Busca

Categoria: Esporte


04:04 · 11.07.2017 / atualizado às 04:04 · 11.07.2017 por

O secretário de Planejamento e Gestão do Governo do Ceará, engenheiro Maia Júnior, disse ao blog que uma equipe de sua secretaria e outra da Secretaria de Esportes já estão analisando os termos da proposta que o Clube Unesco Brasil apresentou para assumir a gestão do Centro de Formação Olímpica que foi construído pelo governo cearense bem em frente ao estádio Castelão, em Fortaleza.

O Clube Unesco Brasil é o braço esportivo brasileiro da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

A grande vantagem da proposta da Unesco é que ela não gera qualquer custo para o governo do Ceará.

Maia Júnior informou que, quando a análise estiver pronta, a proposta da Unesco será levada à decisão do governador Camilo Santana.

O Centro de Formação Olímpica do Ceará é o maior e mais moderno do País.

A Unesco quer utiliza-lo não só como um Centro de Formação de atletas com vocação para o esporte olímpico, mas também como um polo de educação esportiva para a juventude pobre do Ceará e estados vizinhos.

04:25 · 30.06.2017 / atualizado às 04:25 · 30.06.2017 por

O secretário de Planejamento e Gestão do Governo do Estado, engenheiro Maia Júnior, afirma que que a proposta apresentada pela Unesco – por meio de seu Clube Unesco Brasil – para assumir a gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO), será examinada com a pressa e o cuidado que a questão requer.

Maia Júnior explica que a proposta da Unesco é muito viável, pois, além de ter custo zero para o Estado, mobilizará empresas nacionais e estrangeiras para investirem no CFO recursos oriundos dos incentivos fiscais da Lei do Esporte.

A Unesco é um selo de qualidade que todas as instituições públicas e privadas gostariam de exibir, acentua Maia Júnior.

A intenção da Unesco é fazer do CFO não só um Centro de Formação Olímpica, mas também um polo de educação esportiva da juventude mais pobre do Ceará e de outros estados do Nordeste.

A proposta da Unesco será examinada pela Secretaria de Esportes, que terá a assessoria da Secretaria de Planejamento e Gestão.

As duas emitirão um parecer que será submetido à decisão do governador Camilo Santana.

06:32 · 29.06.2017 / atualizado às 08:18 · 29.06.2017 por
Proposta será analisada pela Secretaria do Esporte que, assessorada pela Seplag Foto: Cid Barbosa

O secretário de Planejamento e Gestão do Governo do Estado, engenheiro Maia Júnior, revela ao blog que recebeu quarta-feira, 28, do Clube Unesco do Brasil – braço esportivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – uma proposta “de custo zero” para a gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO), equipamento de Primeiro Mundo construído bem em frente à arena Castelão, em Fortaleza.

A proposta lhe foi entregue, oficialmente, por uma advogada e dois executivos do Clube Unesco Brasil. Agora, ela será analisada pela Secretaria do Esporte que, assessorada pela Seplag, emitirá um parecer a ser encaminhado à apreciação do governador Camilo Santana.

Segundo o secretário Maia Júnior, a Unesco – para assumir a gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará – mobilizará empresas nacionais e estrangeiras que, utilizando-se da Lei do Esporte, se associarão ao projeto por meio do investimento de recursos oriundos de deduções do Imposto de Renda.

O Clube Unesco Brasil quer fazer do CFO não apenas um polo de treinamento de atletas com vocação para o esporte olímpico, mas também um centro de atividades esportivas para crianças e adolescentes de famílias pobres. O Governo do Estado entende que essa proposta atende às finalidades do CFO, razão pela qual há grande possibilidade de as duas partes formalizarem uma parceria.

04:04 · 27.06.2017 / atualizado às 04:04 · 27.06.2017 por

Amanhã, quarta-feira, 28, o secretário de Infraestrutura do Governo do Ceará, Maia Júnior, receberá em seu gabinete o representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – Unesco.

Os dois tratarão da proposta que a Unesco apresentou ao governo cearense para a gestão – a custo zero, como este blog revelou em primeira mão na segunda-feira, 26, do Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO).

Estava previsto para hoje, em Paris, onde a Unesco tem sede, um encontro do seu presidente com o governador Camilo Santana, os quais tratariam do mesmo assunto. Mas, por problema de agenda, a reunião não poderá ser realizada.

A proposta da Unesco, em poder do governo estadual, ainda não foi detalhada, mas já se sabe que ela permite a participação de grandes empresas privadas mundiais, como a francesa Lagardere, que hoje tem a gestão do estádio Castelão, em Fortaleza, em frente ao qual foi implantado o Centro de Formação Olímpica, equipamento destinado ao treinamento de atletas vocacionados para os esportes olímpicos.

Esse CFO é considerado um dos mais modernos do mundo, mas, por enquanto, por falta de recursos financeiros e de uma gestão adequada, está sem utilização.

 

06:40 · 26.06.2017 / atualizado às 06:43 · 26.06.2017 por

Está de posse do Governo do Estado uma proposta da Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – para a gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO), equipamento construído ao lado do estádio Castelão, em Fortaleza e destinado ao treinamento de atletas brasileiros com vocação para o esporte olímpico.

Uma fonte ligada ao Palácio da Abolição disse ao blog que a proposta da Unesco contém as palavras mágicas que encantaram o Governo cearense: custo zero para o Estado.

Desconhecem-se, até agora, os detalhes da proposta, que será melhor analisada quando o governador Camilo Santana retornar da Europa na próxima quarta-feira, 28, à noite.

