

O momento é de dificuldade, e o Senado, que aprecia a matéria, deveria levar isso em consideração.

11:17 · 26.08.2016 / atualizado às 11:19 · 26.08.2016 por

previdentesNaquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: “O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide a seu encontro!’ Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia, nem a hora”.

04:29 · 25.08.2016 / atualizado às 04:30 · 25.08.2016 por

carnaúbaUma boa notícia para os produtores cearenses de carnaúba:

A usina siderúrgica do Pecém vai passar a utilizar a palha da carnaubeira no seu processo de produção de placas de aço.

Por iniciativa da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) e em parceria com os produtores de carnaúba do município de Morrinhos, a siderúrgica do Pecém passará a usar a palha da carnaubeira como isolante térmico do alto forno da usina.

Até agora, isso era feito com a utilização da casca do arroz, mas esse produto começou a faltar, e para que isso não cause problemas ao funcionamento da usina siderúrgica, a direção da CSP optou pela palha de carnaúba, algo que existe em abundância na região Norte do Ceará.

Produtores de outros municípios, além de Morrinhos, também serão beneficiados por essa parceria construída pela Adece.

04:26 · 25.08.2016 / atualizado às 04:26 · 25.08.2016 por

Hoje, quinta-feira, 25, às 18h30min, o empresário Pio Rodrigues falará no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, a CDL.

Ele é o convidado do programa Diálogos Empresariais, criado pela CDL Jovem e pela Faculdade CDL com o objetivo de conhecer a história de sucesso de grupos empresariais.

Pio contará a história do Grupo C. Rolim, criado pelo seu pai, Clóvis Rolim, e hoje um dos grandes grupos econômicos do Ceará, com atuação aqui e fora do Ceará.

O Grupo C. Rolim, que hoje é presidido por Dona Edir Rolim, atua nas áreas da indústria e do comércio.

04:23 · 25.08.2016 / atualizado às 04:23 · 25.08.2016 por

O Porto do Pecém movimentará, até o fim deste ano de 2016, algo como 7,5 milhões de toneladas de mercadorias, um crescimento de 20% em relação ao ano passado.

Mas no próximo ano de 2017 essa movimentação de mercadorias no Porto do Pecém dobrará, devendo chegar a 15 milhões de toneladas, segundo estima a Cearaportos, empresa que administra aquele terminal.

Uma fonte da Cearaportos disse ao blog que esse incremento será motivado pelas exportações de placas de aço e pela importação de minério de ferro para a usina siderúrgica do Pecém.

A propósito do Porto do Pecém: prosseguem em alta velocidade as obras de construção da segunda ponte de acesso ao porto. Essa construção está sendo feita pelo consórcio formado pelas construtoras Marquise, Ivaí e Queiroz Galvão. A obra estará pronta dentro de um ano.

04:21 · 25.08.2016 / atualizado às 04:21 · 25.08.2016 por

Nesta quinta-feira, 25, a partir das 9 horas, a Caixa Econômica Federal, aqui no Ceará, promoverá mais um leilão virtual, ou seja, pela internet, durante o qual venderá pelo melhor preço 507 lotes de joias.

Essas joias foram penhoradas nas agências da Caixa Econômica e não foram resgatadas pelos seus proprietários.

Agora, a Caixa vai leiloa-las.

O lote mais caro que vai a leilão terá lance mínimo de R$14, 7. Ele é constituído de seis anéis, dois colares e dois pendentes.

O lote mais barato terá lance mínimo de R$ 85.

Quem oferecer mais por cada lote ganhará. E pagará na hora e à vista pelo que arrematar.

Quem quiser ver as jóias que serão leiloadas é só acessar o site caixa.gov.br/vitrinedejoias.

04:18 · 25.08.2016 / atualizado às 04:18 · 25.08.2016 por

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: “Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor! Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. Qual é o empregado fiel e prudente, que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? Feliz o empregado, cujo senhor o encontrar agindo assim, quando voltar. Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. Mas, se o empregado mau pensar: ‘Meu senhor está demorando’, e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera, e na hora que ele não sabe. Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes”.