Busca

Categoria: Geral


04:55 · 06.09.2017 / atualizado às 04:55 · 06.09.2017 por

Encerra-se nesta quarta-feira, 6, na Fábrica de Negócios do Hotel Praia Centro, em Fortaleza, o Fala Nordeste –  Congresso de Radiodifusão Norte-Nordeste, promovido pela Associação Cearense das Emissoras de Rádio e Televisão do Ceará (Acert).

Na tarde de hoje, farão palestra o economista cearense Mansueto Almeida, secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, e Geraldo Luciano Matos Júnior, vice-presidente de Investimentos do Grupo M. Dias Branco.

O primeiro apresentará o cenário atual da economia brasileira, fazendo prognóstico pata o futuro próximo.

O segundo abordará a gestão empresarial transparente.

O evento, que foi instalado segunda-feira, 4, reune centenas de profissionais do rádio e da tevê, que, ao longo destes três dias, ouviram palestras sobre os mais diferentes temas, incluindo os ligados ao fim das transmissões analógicas de tevê e a consequente implantação do ciclo do sinal digital, até sobre a crise política e econômica que castiga o Brasil.

A presidente da Acert, Luciana Dummar, disse ao blog que o Fala Nordeste alcançou todos os seus objetivos.

05:25 · 01.09.2017 / atualizado às 05:25 · 01.09.2017 por

Todos nos lembramos aqui do projeto de instalação de um centro de manutenção da TAM Aviação Executiva na cidade de Aracati, no litoral Leste do Ceará.

Uma promessa que faz mais de três anos.

O Governo do Ceará, para viabilizar a instalação desse centro, construiu um grande galpão na área interna do Aeroporto Regional de Aracati.

Diretores da TAM vieram e anunciaram que iriam treinar e contratar mão de obra daquela cidade.

Aí o Senai-CE promoveu, lá em Aracati, cursos de mecânica de aviação para a juventude local. Pois bem: tanto tempo se passou e o que acontece neste momento?

Resposta: a TAM está investindo no seu centro de manutenção de Belo Horizonte, que acaba de ganhar licença da Anac para prestar assistência mecânica aos aviões executivos de modelo King Air.

Isto quer dizer o seguinte: quem, aqui no Ceará, tem avião King Air, terá de ir a Belo Horizonte para fazer a sua manutenção

05:19 · 01.09.2017 / atualizado às 05:19 · 01.09.2017 por

Os antigos edifícios de apartamento, construídos aqui em Fortaleza, incluindo os dos anos 80, não dispõem de medidores individuais de água.

Isto quer dizer que há uma injusta repartição da conta mensal de água do condomínio.

Quem consome pouco paga o mesmo valor de quem consome muito, exatamente porque falta o medidor individual.

Pois bem: os condomínios de dezenas desses velhos edifícios residenciais de Fortaleza estão hoje investindo quota extra só para custear a despesa de reforma do prédio para a instalação de medidores individuais, isto é, para cada apartramento.

Não é coisa barata: dependendo do prédio, esse investimento sai por até R$ 6 mil por apartamento.

Nesta época de crise, é uma despesa que abala o orçamento doméstico.

04:47 · 22.08.2017 / atualizado às 04:47 · 22.08.2017 por

No fim do século passado, aqui no Brasil, bebia-se muito mais refrigerantes do que água mineral.

Pois bem: hoje, o consumo per capita anual de água mineral do brasileiro está em torno de 100 litros.

Uma pesquisa feita pela consultoria norte-americana BMC, apurou que o consumo de água hoje no Brasil é 30% maior do que o de refrigerantes.

O superintendente da Água Indaiá, Antônio Vidal, explica que a água agrega valor, e é por isto mesmo que ela agora é mais consumida do que os refrigerantes.

04:22 · 16.08.2017 / atualizado às 04:22 · 16.08.2017 por

Uma boa notícia que chega da Associação Cearense de Registradores de Pessoas Naturais.

Ela revela que foi lançado o Programa de Modernização e Valorização do Registro Civil no Ceará, que passa a contar com um sofisticado programa de computador para essa modernização.

O programa chama-se Cartsoft e por meio dele serão automatizadas todas as rotinas e todos os processos da rede cartorial cearense do registro civil.

Esse programa de computador, que na linguagem técnica é software, foi criado em Minas Gerais e já vem sendo implantado nos cartórios civis de vários estados brasileiros.

Essa providência chega em boa hora não só para modernizar o registro civil, mas também para facilitar a vida das pessoas.

04:27 · 14.08.2017 / atualizado às 04:27 · 14.08.2017 por

Uma informação curta, mas interessante para o setor da construção civil.

