Busca

Categoria: Infraestrutura


04:15 · 23.06.2017 / atualizado às 04:15 · 23.06.2017 por

Os pequenos açudes do Ceará estão assoreados, isto é, cheios de areia e outros materiais. É preciso, pois, desassorea-los.

Quem faz esta advertência é o ex-presidente da Ematerce, agrônomo José Maria Pimenta.

Ele explica que o material depositado é formado por algas, microalgas, lodo e plâncton, e tudo isto causa o aparecimento daquela água de cor verde escura, imprópria para o consumo humano.

José Maria Pimenta está aconselhando o Governo do Estado e as prefeituras municipais a aproveitar esse material, primeiro como adubo, pois é rico em matéria prima.

Em segundo lugar, como matéria-prima para as fábricas de cerâmica.

E em terceiro lugar como material próprio para elevar a altura da parede dos próprios açudes, aumentando sua capacidade de armazenamento.

Para isso, é só usar as caçambas, as retroescavadeiras e motoniveladoras que o governo da ex-presidente Dilma doou às prefeituras do Ceará.

José Maria Pimenta declara-se inconformado com o jeito como a seca tem sido combatida no Ceará.

04:23 · 21.06.2017 / atualizado às 04:23 · 21.06.2017 por

O governador Camilo Santana viajará para a Europa no próximo domingo, dia 25.

No dia seguinte, 26, em Frankfurt, na Alemanha, ele terá mais uma reunião com os diretores da Fraport, a empresa que, no fim do próximo mês de julho, assumirá por 30 anos a gestão do Aeroporto de Fortaleza.

De Frankfurt, Camilo Santana viajará na terça-feira, 27, para Paris, onde terá um encontro com diretores do Laboratório Pasteur para tratar do Polo de Saúde do Eusébio e da fábrica de vacinas que a Fiocruz instalará no vizinho município.

Mas, ainda em Paris, o governador terá outra reunião importante com diretores da Air France KLM, maior empresa aérea francesa.

Por que essa reunião? Porque a Air France KLM é sócia da brasileira Gol, e as duas poderão juntar-se para o projeto de instalação de um hub no Aeroporto Pinto Martins.

Essa reunião com a Air France KLM já é do conhecimento da Fraport, que aposta realmente em Fortaleza como sede de um futuro hub – um centro de distribuição de voos.

Há uma grande torcida para que essa viagem de Camilo Santana à Europa tenha sucesso.

04:12 · 21.06.2017 / atualizado às 04:12 · 21.06.2017 por

No dia 29 deste mês de junho, a quinta-feira da próxima semana, o governador Camilo Santana receberá no Palácio da Abolição o diretor-geral do Porto de Roterdã, René van Der Plas, que virá acompanhado de um time de executivos holandeses.

Essa será mais uma da série de reuniões que o Governo do Estado, por meio da Cearaportos, tem mantido com as autoridades do porto holandês.

O blog pode  informar que está absolutamente em dia o cronograma que o governador Camilo Santana estabeleceu para as tratativas em torno do projeto de fazer do Porto de Roterdã o gestor do Porto e do Complexo Industrial do Pecém.

Camilo Santana deseja que o contrato entre a Cearaportos e o Porto de Roterdã seja celebrado antes do Natal deste ano.

Entre os empresários com os quais o blog tem conversado, colhe-se a opinião de que o Porto de Roterdã é um shopping que chegará aqui com suas lojas.

04:15 · 19.06.2017 / atualizado às 04:15 · 19.06.2017 por

Decisão da Agência Nacional de Águas (ANA): a partir de amanhã, 20, e todas as terças-feiras, será proibida a captação de água no rio São Francisco para as atividades econômica, principalmente para a agricultura irrigada.

A proibição vale para todo o trecho do rio, desde suas nascentes, em Minas Gerais, até sua foz, entre Alagoas e Sergipe.

A ANA acendeu o sinal vermelho de perigo diante da constatação de que a barragem de Sobradinho está hoje represando apenas 12% de sua capacidade total, que é de 32 bilhões de m³ de água.

A decisão da ANA atingirá diretamente os fruticultores de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), que produzem e exportam manga, uva, melão, melancia, mamão, goiaba, dando emprego a milhares de pessoas.

