Busca

Categoria: Geral


04:35 · 28.06.2017 / atualizado às 04:35 · 28.06.2017 por

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) parece ter chegado à conclusão de que gerar hidreletricidade nestes tempos de poucas chuvas e baixa vazão, é remar contra a natureza.

Por esta razão, a gestão da Chesf começa a entender, finalmente, que o melhor a fazer hoje é reduzir o uso da água para gerar energia elétrica e, em vez disso, investir na geração de energias renováveis, como sugerem os ecologistas do mundo inteiro.

Mas, por que essa mudança? É que os custos das energias renováveis, como a solar e a eólica, caíram muito nos últimos anos, e já estão hoje muito próximos dos custos das hidrelétricas.

E as energias renováveis ainda têm uma grande  vantagem, pois são ambientalmente limpas.

Assim, a Chesf tomará o caminho correto, se vier a priorizar o investimento na geração de energia solar e eólica, permitindo que a água de suas barragens seja usada para o abastecimento humano e a dessedentação animal e para a irrigação dos campos de produção de alimentos no Nordeste.

Por causa da tecnologia, a irrigação consome hoje muito menos água,e esta é a boa notícia.

04:22 · 20.06.2017 / atualizado às 04:22 · 20.06.2017 por

Até que ponto a Superintendência Estadual do Meio Ambiente, a Semace, e o Corpo de Bombeiros trabalham para evitar ou enfrentar um incêndio florestal como o que aconteceu na madrugada de domingo em Portugal?

Diante da tragédia que ainda faz chorar o povo português, cresce, aqui no Ceará, a preocupação com as regiões de serra do Estado, como a de Baturité, onde ainda sobrevive uma parte importante da mata atlântica brasileira.

Em épocas de estiagem, a vegetação da serra de Baturité – e também a das serras do Araripe, da Ibiapaba, de Maranguape e de Pacatuba – costumam ser alvo de incêndios causados não só pela combustão espontânea, mas também por ação criminosa.

O gigantesco incêndio florestal de Portugal é um aviso que a Europa manda para o Brasil e para o Ceará, também.

04:17 · 13.06.2017 / atualizado às 04:17 · 13.06.2017 por

Falemos sobre o Uber, o serviço de transporte que acabou com o monopólio quase secular do táxi nas cidades de todo o mundo.

O Uber é só um aplicativo que, usado via internet por meio de um telefone celular, permite ir aonde quiser, em um automóvel de boa qualidade, dirigido por um motorista cujo nome e cuja fotografia aparecem na tela do telefone, juntamente com o modelo e a placa do veículo.

Tudo isso com outra vantagem: o preço, que é bem mais barato do que a de um táxi comum.

Como se vê, há uma clara virtude pecuniária no serviço do Uber.

Mas ele tem defeitos. Por exemplo: a maioria dos motoristas do Uber não conhece a cidade,pelo menos aqui em Fortaleza. O passageiro tem de ensinar-lhe o caminho.

Outro defeito é a falta de emissão do recibo do valor da corrida. O recibo só é enviado por e-mail, o que dificulta a prestação de conta de quem precisa ser ressarcido pela despesa.

Mas não há dúvida de que o Uber melhorou o serviço de transporte individual, e ele veio para ficar não só em Fortaleza, mas em todas as cidades do mundo onde já funciona.

04:49 · 12.06.2017 / atualizado às 04:49 · 12.06.2017 por

A Funcene foi convidada pela superintendência da Sudene para integrar o Grupo de Trabalho que tratará da nova delimitação da região semiárida nordestina.

Haverá a inclusão de novos municípios, o que quer dizer que a área do semiárido será expandida.

Aqui no Ceará, pelo menos 20 novos municípios deverão ser incluídos no semiárido.

O blog desconfia de que, daqui a pouco, até os municípios do litoral nordestino acabarão entrando também no semiárido.

04:22 · 31.05.2017 / atualizado às 04:22 · 31.05.2017 por

Empresas especializadas na perfuração de poços estão reclamando do Governo do Estado, que suspendeu o pagamento dos serviços que elas prestam à Cogerh.

Essas empresas já perfuraram centenas de poços no interior do Estado, mas o governo só lhes pagou uma parte do que é devido.

Uma fonte das empresas credoras mandou ao blog um e-mail, informando que, diante dessa inadimplência governamental, só terão uma saída: suspender os trabalhos.