Pesquisa feita pelo INSS apurou que o índice de acidentes do trabalho foi reduzido em 38% em todo o Brasil.

A notícia espalhou-se rapidamente por todos os Sindicatos da Indústria da Construção Civil.

O Sinduscon do Ceará, por exemplo, está celebrando os resultados dessa pesquisa.

O seu presidente, empresário e engenheiro André Montenegro, disse ao blog que a principal causa dessa grande redução dos acidentes do trabalho é o correto e obrigatório uso do equipamento de proteção individual – o E.P.I.

Outra causa, salientou ele, é a conscientização do trabalhador, que já descobriu que quanto mais equipado ele estiver, mais seguro estará.

É verdade.

11:05 · 20.07.2017 / atualizado às 11:08 · 20.07.2017 por

O presidente do Sindicato da Indústria de Reciclagem de Resíduos Sólidos do Ceará, o Sindiverde, Marcos Albuquerque, reuniu-se terça-feira com o coordenador técnico do escritório cearense da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Paulo Resende.

Marcos Albuquerque saiu da reunião muito satisfeito, porque Paulo Resende lhe assegurou que a Finep está disposta a financiar parte do projeto de instalação de um Polo Tecnológico que o Sindiverde pretende implantar na geografia do vizinho município de Caucaia.

O investimento previsto é de R$ 32 milhões.

Novas reuniões do Sindiverde com a Finep serão realizadas nos próximos dias. Nesta fase inicial de suas operações, a Finep, que é vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia, todo apoio físico da Federação das Indústrias, a Fiec.

10:56 · 20.07.2017 / atualizado às 10:56 · 20.07.2017 por

Contra a reforma trabalhista, que foi recentemente aprovada pelo Congresso Nacional e promulgada pelo presidente Michel Temer, levantaram-se – e se mantêm erguidas – muitas vozes, principalmente as dos líderes sindicalistas, tanto os do lado dos trabalhadores quanto os do lado dos patrões.

O Brasil tem, inacreditavelmente, 17 mil sindicatos, além das confederações e federações e centrais sindicais.

Tudo isso sustentado pelo imposto sindical, que foi extinto, mas pode ser ressuscitado com outro nome.

Isso permitiu a criação de entidades sindicais pelegas dos dois lados.

Eis algumas provas do lado patronal: o presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, Eduardo Gouveia Vieira, é um pelego patronal.

Ele está na presidência da Firjan desde 1995.

É como se a Firjan lhe pertencesse, e parece que é isso mesmo.

O presidente da Federação das Indústrias da Paraíba, Francisco Gadelha, está no cargo há mais de 20 anos, também.

E no Maranhão, uma mesma família domina a sua Federação das Indústrias há 30 anos.

04:08 · 10.07.2017 / atualizado às 04:09 · 10.07.2017 por

O secretário estadual da Fazenda, economista Mauro Benevides Filho, está celebrando um acontecimento importante:

O Governo do Ceará já pagou os vencimentos do mês de junho e também a primeira parcela do 13° salário ao conjunto dos seus servidores ativos, aposentados e pensionistas. Só esses dois eventos significaram uma injeção de R$ 1,2 bilhão na economia cearense.

Foi o único no Brasil a tomar essa providência o que revela o equilíbrio das contas públicas do Ceará.

De acordo com o secretário Mauro Filho, o Governo do Ceará também é o único no Brasil que, desde 1987, distribui entre os seus funcionários ativos, aposentados e pensionistas um calendário de pagamento, o que lhes permite executar seu planejamento financeiro, como, por exemplo, comprar a prazo no comércio.

Parodiando Michel Temer: “Deve manter isso, viu?”

03:55 · 07.07.2017 / atualizado às 03:55 · 07.07.2017 por

Este blog conversou com um cearense consultor de empresas, com expertise em ética empresarial.

Eis, resumidamente, o que ele disse.

“O Brasil está atravessando duas crises – uma na área da política, outra na da economia. Mas há uma terceira crise, que é também grave e crescente: a crise na ética.

“O empresário dono ou o executivo de uma empresa, seja ela grande ou pequena, deve esquecer a crise na política e na economia para focar sua atenção na crise da ética.

“Por exemplo: será que o empresário ele sabe o que se passa na gerência de compras de sua empresa?

“Será que ele sabe o que está acontecendo na gerência de transporte de sua companhia?

“Estará ele sendo vítima de fraude?

“É nessas duas gerências que acontece a maioria das fraudes. Por isto, sugiro que o empresário contrate uma auditoria externa para examinar o que se passa na sua organização.

“É possível que a fraude esteja, como um câncer, invadindo, sorrateiramente, o tecido saudável de sua empresa”.

Eis aí um conselho para a meditação de pequenos, médios e grandes empresários.