Camilo está nesta segunda-feira na cidade de Frankfurt, em cujo gigantesco aeroporto tem reuniões com a alta cúpula da Fraport, a empresa alemã que ganhou o leilão de concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Amanhã, Camilo Santana estará em Paris, onde tem agendadas reuniões com o Instituto Pasteur e com diretores da Air France-KLM, que é sócia da brasileira Gol Linhas Aéreas. O tema desta reunião será a instalação de um hub no aeroporto de Fortaleza.

10:10 · 14.06.2017 / atualizado às 10:10 · 14.06.2017 por

Uma informação curta que procede do futebol mundial e que aborda a sonegação de impostos pelos profissionais da bola.

Primeiro foi o argentino Lionel Messi, que teve de pagar 4 milhões e meio de euros ao fisco da Espanha por sonegação tributária.

Depois, foi o brasileiro Neymar, também do Barcelona de Messi. Neymar está sendo processado pelas autoridades fazendárias espanholas porque também sonegou imposto, crime que pode dar-lhe condenação à prisão.

Agora, surge a denúncia de que o português Cristiano Ronaldo, do Real Madri, foi acusado pelo fisco da Espanha, que quer receber dele 14,7 milhões de euros de impostos sonegados.

Resumo da ópera: jogador de futebol mundialmente famoso é muito parecido com os políticos brasileiros da Lava Jato.

09:48 · 16.02.2017 / atualizado às 09:50 · 16.02.2017 por

O Senado Federal aprovou a Proposta de Emenda Constitucional que legaliza a prática da vaquejada, um esporte típico da região nordestina.

Mas impôs uma condição: a de que sejam protegidos os animais nele utilizados.

A vaquejada é um esporte que, no Nordeste, mobiliza uma grande cadeira produtiva que gera dezenas de milhares de empregos.

Pois bem: para o Senado, a vaquejada é mesmo uma manifestação cultural que deve ser respeitada.

Agora cabem duas perguntas: qual a parte do boi usado na vaquejada deve ser protegida – será o rabo?

A segunda pergunta é esta: não seria melhor instalar, obrigatoriamente, um piso acolchoado no espaço onde o boi é derrubado?

Para a Sociedade Protetora dos Animais, a vaquejada deve ser proibida porque machuca o boi.

Como se vê, mesmo com a aprovação dessa PEC pelo Senado, a vaquejada continuará sendo objeto de debate.

04:26 · 02.01.2017 / atualizado às 04:28 · 02.01.2017 por

Camp NouVocê sabia?

As atividades do Futebol Clube Barcelona, no qual jogam juntos o argentino Messi, o brasileiro Neymar e o uruguaio Luis Suárez, representam, dentro e fora do campo, 1,5% do PIB da cidade de Barcelona, capital da região da Catalunha, no Nordeste da Espanha?

Pois é. Em torno do Barcelona de Messi são mantidos 23 mil empregos diretos e indiretos, que vão desde os próprios jogadores do time, com milionários salários, até os empregados de todas as micro, pequenas e grandes empresas da cadeia produtiva que opera em torno do clube, incluindo os bares e restaurantes existentes ao redor do estádio Camp Nou, onde o time manda seus jogos.

Esse estádio, que hoje comporta 98 mil pessoas, será ampliado para 105 mil na reforma que o modernizará e que será iniciada neste ano.

Quando ficar pronta (foto), a reforma dará ao estádio mais restaurantes, mais bares e mais lojas, que funcionarão durante as 24 horas do dia.

04:55 · 21.10.2016 / atualizado às 04:56 · 21.10.2016 por

VaquejadaNa próxima terça-feira, dia 25, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, milhares de vaqueiros de todos os estados do Nordeste farão uma gigantesca manifestação a favor do que estão chamando de Vaquejada Legal.

A arregimentação dos vaqueiros nordestinos está sendo feita pela Associação Brasileiros de Cavalos Quarto de Milha, exatamente os que são mais utilizados nas vaquejadas.

A manifestação será feita como sinal de pressão junto ao Congresso Nacional para que aprove logo um projeto-de-lei considerando a vaquejada um evento esportivo e cultural.

Há uma semana, a Justiça proibiu a realização de vaquejadas, sob o argumento de que a prática não é esportiva nem cultural, mas uma agressão aos animais.

Algumas centenas de vaqueiros do Ceará, mobilizados pelo capítulo cearense da Associação Brasileira de Cavalos Quarto de Milha engrossarão a manifestação de Brasília, que terminará com a Missa do Vaqueiro, a ser celebrada em plena Praça dos 3 Poderes.

06:28 · 11.09.2016 / atualizado às 06:30 · 11.09.2016 por

DanielE a Paralimíada Rio-2016 bateu o recorde de público.

Sábado, 10, no Parque Olímpico, no Rio, 170 mil pessoas compraram ingressos e lotaram as arenas dos jogos.

O estádio Engenhão, onde sao disputadas as provas do atletismo, ficou lotado.

E no Complexo de Deodoro, onde são disputados os jogos de futebol de 7 e de 5, os estádios também lotaram.

Com um detalhe: as famílias – pai, mãe e seus filhos – compareceram em grande número.

O ingresso é barato, mas o que tem levado gente à Paraolimpíada é o exemplo de superação que os atletas – alguns mutilados de guerra, outros vítimas de desastres automobilísticos – transmitem ao público.

O brasileiro Daniel Dias, campeoníssimo das piscinas, é um dos símbolos da eficiência que encanta e emociona.

Hoje, domingo, tem mais nas quadras, na pista, nos campos e dentro d’água.