07:12 · 12.05.2017 / atualizado às 15:49 · 12.05.2017 por

Este blog recebeu a seguinte nota, transmitida pelo Sindicato dos Servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Sindagri), a propósito de notícia aqui publicada na manhã desta sexta-feira, 12:

Vimos, através deste, falar que o comentário enviado ao seu blog não partiu do SINDAGRI e nem da Associação e não condiz com a VERDADE. Nós sempre buscamos mostrar para a sociedade os abusos cometidos pelo ex-presidente Augusto Junior, e sempre nos identificamos, e você sempre nos atendeu prontamente. Pois bem, desta vez, seu blog, usando provavelmente apoiadores do Domingos Filho, que desde o rompimento deste com o Governador Camilo Santana perdeu todos os cargos que tinha de indicação na ADAGRI, inclusive o do Presidente.
Bem estamos aqui para dizer que já estivemos em reunião três vezes com o atual presidente da ADAGRI, Anderson Mota, este nos recebeu muito bem, ouviu as reivindicações da categoria, e em nenhum momento se comportou com arbitrariedade, autoritarismo e sim muito atencioso e aberto ao diálogo.
Nossa categoria já deflagrou nova greve novamente com inicio para o dia 22.05.2017, mas não tem nada a ver com a atual gestão e sim pela quebra de negociação com o GOVERNO que não cumpriu  estes três pontos:
1. Implantação de todas as ascensões atrasadas até fevereiro de 2017;
2. Implantação da gratificação de Insalubridade;
3. Reunião em fevereiro de 2017 para negociação da tabela de vencimentos das categorias de Fiscais e Agentes Estaduais Agropecuários. 
Estamos sempre a disposição para defender os direitos dos trabalhadores da ADAGRI, e não compactuamos com essas richas políticas.
Atenciosamente,
Patrícia Facó
PRESIDENTE do SINDAGRI
Fiscal Estadual Agropecuário
05:07 · 12.05.2017 / atualizado às 05:07 · 12.05.2017 por

Funcionários da Agência de Defesa da Agropecuária do Ceará (Adagri) mandaram ao blog novas mensagens, nas quais revelam o que chamam de cenário desolador do órgão.

Eles revelam, entre outras coisas, que não há, na Adagri, papel A-4 para a impressão dos procedimentos; que há, hoje, o que eles chamam uma “farra de diárias”, que são pagas somente aos “apadrinhados políticos”.

Também dizem que a atual campanha de vacinação contra a febre aftosa corre o risco de insucesso, porque a maioria dos postos da Adagri no interior enfrenta a falta de fiscais e de recursos para o pagamento do combustível dos veículos usados na fiscalização.

E, por fim, anunciam que os servidores da Adagri do Ceará poderão entrar em greve, “se continuar a atual situação”.

09:09 · 11.05.2017 / atualizado às 09:10 · 11.05.2017 por

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) abriu um posto em três shopping centers de Fortaleza – o RioMar, o Benfica e o Del Paseo.

Este blogueiro foi ao do RioMar Fortaleza com a intenção de fazer seu cadastro para o registro biométrico, uma nova exigência da Justiça Eleitoral.

Mas ficou frustrado, porque o espaço do posto do TRE é pequeno, cabe poucas pessoas dentro dele, o serviço de registro é muito lento e os idosos, que chegam a ser 80% do público que procura oserviço, sofrem com essa demora.

Pelo menos era esta a situação que o blogueiro encontrou lá na quarta-feira, 10, um dia depois da inauguração do posto.

Mas a iniciativa do TRE é excelente, pois descentraliza o serviço que era feito somente na avenida Pessoa Anta.

A sugestão que o blog pode dar ao TRE é no sentido de conseguir do RioMar um espaço maior para esse serviço de registro biométrico dos eleitores.

15:21 · 06.04.2017 / atualizado às 15:23 · 06.04.2017 por
Boa notícia vem da Cagece:
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) oferece a partir desta quinta-feira, 6, oportunidade de negociação, com condições especiais, para clientes que possuem débitos vencidos com a companhia até 30 de setembro de 2016. Por meio da campanha “Sua entrada, seu desconto”, a Cagece oferece parcelamento para os valores vencidos, com desconto proporcional ao valor de entrada.
 
Por exemplo, pelos termos da campanha, o cliente com débitos que optar por uma entrada de R$ 200 durante a negociação, receberá outros R$ 200 de desconto, totalizando R$ 400 da dívida paga. O valor restante pode ser parcelado em até 10 vezes sem juros, ou em 36 vezes com juros de 1,8% ao mês. Nas duas situações a entrada mínima deverá ser 10% do valor total do débito.
 
O objetivo da campanha é proporcionar aos clientes a possibilidade de ficar em dia com a Cagece, aproveitando, inclusive, o momento de incremento no orçamento doméstico para aqueles que receberam saldo das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).
 
Os clientes que estão com alguma restrição de crédito ou com a ligação de água cortada por conta destes débitos, poderão regularizar suas situações com a efetivação da negociação.
 
Para aderir à campanha o cliente deve se dirigir até uma loja ou unidade de atendimento da companhia portando RG e CPF (no caso de pessoa física). Para pessoa jurídica, é necessário apresentar, além dos documentos pessoais, documentação da empresa.
14:17 · 31.03.2017 / atualizado às 14:17 · 31.03.2017 por

Fechada a agenda do presidente da CNI, Robson Andrade, que virá a Fortaleza no próximo dia 1 de junho. Entre as atividades programadas pelo presidente da FIEC, Beto Studart, para o presidente da CNI, consta um sobrevoo no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Nesse dia, Robson Andrade jantará área da ZPE na Fazenda Chica Doce, onde conhecerá Haras e o plantel de Studart. O presidente da CNI também será homenageado pela Stone Fair, feira realizada pelo Simagran, com apoio do Sistema FIEC.