Busca

Categoria: Cidades


04:32 · 25.07.2017 / atualizado às 04:32 · 25.07.2017 por

Reparem o que já provocou a chegada do Uber aqui em Fortaleza.

(O Uber é um aplicativo desenvolvido para o mercado de táxi que  invadiu o mundo todo).

Pois bem, aqui na praça de Fortaleza uma vaga de táxi custava R$ 150 mil. Por causa do Uber, esse preço baixou para 50 mil reais.

Qual é a causa?

A causa é a seguinte: os “rendeiros”, que são os motoristas que alugavam táxi de quem é dono de várias vagas da Prefeitura, pagando a eles até R$ 700 por semana, aderiram ao Uber, e hoje são donos do seu próprio negócio, do seu próprio trabalho.

O Uber, além de ter melhorado o serviço de transporte individual, quebrou uma reserva de mercado que existia desde quando se inventou o táxi, além de ser um novo nicho do mercado de trabalho.

O sucesso do Uber é tanto, que os próprios taxistas criaram o seu Táxi 99, que é, digamos assim, uma espécie de seu dos táxis.

São as novidades do setor de serviço, é a tecnologia chegando para melhorar a vida das pessoas.

04:39 · 24.07.2017 / atualizado às 04:39 · 24.07.2017 por

Dados obtidos junto ao Departamento Nacional do Trânsito (Denatran) indicam que a cidade de Fortaleza tem hoje uma frota de 1,4 milhão de automóveis circulando por suas ruas e avenidas.

É uma frota maior do que a de Salvador e a de Recife.

E tem mais: de acordo com o mesmo Denatran, Fortaleza tem também uma frota de 281 mil motocicletas, perdendo, porém, para a de Salvador, que é superior a 300 mil motocicletas.

04:26 · 04.07.2017 / atualizado às 04:26 · 04.07.2017 por

Por que o Uber, um serviço de transporte individual operado por meio de aplicativo de telefone celular, está crescendo em todas as cidades brasileiras, inclusive em Fortaleza?

A resposta está embutida nos números que revelam o alto índice de desemprego no País, o Ceará no meio.

Há no Brasil, neste momento, mais de 13 milhões de pessoas desempregas, e uma parte delas está hoje trabalhando como motorista do Uber, com cuja renda garante o sustento de sua família.

O Uber existe nas maiores cidades do mundo, como Nova Iorque, Tóquio, Moscou, São Paulo, Paris e Rio de Janeiro.

Ele veio para ficar. Aqui no Brasil o desemprego tem ajudado o Uber a expandir-se.

A Prefeitura de Fortaleza precisa entender isso e facilitar a presença desse serviço, que melhorou e barateou o transporte individual.

12:23 · 27.04.2017 / atualizado às 12:26 · 27.04.2017 por

A Prefeitura Municipal de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, está abrindo um processo de licitação para a contratação de empresas que executarão os serviços de coleta, transporte e destinação final dos resíduos sólidos em suas áreas urbana, incluindo a famosa praia do Cumbuco.

Trata-se de um dos melhores e maiores contratos da área da limpeza urbana do Ceará, pelo qual brigam – do verbo brigar – as grandes empresas cearenses que atuam na área.

Pois bem: estão surgindo informações segundo as quais uma das empresas que participarão da licitação pertence a alguém ligado por laços familiares ao novo comando da política de Caucaia.

Mas essa desconfiança só será confirmada, ou não, com o passar do tempo.

Por enquanto, o que este blog pode informar é que o Tribunal de Contas dos Municípios, o TCM, está de olho nessa licitação da Prefeitura de Caucaia para impedir que se registre qualquer irregularidade.

04:17 · 26.04.2017 / atualizado às 04:18 · 26.04.2017 por

A Enel, que é a antiga Coelce, empresa que distribui energia elétrica em todo o Ceará, tomou uma decisão importante e que tem a ver com a paisagem urbana de Fortaleza e das demais cidades cearenses:

Ela proibiu, a partir de agora, que novas empresas de telecomunicação, principalmente novas operadoras de telefonia e de tevê por assinatura, usem seus postes para a instalação de qualquer tipo de cabo, seja de fibra ótica ou não.

Essa decisão chega no momento em que o cenário de Fortaleza está ficando feio por causa de tantos cabos esticados entre os postes da Enel, cujos técnicos concluíram que chegou ao limite a capacidade desses postes de sustentar tantos cabos.

Resultado: o que foi feito está feito.

Daqui para a frente, nenhum cabo a mais.

04:42 · 11.04.2017 / atualizado às 07:53 · 11.04.2017 por

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, que acaba de retornar da Índia, onde participou, em Nova Deli, de uma conferência promovida pelos Brics para debater sobre mobilidade urbana, disse ao blog que, ainda neste semestre, tomará parte de um curso promovido pela mais famosa universidade do mundo, a de Harvard, nos Estados Unidos

De acordo com Roberto Cláudio, esse curso tratará da gestão pública.

Aqui do Brasil, só foram convidados para esse curso ele e seu colega de São Paulo, João Doria.

O prefeito de Fortaleza lembrou que, no seminário sobre mobilidade urbana em Nova Deli, ele ouviu assessores do Brics elogiarem a gestão pública do Governo do Ceará.

