Busca

Categoria: Copa do MUndo 2014


05:08 · 17.07.2014 / atualizado às 05:08 · 17.07.2014 por

Para quem gosta de estatística:

Nos sete jogos da Copa do Mundo no estádio Maracanã, foram transmitidas – via telefone móvel – 10,5 milhões de fotos com tamanho médio de 0,55 MB.

Só no jogo final Alemanha x Argentina, foram 2,6 milhões de fotos.

Na Arena Castelão, em Fortaleza, nos seis jogos nele realizados, foram transmitidas 3 milhões de fotos e foram feitas 693 ligações por telefones celulares.

04:44 · 16.07.2014 / atualizado às 04:44 · 16.07.2014 por

De um empresário cearense de médio porte, ontem, 16, na hora do almoço, depois de ler tudo sobre o que a mídia nacional e mundial falou sobre a Copa:

“A presidente Dilma Roussef tem razão. O Brasil fez mesmo a Copa das Copas”.

04:32 · 16.07.2014 / atualizado às 11:00 · 16.07.2014 por

Do jornalista Santiago Solari, repórter do “El País”, maior jornal espanhol, escrevendo ontem, terça-feira, 15, sobre a Copa:

“Não vou negar que ver os 64 jogos desde o Rio de Janeiro ajudou-me a dizer que este Mundial me pareceu o melhor de todos”.

É o Brasil colhendo vitórias.

06:04 · 13.07.2014 / atualizado às 06:04 · 13.07.2014 por

Foi bem avaliado pelos usuários o estádio Castelão, que ganhou, junto com as arenas de Manaus e Natal, a nota maior – 4,3.

Surge, agora, porém, aquela indagação:

Daqui para a frente, sem Copa, como se manterá o Castelão?

Só com a renda dos jogos de futebol, a manutenção do Castelão será inviável.

 

05:03 · 10.07.2014 / atualizado às 05:03 · 10.07.2014 por

Como aconteceu logo após as Copas do Mundo de 2006 e 2010, deputados e senadores pedirão a abertura de CPI para apurar irregularidades na CBF e causas da derrota da Seleção de 2014.

E tudo vai terminar em pizza.

04:48 · 10.07.2014 / atualizado às 04:48 · 10.07.2014 por

No futebol, uma equipe campeã é produto da genialidade individual ou de um planejamento de médio e longo prazos em favor do esforço coletivo.

No primeiro caso, um, dois ou três talentos geniais sempre fazem a diferença (vide Pelé na Copa de 58, Garrincha na de 62, Romário na de 1994 e Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo na de 2002).

No jogo do Brasil com a Alemanha, terça-feira, 8, a genialidade brasileira pôs-se à margem por motivos de saúde.

Aí aflorou o esforço coletivo do adversário – mais forte, mais rápido, mais técnico e mais tático.

Está na hora de o Brasil importar especialistas estrangeiros que ensinem a tática e a técnica do futebol coletivo.

05:16 · 09.07.2014 / atualizado às 05:16 · 09.07.2014 por

Para um time que desejava alcançar o hexa campeonato mundial de futebol, ser derrotado por 7 x 1 pela Alemanha – da maneira como isso aconteceu – foi humilhante. Dentro de casa, diante de sua torcida e jogando absolutamente nada.

A Alemanha e seu futebol organizado, tático e técnico, com exuberância física, revelaram as fragilidades brasileiras no futebol. Conclusão: o Brasil precisa de renovar-se dentro e fora do campo. Precisa de importar técnicos europeus, pois os nacionais estão ultrapassados.

Na área da gestão, é necessário trocar as peças velhas – e corruptas – por novas, inteligentes e honestas. E não falta gente assim. Bem, agora, para salvar a pátria, a seleção brasileira precisa conquistar o terceiro lugar, derrotando no sábado, 12, o vencedor do jogo desta quarta-feira – Argentina ou Holanda.

05:05 · 09.07.2014 / atualizado às 05:05 · 09.07.2014 por

Ray Whelan, diretor da Match, empresa contratada pela Fifa para gerenciar a logística de hospedagem e de distribuição de ingressos da Copa do Mundo no Brasil – e preso segunda-feira, 7, no Copacabana Palace, onde estava hospedado junto com a alta cúpula da Fifa – esteve em Fortaleza.

Foi visto em um hotel padrão cinco estrelas na Beira Mar e jantando em um restaurante de mesma categoria.

Se a Polícia apertar – e o fará, evidentemente – este caso invadirá os gabinetes da Fifa, em Zurique.

04:51 · 09.07.2014 / atualizado às 04:51 · 09.07.2014 por

Para o Sebrae do Ceará, a Copa do Mundo deixou bom legado para centenas de micro e pequenas empresas:

Uum lucro apreciável e uma experiência de contato com clientes estrangeiros.

Será divulgado nos próximos dias um balanço da performance dos micro e pequenos negócios na Copa.

05:02 · 08.07.2014 / atualizado às 05:02 · 08.07.2014 por

Laura Chinchilla, ex-presidente da Costa Rica, que em Salvador viu sua Seleção jogar, perdeu seu computador na Arena Fonte Nova.

Mas o torcedor carioca Wallace Fill encontrou-o e o devolveu.

Ao retornar ao seu País, a ex-presidente costariquenha foi pródiga em elogios à beleza do Brasil e à hospitalidade e honestidade de seu povo.