A proibição valerá até novembro, quando se espera a volta da estação das chuvas nas regiões onde estão os principais afluentes do rio São Francisco.

A notícia é péssima não só para os baianos, sergipanos, alagoanos e pernambucanos, mas também para paraibanos,potiguares e cearenses, beneficiados pelo Projeto S. Francisco de Integração de Bacias, o qual,para alcançar seus objetivos, terá de, primeiro, contar a boa saúde do Velho Chico, hoje seriamente abalada por causa do seu crescente assoreamento e pela destruição de suas matas ciliares e, ainda, pela carência de saneamento básico nas cidades ribeirinhas. que jogam o esgoto in natura na sua calha.

 

 

04:32 · 16.06.2017 / atualizado às 04:32 · 16.06.2017 por

O blog conversou com um engenheiro cearense que se dedica ao estudo dos recursos hídricos.

Pedindo o anonimato, ele teceu alguns comentários a respeito do assunto.

Disse que a gestão dos recursos hídricos no Ceará, feita pela Cogerh, está hoje resumida à cobrança da conta da água ela fornece à Cagece.

Para cobrar essa conta, a Cogerh tem 750 funcionários, que não promovem irrigação, não perfuram poços, não têm atividade de piscicultura e não projetam nem constroem açudes.

O mesmo engenheiro entende que a água que a Cogerh fornece à Cagece deveria chegar a ela a custo zero, uma vez que vem dos açudes do Dnocs, que é um organismo da União.

Depois destes comentários, o engenheiro deixou no ar uma pergunta: para onde vai o dinheiro da conta da água que a Cogerh fornece à Cagece e esta manda às residências, às indústrias, aos hospitais, enfim, a todos os  consumidores?

12:10 · 15.06.2017 / atualizado às 12:10 · 15.06.2017 por

Os cearenses e os potiguares terão de esperar mais uma semana para saber se serão mesmo retomadas as obras de construção do último trecho do Canal Norte do Projeto São Francisco de Integração de Bacias.

Uma semana foi o tempo que pediu a ministra Carmem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, para decidir sobre a questão da licitação dessa obra, que virou uma questão judicial.

A empresa ganhadora da concorrência, desclassificada pelo Ministério da Integração Nacional, promotora da licitação, recorreu ao Judiciário contra essa desclassificação, alegando que tem a expertise necessária para a construção da obra.

A mesma empresa ainda protesta contra a escolha da terceira colocada, cujo preço é R$ 75 milhões maior do que o seu.

O que o blog pode dizer é o que vem dizendo: as obras do Canal Norte só estarão prontas em 2018.

10:02 · 14.06.2017 / atualizado às 10:02 · 14.06.2017 por

Segundo o engenheiro Cássio Borges, presidente da Academia Cearense de Engenharia, deveria ser o Dnocs o organismo que ficará encarregado de fazer a cobrança da conta da água do Projeto São Francisco de Integração de Bacias.

Mas as informações que chegam de Brasília indicam que isso será feito pela Codevasf.

Como o blog já informou, o custo dessa água será repartido com todos os quatro estados receptores do Projeto São Francisco – Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

Esse custo anual está calculado em R$ 500 milhões, devendo caber ao Governo do Ceará algo como R$ 120 milhões.

Boa parte do custo se referirá ao consumo de energia elétrica que movimentará as gigantescas motobombas das estações elevatórias dos canais Norte e Leste do Projeto São Francisco.

Todo esse custo será incluído na conta de todos os consumidores cearenses, potiguares, paraibanos e pernambucanos.

A água do São Francisco já está chegando a várias cidades da Paraíba e de Pernambuco, mas a cobrança da conta ainda não começou.

Aqui no Ceará, a água do Projeto São Francisco só chegará no próximo ano.

04:30 · 13.06.2017 / atualizado às 04:30 · 13.06.2017 por

Rompeu-se um trecho do Canal Leste do Projeto São Francisco de Integração de Bacias.

O trecho rompido é pequeno e se localiza na zona rural do município pernambucano de Custódia, quase na divisa com a Paraíba.

Esse rompimento cortou o fornecimento da água que o Canal Norte conduzia até o açude Boqueirão, que armazena e libera a mesma água que abastece a cidade paraibana de Campina Grande.

Bem, é um prejuízo, não há dúvida. Mas, em compensação, o Canal Leste está pronto, e o trecho rompido sábado passado já está sendo reconstruído.