O Brics é a sigla do organismo que junta Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Segundo Roberto Cláudio, o Brics considera o Ceará um “case”, isto é, um caso especial, o que, na opinião dele, é produto das boas administrações que o Estado vem tendo desde 1987.

13:17 · 07.03.2017 / atualizado às 13:20 · 07.03.2017 por

Uma informação da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Juazeiro do Norte:

“A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio do decreto Nº 303, de 03 de março de 2017, declarou ontem, segunda-feira, 06, situação anormal, caracterizada como Situação de Emergência. Diversas áreas do Município foram afetadas por intensas precipitações pluviométricas. O decreto será por um prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

“O Prefeito Municipal de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, considera, mediante o documento, que as intensas chuvas ocorridas entre os dias 23 do mês de fevereiro e 1º de março de 2017, com uma média de precipitação de 150 mm (cento e cinquenta milímetros), causaram econômicos e sociais, afetando diretamente moradores, e ainda perdas ao patrimônio e ao serviço público, decorrentes da precipitação de chuvas.

“Os locais mais atingidos, conforme levantamento técnico, estão os  bairros São José, Novo Juazeiro, Pio XII, Aeroporto, Timbaúbas, Betolândia, Frei Damião, Antônio Vieira, João Cabral, São Miguel, Tiradentes, Lagoa Seca, Jardim Gonzaga, Vila Nova, São Francisco, Pedrinhas, Carité, Horto e Limoeiro; e os sítios Popó, Leite e Taquari.

“Nas localidades apontadas, se torna urgente a realização de obras, recuperação de vias públicas, implementação de ações assistenciais e de socorro para minimizar os impactos sentidos pela população.

“Também de acordo com a Resolução nº 03, do Conselho Nacional de Defesa Civil – CONDEC, a intensidade deste desastre pode ser dimensionada como Nível II e ainda a Instrução Normativa nº 02 de 20/12/2016, do Ministério da Integração Nacional, que estabelece procedimentos e critérios para a decretação de situação de emergência ou estado de calamidade pública pelos Municípios.

“Como critérios agravantes da situação de anormalidade, está a perspectiva de continuidade de chuvas, com o consequente agravamento do quadro retratado, a possibilidade da ocorrência de surtos das doenças de veiculação hídrica, o baixo senso de percepção de risco das comunidades locais, agravando a qualidade de vida da população e gerando clima de tensão social.
A Diretoria de Defesa Civil do Município de Juazeiro do Norte, diante da situação de emergência, está mobilizada, em parceria com as Secretarias Municipais de Infraestrutura, de Saúde, de Desenvolvimento Social e do Trabalho, da Cidade e da Segurança Pública e Cidadania, com a imediata execução de plano emergencial de resposta aos desastres e socorro à população”.

 

04:25 · 06.03.2017 / atualizado às 04:27 · 06.03.2017 por

Está havendo uma invasão de terrenos localizados à margem da nova estrada da Sabiaguaba.

Essa invasão é comandada, organizada e liderada por profissionais desse tipo de ação.

A Polícia sabe disso. A Casa Militar e a Secretaria de Desenvolvimento Social do Governo do Estado também sabem.

No último sábado, 4, um observador deste blog constatou, no local, que essa invasão está reproduzindo o que se registrou em invasões anteriores, ou seja, o surgimento de um bom negócio imobiliário.

Negócio? – é a pergunta natural.

E a resposta natural é a seguinte: na sexta-feira passada, dia 3, nas proximidades do Hotel Porto da Aldeia, na frente de um casebre construído depois da invasão, havia uma placa de vende-se.

Tudo está acontecendo à revelia das autoridades.

04:28 · 22.02.2017 / atualizado às 04:28 · 22.02.2017 por

Leitores deste blog, residentes em Senador Pompeu, mandam mensagem, lamentando que a superintendência do Banco do Brasil no Ceará ainda não tenha reaberto a sua agência naquela cidade do sertão central cearense.

Essa agência do Banco do Brasil em Senador Pompeu foi assaltada em agosto do ano passado, ou seja, 7 meses atrás.

Os bandidos que a assaltaram durante uma madrugada explodiram o prédio da agência e também seus caixas eletrônicos, roubando o dinheiro e fugindo em seguida.

Na mesma época, a agência da Caixa Econômica de Senador Pompeu também foi assaltada, mas reaberta algumas semanas depois.

Os que escreveram perguntam por que a agência do Banco do Brasil permanece fechada, com prejuízos para o comércio, a indústria e a população locais e dos municípios vizinhos.

11:46 · 19.01.2017 / atualizado às 11:49 · 19.01.2017 por

centroPara quem ama a cidade de Fortaleza e seu centro comercial:

O engenheiro Adahil Fontenele, que foi secretário de Infraestrutura do Governo do Estado e é hoje secretário regional da Prefeitura de Fortaleza,m a que trata do centro da cidade, aceitou convite da Associação dos Lojistas do Centro.

Adahil comparecerá à próxima reunião da Facic, na segunda-feira, dia 23, quando falará para os lojistas do centro a respeito da – desculpem a expressão – esculhambação reinante naquela área.

Os ambulantes, também conhecidos como camelôs, tomaram conta das ruas e praças do centro de Fortaleza e, sem pagar qualquer imposto, estão atrapalhando o comércio formal, o que paga imposto e gera emprego, sem que, até agora, o poder público tenha adotado uma providência.