E o Canal Norte que trará água do São Francisco para o Ceará? Este continua paralisado há um ano, e a perspectiva é péssima, pois suas obras deverão continuar assim, paralisadas, por mais tempo ainda.

Há uma briga judicial promovida pelo consórcio ganhador da licitação, que se sentiu prejudicado ao ser alijado do certame e ao ver o consórcio terceiro colocado ser chamado para fazer o serviço que falta, mesmo por um preço R$ 75 milhões superior ao da vencedora.

Coisas que só acontecem aqui no Brasil.

04:18 · 09.06.2017 / atualizado às 04:18 · 09.06.2017 por

Este blog retoma um tema recorrete – o Projeto São Francisco de Integração de Bacias, erradamente chamado de Transposição.

O diretor geral do Dnocs, Angelo Guerra, fez uma palestra para os engenheiros da Academia Cearense de Engenharia, cujo presidente é o engenheiro Cássio Borges.

Pois bem: ele assustou o auditório, que o ouvia em silêncio, com uma surpreendente informação, que é a seguinte: o custo de manutenção do Projeto São Francisco, calculado por especialistas da Fundação Getúlio Vargas, será de R$ 500 milhões por ano, grande parte dos quais só com energia elétrica.

Desse total, cerca de R$ 120 milhões caberão ao Governo do Ceará. É muito dinheiro, convenhamos.

Diante de tão alto custo, levanta-se a suspeita de que ele será repassado para o consumidor final,que são as populações que receberão a água do São Francisco.

Isto quer dizer que, quando essa água chegar, trará com ela uma conta salgada.

Então, haverá choro e ranger de dentes.

04:03 · 05.06.2017 / atualizado às 04:03 · 05.06.2017 por

Informa a Assessoria de Imprensa do Governo do Ceará:

Moradores de Granjeiro, na Região do Cariri, comemoram sexta-feira,2, a entrega de 13,4 quilômetros da CE-288, ligando a sede do município ao distrito de Coronzol. A estrada, agora pavimentada pelo Governo do Ceará, vai facilitar o acesso de Granjeiro aos principais centros urbanos do Cariri e ao polo turístico regional, como as cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato. A entrega foi realizada pelo governador Camilo Santana “Estamos entregando mais uma estrada pavimentada no interior cearense. Uma obra que havia sido prometida em nossa campanha e que agora é uma realidade e vai trazer desenvolvimento para Granjeiro”, disse o chefe do Executivo estadual.

O secretário estadual da Fazenda, Mauro Filho, lembrou à população que a pavimentação da rodovia CE-288, começou a ser planejada há três anos, por ele e pelo então candidato Camilo Santana. “Ninguém acreditava que essa obra seria concluída, pois já havia sido prometida várias vezes, mas hoje o governador está aqui cumprindo sua palavra. É primeiro passo para Granjeiro avançar em todos os setores, como agricultura e economia”, afirmou o secretário.

Na obra, o governador Camilo lembrou que foram investidos R$ 14.304.981,06 proveniente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A estrada faz parte do programa Ceará de Ponta a Ponta, que vem beneficiando dezenas de municípios cearenses com a recuperação e construção de novas rodovias.
A rodovia recebeu serviços de movimentação de terra, drenagem, pavimentação, obras d’artes correntes, sinalização horizontal e vertical, além de proteção ambiental. As obras também vão beneficiar o escoamento da produção agrícola local.

A melhoria na infraestrutura rodoviária também beneficia a oferta de serviços à população, tais como saúde, educação, lazer e entretenimento. “Essa estrada vai nos ajudar muito. Vamos poder escoar nossa produção para centros maiores como Juazeiro do Norte e, em casos necessários de socorros médicos, de nossos filhos e idosos com mais rapidez como Barbalha”, disse o comerciante Raimundo Arcanjo Pinheiro, 42.

Além do governador e do secretário Mauro Filho, estiveram presentes na solenidade que marcou a entrega da obra o prefeito de Granjeiro, João Gregórios, os deputados José Sarto e Nizo Costa, o secretário-adjunto do Gabinete, Fernando Santana, e os prefeitos Edmilson Leite (Caririaçu), Zé Hélder (Várzea Alegre) e Arnon Bezerra (Juazeiro do Norte).